Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

desafio 1 + 3

Um objetivo que já está a ser cumprido

 

joana-menos-cinco

#joanamenoscinco é mais do que uma hashtag. resulta da consciência de que a luta contra o excesso de peso é constante, para mim. há momentos em que a vida não nos permite focar e trabalhar esta consciência (e por vida entendam as minhas escolhas perante aquilo que acontece). no final de março caiu-me a ficha ao ver na balança: 89,9kg. quase 90. vá, 90, arredondemos. demasiado perto dos 100. 

em conjunto com a minha nutricionista desenhámos um plano alimentar diferente dos que já tinha experimentado. o objectivo era perder 5kg, num mês - isso explica a hashtag. perdi 8. sem fome, sem stress. com foco e com um dia por semana para fazer disparates.

da última vez que me pesei tinha perdido um total de 15kg. ou seja, perdi praticamente o peso do kioko, o meu bulldog francês (que pesa 16, quase 17). todavia, a consciência do corpo não reflecte o peso perdido: continuo a ir às lojas, olhar para um M e pensar que não serve. depois visto as tshirts XL que tenho em casa e percebo que são agora autênticos vestidos. vejo-me sempre como uma pessoa gorda. no matter what. 

o meu grande problema é o pão. cortei radicalmente a sua presença na minha alimentação. tive dias em que sonhava com torradas ou tostas místicas. foi difícil, confesso. hoje em dia já estou mais tranquila com a situação e quando como pão, agora que é muuuito de vez em quando, o pão até tem outro sabor.

neste momento sei que os resultados vão sendo mais lentos e que não posso relaxar nas regras do plano alimentar. 

podem acompanhar este meu desafio no twitter e no instagram #joanamenoscinco 

 

*

 

a Carolina lançou este desafio à comunidade que a segue; cheguei à Carolina através da Rita da Nova e aqui estou eu, a responder ao desafio!

Acredito que, cada vez mais, precisamos de olhar para o nosso umbigo de uma forma mais crítica, de refletir sobre o que fazemos de bom e de errado, de nos conhecermos um bocadinho melhor e de termos objetivos concretos a curto prazo. Conhecermos os nossos defeitos e as nossas qualidades, percebermos quem realmente faz a diferença na nossa vida e quais os espaços onde nos sentimos mais sossegados é essencial para trabalharmos a nossa tranquilidade e a nossa paz interior.

 

 

hoje é o melhor dia para casar

 

é assim que "reza" a música do Quim Barreiros, sobre o dia 31 de julho. a seguir entra agosto e blá blá blá.

tumblr_pcq79ibCmu1qhzqx6o1_500.jpg

e o mês de agosto vai trazer consigo uma vaga de calor (tal como a imagem ali de cima comprova), vai trazer um país em coma (é o mês em que o país pára, até demais, imho) e para mim traz-me tempo para escrever e colocar uma série de coisas em dia.

 

a #terceiraoportunidade vai voltar em setembro, com mais histórias de animais que aguardam pela sua família, num canil ou albergue, há tempo demais. 

 

como sou muito amiga dos animais, adoptei estes dois exemplares que conto deitar abaixo em boa companhia:

tumblr_pcpbuaYX8u1qhzqx6o1_500.jpg

 

e por aí, o que se faz? férias? trabalho? hey, Jules, já entregaste o teu relatório? 

 

um quick update em termos de leituras e de séries:

tenho lido Kant (pois, é a vida) e não resisti à season seis de orange is the new black > não está a desiludir.

 

 

 

 

 

 

 

antes e depois

DiTXcAcWkAIjjVG.jpg

falava com a Sandra, a minha nutricionista sobre a vitória que foi vestir aqueles calções. e veio-me à memória estas calças de ganga, que não visto há uns 3, talvez 4 anos. adoro o corte, adoro o tecido, mas não conseguia enfiar-me lá dentro. 

há um ano e tal fiz uma limpeza ao armário e sei que separei algumas calças que na altura não me serviam para despachar para a Zélia (que faz re-utilização de tecidos e de roupas). pensei: nunca mais me meto dentro disto. MAS. MAS! deixei ficar este par. só naquela. quem sabe? hum?

ontem vesti as ditas cujas. vesti mesmo. até à cintura. apertei o botão. o fecho. e conseguia respirar. tão bom!

ainda não me sinto confiante para sair com as calças à rua: é que marcam ali o pneu, sabem? e vou esperar que o volume diminua mais um bocadito para ganhar essa confiança.

estas não precisam de cinto. mas há outras que sim, precisam. e o cinto precisou de furos. pedi ao mano para fazer mais um furo: e ele fez mais três. cheio de confiança, hein, manu lindu?

estrelinha que te guie

tumblr_pbakn9674C1qhzqx6o1_500.jpg

 

lembram-se de vos ter falado daquelas calças e  DAQUELES calções? pois, já servem e já precisam de cinto. maravilha, não é?

esta semana há visita à nutricionista. um mês depois, vamos avaliar o peso. pelo meio houve sushi e pizza, uma meia torrada e batata frita do pacote. em cada semana há sempre um dia para a asneira. 

e agora, com o tempo mais quente (eh pah, não comentem!) já sabe bem a gelatina, que tenho feito com fruta (mirtilos ou framboesas).

