Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

basicamente, perdi um kioko

Screenshot 2018-09-21 18.57.29.png

 

fui ver no calendário: são 88 dias de plano alimentar rigído, sim, adaptado à minha vida - também.

um plano alimentar pensado "à medida" - tal como a roupa que a minha mãe costura e que agora vai ter que sofrer uns apertões.

um plano alimentar que pode não servir a todos, mas que me serve a mim: assim como me voltaram a servir aquelas calças que encostei a um canto, há uns anos.

há dias em que os disparates se fazem, há o cuidado para compensar os excessos. há regras que já estão interiorizadas. e, sobretudo, não há ansiedade pelo facto de não comer pão diariamente, como fazia dantes.

 

perdi 16kg, o peso do rapaz que está ali na fotografia. já posso encomendar M, já compro o número abaixo e já apertei dois furos no cinto.

 

está tudo excelente, em termos de saúde. 

o próximo objectivo é perder o equivalente ao peso de um Friqui (uns 5kg, vá).

 

 

 

arte urbana :: pelas ruas da Covilhã

 

uma vez na Covilhã e tendo em conta o meu hábito de andar a pé pelas cidades, aldeias e afins: claro que tinha que fazer a rota da arte urbana.

a Câmara disponibiliza um mapa, no site do munícipio. e lá fui eu, a subir, a descer, vira aqui, vira ali, em busca das peças - ou a ser surpreendida por elas, ao virar da esquina. ainda assim, acabei por pedir ajuda a algumas pessoas para localizar o mocho, do bordalo ii e a tecedeira, da tamara alves. eram duas peças das quais tinha referência e queria MUITO vê-las ao vivo.

 

também foi interessante verificar que andei à procura de um vhils que já não existe: a chuva, o vento e o passar do tempo deram lugar a uma parede onde "era uma vez um vhils".

 

vhils-covilhã-wool

 

foram 8,5 km a andar, com direito a almoço na Telepizza (hey, eu merecia!) com a bela da Super Bock a acompanhar. é que os 8,5 km não são "a direito".

senhoras e senhores, até me doíam ajancas, à noite! e se não fosse o casamento e a festa na tenda, por baixo da janela do meu quarto, no hotel PuraLã, acho que teria adormecido num ápice. uma vez que o "aperta aperta com ela" e a felicidade dos noivos e convidados transbordava em som pela periferia foi impossível descansar pois de insonorizados os quartos do PuraLã têm pouco. uma experiência em hotel que tinha TUDO para correr bem, mas ficou estragada, na última noite.

 

aconselho, vivamente, o passeio pela covilhã: as pessoas são muito simpáticas e há muitos locais de interesse. o mercado municipal é acolhedor e o cheiro dos legumes, das frutas, ainda não fica registado nas fotografias. 

 

mercado_municipal_covilhã

 

 

salmão grelhado em cama de limão

 

vantagens: a pele do peixe não agarra e a cozinha não fica a cheirar a peixe grelhado.

para quem gosta de limão-com-tudo (COMO EU!) é muito bom.

bom apetite!

"se eu não cuidar de mim...

Dkt2-j2WwAMZp8I.jpg

 ...quem cuidará?"

 

é gira esta aventura de perda de peso e de voltar a vestir roupa que estava encalhada e comprar roupa no número abaixo. MAS há que cuidar da pele que, neste estica e encolhe, precisa de uns mimos extras.

da V/ esquerda para a direita: o drenante escolhido para o verão. o critério foi a composição, dentro daquilo que o bie3 oferece. não é gostoso, mas também não é dos piores drenantes que já bebi (e já experimentei vários, pois faço duas embalagens e tenho que trocar).

ao centro, o leite corporal mais fantástico da fina. fácil de aplicar, com um cheiro agradável. a pele fica bastante suave e começamos a ver efeitos nas zonas mais carentes de tonificação. fundamental aplicar na parte interior das pernas, na zona do antebraço (que é só a zona que mais detesto no meu corpo, ao ponto de evitar roupa com cavas - só mesmo na uppa, com o calor, uso alças), na barriga, nas nádegas. até aplico no pescoço, onde senti, em tempos, alguma flacidez extra. com o creme, a pele recuperou alguma tonicidade. hey, não há milagres quando estamos à porta dos 40!

e por último o collaforce, um reforço para a pele que actua de dentro para fora. o colagénio é uma proteína essencial para que a pele se mantenha saudável e suave. a partir dos 30 anos a produção de colagénio decresce, no nosso organismo. por esse motivo, eu já fazia há alguns anos um ciclo de colagénio por ano. com a questão da perda de peso nos últimos meses decidi reforçar com dois ciclos seguidos. acreditem que a pele responde mesmo. e agradece!

 

conseguem comprar qualquer um dos produtos no celeiro ou na well's, ou numa qualquer ervanária. o drenante ronda os 23 euros, o creme os 8 euros e o colagénio, 30 saquetas, fica em 28 / 30 euros. por vezes há promoções. aproveitem!

 

sigam a epopeia #joanamenoscinco no TW e no IG! 

