Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

a Noa está à procura de uma família-guia

107572816_592709721625708_1673309946790832071_n.jp

a Noa é uma cachorra que chegou à #uppa_animais algo medrosa, na companhia dos seus 3 manos. 

a pouco e pouco foi-se deixando conquistar pelos voluntários, foi ganhando confiança em si mesma e nas pessoas que a rodeiam.

infelizmente, um glaucoma levou-lhe a capacidade de ver: na fotografia podem ver o rosto (permitam-me a expressão) com as marcas ainda recentes da segunda cirurgia. 

por ser uma cadela especial, a Noa precisa de uma família que a possa adoptar. a Noa precisa de uma família especial, uma família-guia, que a possa orientar no espaço e no tempo, que seja paciente e a ajude a ser feliz, na sua nova condição.

será que anda por aí essa família?

para saber mais sobre a Noa e para marcar uma visita na #uppa_animais, contacte a equipa de adopção através de e-mail, que encontra no website

#givingtuesday

mudar o mundo, à nossa volta

há dias da semana para tudo: há a #blackfriday, há a #cybermonday... e agora há a #givingtuesday. trata-se de um movimento que visa sensibilizar e impulsionar o "dar para mudar". 

 

Logotipo_GivingTuesday_B_Cores_fundo branco.jpg

 

podemos contribuir com tempo, com dinheiro, com bens, com a divulgação de uma causa. há muitas formas de ajudar, ajustadas ao tempo e às condições que cada um de nós dispõe.

como sabem, apoio a causa animal e sou voluntária na UPPA - União Para a Protecção dos Animais.

contribuo com tempo: reservo algumas horas na minha semana para apoiar a associação, fazendo passeios e assumindo a função de tratadora no albergue da #uppa_animais.

além disso, uso as minhas redes sociais para divulgar o voluntariado e os animais que estão no albergue para adopção. por vezes, escrevo artigos sobre voluntariado e sobre adopção.

quando posso compro bens que são necessários para o funcionamento do albergue. faço o que posso, na medida do que posso fazer. e sim, a minha disponibilidade de tempo e financeira muda com o tempo.

o importante é manter o foco na causa e ajustar a forma de ajudar ao nosso contexto. desta forma não frustramos e não desistimos de apoiar uma causa.

 

para saber mais sobre o #givingtuesday podem visitar o site do movimento, AQUI MESMO.

 

Untitled design (2).png

 

 

 

uma família cheia de FÉLIXidade

desafio dos pássaros #11

tumblr_pysvx9L1Jd1qhzqx6o1_500.jpg

olá, eu sou o Félix. ou Feliz, como algumas pessoas me chamam. é assim que a mãe Sabel me chama: Feliz. e eu respondo, de rabo a dar a dar, por aí fora, sempre pronto para receber mimos.

posso desde já avisar que não gosto muito de festas na cabeça, prefiro que te aproximes de mim sem movimentos bruscos e me deixes tomar a iniciativa.

bom, mas onde é que eu ia? ah, sim, na mãe Sabel. esta pessoa humana preocupa-se muito comigo, nomeadamente se tenho comida e uma manta limpa e seca para me deitar. é que eu vivo com o Friqui, com quem disputo uma das duas casotas cá de casa, na hora de dormir. o que havemos de fazer? gostamos os dois de dormir no mesmo sítio e quem fica de fora acaba por dormir na rua, na mantinha. eu sei, não tem muita lógica, mas hey. sou um cão.

eu vivia num abrigo, em Lisboa e fui encaminhada para o albergue da UPPA - União Para a Protecção dos Animais. foi lá que conheci o João, o irmão da Joana. ele era (e ainda é) voluntário nesta associação e apresentou-me à Joana numa das suas visitas ao albergue. ela queria um cão para passear e lá fui eu.

nesse dia a Joana tinha um gorro com uns penduricalhos que me fizeram saltar o tempo todo, durante o passeio. resultado: consegui adoptar a Joana e, por conseguinte, o João e a mãe Sabel. agora são a minha família e aturam-me nos momentos menos bons (idas ao veterinário, por exemplo) e nos momentos super-fantásticos (quando corro de um lado para o outro com um brinquedo novo na boca). 

além do Friqui, tenho um outro amigo canino, o Kioko. é um bulldog francês e era suposto ser muito chique, mas na verdade é mais rafeiro do que eu. acho que a culpa é da minha família, que trata todos por igual, respeitando as nossas diferenças. por exemplo, eu não gosto de estar em casa; já o Kioko, adora. eu não gosto de apanhar muito sol, já o Kioko adora. o Friqui? bom, o Friqui está velhinho e cada vez mais anti-social. tenho de ter muita paciência para ele, confesso.

 

se pudesse fazer um apelo, dizia para adoptarem a minha família. eles são do melhor, é um facto. mas não estão para adopção. já na #uppa_animais encontram muitos amigos de 4 patas à espera para adoptar uma família, tal como eu acabei por fazer. 

eu sou o Félix e sou Feliz. e agora vou ali fazer coisas de cão, como diz a Joana (inclui bater à porta da cozinha para pedir biscoito). 

 

 

 

Kenzo, para adopção na #uppa_animais

 

Kenzo.png

hoje é terça e por isso é dia de #terceiraoportunidade. de há uns meses para cá tenho aproveitado este cantinho para divulgar os animais que conheço na #uppa_animais e que já merecem uma oportunidade para conhecer a sua família. a verdade é que todos merecem. num mundo ideal não haveria albergues como o da UPPA, mas como não estamos no mundo ideal, há que fazer esforços para encontrar um lar para cães como o Kenzo. 

o Kenzo é irmão da Noa, do Paco e do Tommy, de quem já vos falei aqui. é outro dos doces amigos que tenho na UPPA e cuja confiança e amizade fui conquistando, passo a passo.