 

baby steps. e a estrelinha que me guie!

> #ThisIsTwitter

tumblr_paw25zfme41qhzqx6o1_500.jpg

julgo que já denunciei por aqui o meu amor pelo twitter. ando pela rede do passarinho azul desde 2009 e até agora o saldo tem sido muito positivo - a nível pessoal e a nível profissional. a todos os níveis (sim, esse também).

80% dos meus projectos profissionais, enquanto freelancer, têm ou tiveram origem num contacto feito via twitter. é uma rede onde o networking se pratica diariamente e onde podemos falar com as pessoas, directamente, sem hierarquias, sem e-mail para a secretária ou para um "geral" ou "info". 

e depois, há tudo o resto. a vida, senhoras e senhores.

há os amigos que fazemos, pois encontramos alguém que partilha os mesmos interesses do que nós. dois desses amigos estão comigo nesta fotografia: o Pedro e o Basílio. a vida nem sempre nos permite a presença "ao vivo e a cores" e o twitter faz o favor de nos juntar, diariamente. para rir, para partilhar informação, para discordar, para concordar. e, sobretudo, para dizer muito, mas muito disparate. 

o twitter é fixe. o twitter é feito de 'ssoas humanas, como estes dois. 

 

 

despedi-me de maio, disse olá a junho

tumblr_p9ik5oX40j1qhzqx6o1_500.jpg

tumblr_p9jh3dWJU41qhzqx6o1_500.jpg

tumblr_p9lw3a47lQ1qhzqx6o1_500.jpg

tumblr_p9n5nv4Lhw1qhzqx6o1_500.jpg

tumblr_p9na5sb5of1qhzqx6o1_500.jpg

 

 

tumblr_p9pkymQCwE1qhzqx6o1_500.jpg

 

maio, querido maio 

 

maio é mês de maria - e não só. cá por casa é mês de aniversários: de mamãe e do mano. não somos as 'ssoas mais entusiastas com os aniversários, temos a nossa maneira de lidar com a coisa. 

como se pode ver pela foto, eu lido sempre com charme e com a mão na anca. 

 

it's joana, bitch 

maio trouxe consigo a necessidade de tomar uma decisão importante; de assumir que houve decisões no passado que não foram assim tão fixes. e como não posso ficar presa a isso para sempre, peguei nas minhas coisinhas e fiz-me à vida. 

escolher é sempre difícil, sempre. não há volta a dar. mas só assim conseguimos seguir em frente. eu sei, é um super cliché.

 

 

 

 

aquele café inesperado 

 

a vida é um lugar estranho e proporciona-me uns encontros inesperados. e reveladores.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

outro cliché

mais uma voltinha, mais uma viagem, mais uma "tareia" daquelas que me faz bem - ao corpo e à alma. btw, o corpo está 13 kgs mais leve. aqueles calções já servem, aquelas calças também. e já comprei calças no número abaixo.

 

 

 

 

olá, junho 

junho é o mês do verão e do meu aniversário. chegou com pouco calor (lamentável!) e com a promessa de bastante trabalho. e formações - daquelas em que eu me sento no lugar de formanda, sabem?

 

 

 

it's friendzone or kissing zone, baby

 

"39 and single". 

já reforcei os cremes com colagénio, para a cara,  e amanhã vou investigar um para o corpitxo. "vai malandra" e afins - é esse o mote para os 39, como quem caminha para a ternura dos 40.

 

obrigada por estarem desse lado, sintonizados neste blog, a ouvir desabafos, vitórias, reclamações, elogios, coisas boas e outras que nem por isso. tudo isso faz parte da (minha) vida e este blog é dos melhores arquivos que tenho dela.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

olá, eu sou a joana...

...e perdi 8kgs em 33 dias. 

sem fome, sem sofrimento.

com chá, opções alimentares escolhidas a dedo e muito prazer a comer. 

sem pão, sem massa, sem arroz.

com queijo fresco e requeijão, cogumelos, bolachas de arroz, cereais de milho, iogurtes de soja.

sem ficar a olhar para o pão em cima da mesa.

com uma ou outra refeição em que fugi à regra (sempre ao almoço). 

com o meu bolo preferido, ao sábado (o bom bocado) 

com a certeza de que este não é o plano alimentar ideal para todas as pessoas, mas sim o meu.

e pronto: sobra-me roupa e a sensação é boa. 

a sandra ficou muito contente quando viu o número na balança. e eu? eu também.

o #joanamenoscinco é igual a joana menos oito.