 

desafio 1 + 3

Um objetivo que já está a ser cumprido

 

joana-menos-cinco

#joanamenoscinco é mais do que uma hashtag. resulta da consciência de que a luta contra o excesso de peso é constante, para mim. há momentos em que a vida não nos permite focar e trabalhar esta consciência (e por vida entendam as minhas escolhas perante aquilo que acontece). no final de março caiu-me a ficha ao ver na balança: 89,9kg. quase 90. vá, 90, arredondemos. demasiado perto dos 100. 

em conjunto com a minha nutricionista desenhámos um plano alimentar diferente dos que já tinha experimentado. o objectivo era perder 5kg, num mês - isso explica a hashtag. perdi 8. sem fome, sem stress. com foco e com um dia por semana para fazer disparates.

da última vez que me pesei tinha perdido um total de 15kg. ou seja, perdi praticamente o peso do kioko, o meu bulldog francês (que pesa 16, quase 17). todavia, a consciência do corpo não reflecte o peso perdido: continuo a ir às lojas, olhar para um M e pensar que não serve. depois visto as tshirts XL que tenho em casa e percebo que são agora autênticos vestidos. vejo-me sempre como uma pessoa gorda. no matter what. 

o meu grande problema é o pão. cortei radicalmente a sua presença na minha alimentação. tive dias em que sonhava com torradas ou tostas místicas. foi difícil, confesso. hoje em dia já estou mais tranquila com a situação e quando como pão, agora que é muuuito de vez em quando, o pão até tem outro sabor.

neste momento sei que os resultados vão sendo mais lentos e que não posso relaxar nas regras do plano alimentar. 

podem acompanhar este meu desafio no twitter e no instagram #joanamenoscinco 

 

*

 

a Carolina lançou este desafio à comunidade que a segue; cheguei à Carolina através da Rita da Nova e aqui estou eu, a responder ao desafio!

Acredito que, cada vez mais, precisamos de olhar para o nosso umbigo de uma forma mais crítica, de refletir sobre o que fazemos de bom e de errado, de nos conhecermos um bocadinho melhor e de termos objetivos concretos a curto prazo. Conhecermos os nossos defeitos e as nossas qualidades, percebermos quem realmente faz a diferença na nossa vida e quais os espaços onde nos sentimos mais sossegados é essencial para trabalharmos a nossa tranquilidade e a nossa paz interior.

 

 

hoje é o melhor dia para casar

 

é assim que "reza" a música do Quim Barreiros, sobre o dia 31 de julho. a seguir entra agosto e blá blá blá.

tumblr_pcq79ibCmu1qhzqx6o1_500.jpg

e o mês de agosto vai trazer consigo uma vaga de calor (tal como a imagem ali de cima comprova), vai trazer um país em coma (é o mês em que o país pára, até demais, imho) e para mim traz-me tempo para escrever e colocar uma série de coisas em dia.

 

a #terceiraoportunidade vai voltar em setembro, com mais histórias de animais que aguardam pela sua família, num canil ou albergue, há tempo demais. 

 

como sou muito amiga dos animais, adoptei estes dois exemplares que conto deitar abaixo em boa companhia:

tumblr_pcpbuaYX8u1qhzqx6o1_500.jpg

 

e por aí, o que se faz? férias? trabalho? hey, Jules, já entregaste o teu relatório? 

 

um quick update em termos de leituras e de séries:

tenho lido Kant (pois, é a vida) e não resisti à season seis de orange is the new black > não está a desiludir.

 

 

 

 

 

 

 

antes e depois

DiTXcAcWkAIjjVG.jpg

falava com a Sandra, a minha nutricionista sobre a vitória que foi vestir aqueles calções. e veio-me à memória estas calças de ganga, que não visto há uns 3, talvez 4 anos. adoro o corte, adoro o tecido, mas não conseguia enfiar-me lá dentro. 

há um ano e tal fiz uma limpeza ao armário e sei que separei algumas calças que na altura não me serviam para despachar para a Zélia (que faz re-utilização de tecidos e de roupas). pensei: nunca mais me meto dentro disto. MAS. MAS! deixei ficar este par. só naquela. quem sabe? hum?

ontem vesti as ditas cujas. vesti mesmo. até à cintura. apertei o botão. o fecho. e conseguia respirar. tão bom!

ainda não me sinto confiante para sair com as calças à rua: é que marcam ali o pneu, sabem? e vou esperar que o volume diminua mais um bocadito para ganhar essa confiança.

estas não precisam de cinto. mas há outras que sim, precisam. e o cinto precisou de furos. pedi ao mano para fazer mais um furo: e ele fez mais três. cheio de confiança, hein, manu lindu?

estrelinha que te guie

tumblr_pbakn9674C1qhzqx6o1_500.jpg

 

lembram-se de vos ter falado daquelas calças e  DAQUELES calções? pois, já servem e já precisam de cinto. maravilha, não é?

esta semana há visita à nutricionista. um mês depois, vamos avaliar o peso. pelo meio houve sushi e pizza, uma meia torrada e batata frita do pacote. em cada semana há sempre um dia para a asneira. 

e agora, com o tempo mais quente (eh pah, não comentem!) já sabe bem a gelatina, que tenho feito com fruta (mirtilos ou framboesas).

 

baby steps. e a estrelinha que me guie!

> #ThisIsTwitter

tumblr_paw25zfme41qhzqx6o1_500.jpg

julgo que já denunciei por aqui o meu amor pelo twitter. ando pela rede do passarinho azul desde 2009 e até agora o saldo tem sido muito positivo - a nível pessoal e a nível profissional. a todos os níveis (sim, esse também).

80% dos meus projectos profissionais, enquanto freelancer, têm ou tiveram origem num contacto feito via twitter. é uma rede onde o networking se pratica diariamente e onde podemos falar com as pessoas, directamente, sem hierarquias, sem e-mail para a secretária ou para um "geral" ou "info". 

e depois, há tudo o resto. a vida, senhoras e senhores.

há os amigos que fazemos, pois encontramos alguém que partilha os mesmos interesses do que nós. dois desses amigos estão comigo nesta fotografia: o Pedro e o Basílio. a vida nem sempre nos permite a presença "ao vivo e a cores" e o twitter faz o favor de nos juntar, diariamente. para rir, para partilhar informação, para discordar, para concordar. e, sobretudo, para dizer muito, mas muito disparate. 

o twitter é fixe. o twitter é feito de 'ssoas humanas, como estes dois. 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D