 

Kenzo régua.png

adoptar um cão é uma decisão que deverá ser consciente. não há pressas em decidir. se aconteceu o "CLICK" com este charmoso Kenzo, agende uma visita ao albergue da #uppa_animais. sem pressa e sem pressão. aproveite para respirar o ar do campo e para dar uns passeios. quem sabe o "CLICK" não leva à adopção? 

 

as fotografias que ilustram o artigo têm origem no arquivo da UPPA - União Para a Protecção dos Animais. para saber mais sobre os animais disponíves para adopção ou apadrinhamento, podem pesquisar no twitter / instagram por #uppa_animais. também há página no facebook. 

Noa, para adopção na #uppa_animais

Noa régua.png

em 3, 2, 1: awwwww que fofinha! 

Noa2.jpg

estes bigodes são qualquer coisa. pois bem, a Noa é uma rapariga que tem bigode. eu sei, não estavam à espera. e ela não o vai tirar, nem com cera ou outra coisa que o valha. os bigodes fazem parte da Noa, assim como o seu ar meigo e dedicado aos amigos que tem na box. a Noa vive com o Sky e com a Michelle e esta é uma das box mais giras do albergue da #uppa_animais.

adorava que todos eles se separassem, pois isso seria sinal de que teriam sido adoptados. 

Noa3.jpg

neste artigo que escrevi para o Público refiro algumas boas razões para adoptar um cão adulto. continuo a subscrevê-las e, correndo o risco de me repetir, adoptar a Noa será uma escolha acertada, mimada, acarinhada. 

 

as fotografias que ilustram o artigo têm origem no arquivo da UPPA - União Para a Protecção dos Animais. para saber mais sobre os animais disponíves para adopção ou apadrinhamento, podem pesquisar no twitter / instagram por #uppa_animais. também há página no facebook. 

Tommy: um dos manos perfume, para adopção na #uppa_animais

Tommy régua.png

o Tommy é um fofo. eu sei, posso parecer suspeita ao escrever isto. é a mais pura das verdades. tal como o seu irmão Paco, de quem já vos falei aqui, o Tommy era medroso e não se chegava muito às pessoas. com tempo e com paciência esse cenário mudou. e hoje o Tommy surpreende-nos com recepções felizes, na box. 

é um cão que adora uma boa corrida no parque que temos no albergue da #uppa_animais, para onde levamos alguns dos cães, nos dias dos passeios. confesso que gosto de o levar ao parque para aproveitar a "desculpa" para estar ali um bocadinho, só a aproveitar o momento.

 

Tommy4.jpg

 

ter um amigo de 4 patas é uma oportunidade para desligar do mundo. escrevi sobre isso num artigo que podem encontrar no site do intermarché:

Também é importante haver um momento específico para estar com o seu animal: sem instagram, sem e-mails a cair no telefone, sem outras coisas pelo meio. Apenas os dois, a brincar ou a trocar mimos. O Félix é muito brincalhão e até é um cão que se ocupa sozinho, divertindo-se com os seus brinquedos – ou outros objectos que encontra (havia um piaçaba no quintal que servia para limpar o tanque da tartaruga – havia e agora a sua função é outra: brincadeiras do Félix). Ainda assim, sei bem que o Félix adora quando abro a porta e me disponho a estar dez, quinze minutos a atirar o brinquedo, para ele ir buscar, e depois atiro, depois ele foge com ele, eu tiro o brinquedo, volto a atirar... estão a ver a ideia? 

 

as fotografias que ilustram o artigo têm origem no arquivo da UPPA - União Para a Protecção dos Animais. para saber mais sobre os animais disponíves para adopção ou apadrinhamento, podem pesquisar no twitter / instagram por #uppa_animais. também há página no facebook. 

 

 

 

Paco: para adopção na #uppa_animais

Paco1.jpg

o Paco chegou à #uppa_animais na companhia dos seus três irmãos: a Noa, o Tommy e o Kenzo. são os manos Perfume, ainda que não sejam patrocinados pelas marcas. 

a sua integração no albergue exigiu muita paciência e dedicação por parte dos voluntários: os manos não sabiam andar à trela e eram muito medrosos. os passeios eram difíceis, mas com persistência e respeitando o seu ritmo conseguimos ver grandes diferenças. quatro anos depois podemos dizer que estamos orgulhosos da evolução do Paco e dos seus manos.

adoptar o Paco implicará respeitar a sua forma tímida de estar e dar-lhe tempo para que se habitue à família que o pretende adoptar. o olhar do Paco é, como se vê nas fotografias, intenso e meigo. é um fofo, acreditem. e merece MUITO uma #terceiraoportunidade, uma família com quem possa viver feliz. se for dentro de um pneu, tanto melhor. 

Paco2.jpg

 

com tempo e com paciência tenho a certeza que a família que escolher o Paco poderá desfrutar de um CÃOpanheiro dócil e que ainda nos vai surpreender muito!

 

as fotografias que ilustram o artigo têm origem no arquivo da UPPA - União Para a Protecção dos Animais. para saber mais sobre os animais disponíves para adopção ou apadrinhamento, podem pesquisar no twitter / instagram por #uppa_animais. também há página no facebook. 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D