 

tumblr_p7oul0XGnT1qhzqx6o1_500.jpg

 

 

 

21 dias

tumblr_p79tecfEoz1qhzqx6o1_500.jpg

disclaimer: sou a pior pessoa para vos "ensinar" a "comer bem". tenho para mim que este "comer bem" é algo com muitas interpretações e sujeito a várias teorias. não tenho nome para este plano alimentar que estou a seguir, há praticamente um mês e do qual vos falei aqui. foi desenhado para mim, pela sandra eloi, a minha nutricionista.

inclui espelta (um cereal que desconhecia), requeijão ou queijo de ovelha, ovos, canela, cogumelos, fruta (nem todas). carnes brancas, peixe, tofu, seitan.

pão? nem vê-lo.

ao princípio pensei que seria difícil. na verdade, não sou muito apreciadora de comida; há coisas de que gosto muito, mas não sou daquelas pessoas que tira um prazer imenso em sentar à mesa para comer. mas adoro pão. pão é vida. pão é amor. o desafio consistiu mesmo em fazer uma espécie de "desintoxicação" de pão. 

 

tumblr_p76wv4TOyi1qhzqx6o1_500.jpg

nos primeiros dias foi difícil: a torrada. ai a torrada do pequeno almoço que me faz tanta falta. bom, afinal não faz. há outras coisas boas para comer e que me deixam saciada: bolacha de arroz com fiambre ou queijo fresco ou requeijão. e chá, sempre o chá a acompanhar.

 

tumblr_p7c4kokv6T1qhzqx6o1_500.jpg

 

arrisco-me a dizer que estou "viciada" no requeijão e no queijo fresco de ovelha. tem outro sabor e com oregãos e um bocadinho de sal de ervas fica (como dizem as 'ssoas modernas) TOP.

tumblr_p7jsw3xPrf1qhzqx6o1_500.jpg

 

o atum natural, os cogumelos, a fruta (maçã ou pêra), as lulas, os ovos (escalfados, mexidos ou cozidos) têm permitido conjugações diferentes. tenho consumido poucos hidratos de carbono e não tenho fome. sinto-me bem, com energia e a lidar muito bem com as tentações (ir às compras e acenar à prateleira das gomas...).

tumblr_p7l5fldEgm1qhzqx6o1_500.jpg

 

dizem que precisamos de 21 dias para criar novos hábitos. estou nessa fase: já passaram 21 dias e estou quase, quase nos 30. comi pão umas 3 vezes, mas assim uma quantidade mínima. aproveitei os almoços de domingo para fazer alguns disparates (inclui comer o meu bolo preferido, o bom bocado, beber cerveja e/ou gin). 

estou curiosa para perceber o que a balança me vai dizer, no dia da consulta com a sandra. as expectativas são baixas e estou tranquila pois noto diferença de volume na roupa, sobretudo nas calças de ganga e afins. é um bom sinal, mas não aposto sequer num número, para a balança. 

o objectivo é #joanaMenosCinco - e isto é todo um work in progress. 

sê a mudança que queres ver na balança

tumblr_p68plsf2xm1qhzqx6o1_500.jpg

não é novidade para  ninguém que sou uma 'ssoa roliça. sempre fui gorda, sempre tive peso a mais para a minha altura (que é mínima, vá). estou reconciliada com isso, no sentido em que sei que tenho limitações: um sistema hormonal meio avariado, um problema de hipoglicémia, méniere e outras coisas mais. 

há muitos anos que sou seguida por uma nutricionista, a sandra, e temos como premissa não levar os números da balança demasiado a sério. atendemos ao volume, à qualidade do que como, às rotinas, ao ciclo menstrual, ao volume que sentimos e que a roupa "acusa". nos últimos meses a balança tem sido um problema, para mim. não me sinto confortável com o peso que ela acusa - embora não o sinta, no meu dia-a-dia. e há ali umas calças que quero voltar a vestir, entendem? 

portanto, estamos em missão #joanamenoscinco - quero perder 5 kgs nos próximos dois meses. sim, com calma, pois sei que o meu organismo é manhoso e habitua-se a tudo, rapidamente. e depois deixa de "responder". com a ajuda da sandra desenhei um plano alimentar. algo novo, para surpreender o organismo e obrigá-lo a dar resposta (isto é, a perder peso).

não vos digo quanto peso, nem quanto vou pesar no final desta aventura. os números não são mesmo o mais importante. aviso-vos quando voltar a vestir aquelas calças - combinado? 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D