Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

menos é mais. eu sei, parece livro de auto-ajuda.

tumblr_ptrv9ophym1qhzqx6o1_500.jpg

e se calhar até é. mas sem pretensões de ajudar os outros, é totalmente egoísta este "menos é mais". juro que só vi um episódio da marie kondo e que não me serviu sequer para aprender a dobrar as camisolas de outra maneira. e ao ver esse episódio reconheci verdade em muitas das coisas que a senhora diz: temos coisas a mais. roupas, caixas, caixinhas, mala, mochilas, sapatos, livros (custou-me escrever isto, tá?), cadernos, canetas, pijamas, calças, botas, recuerdos, coisas e coisinhas. a mais. acrescento a este universo: tenho "amigos" a mais no facebook, sigo gente a mais no twitter e no instagram, tenho na agenda twitter chats a mais onde quero participar, subscrevo newsletters que nunca leio. há coisas que me faltam, mas nem acho que o que tenho a mais vá substituir o que me falta. por isso, procurei equilibrar-me, nas últimas semanas.

como?

destralhando gavetas e armários. o próximo passo são as prateleiras e os livros (#prayforjoana). 

fazendo unfollow a contas no twitter que não acrescentam valor aos meus dias; eliminando "amigos" do facebook; cancelando newsletters. neste processo comprei um dicionário, aproveitei os saldos para comprar calças de ganga novas (as que tenho estão "russas" e já não dão para levar a reuniões). 

 

e além da parte material, a imaterial: o tempo

decidi mariekondar a minha presença no e-mail e no slack, por exemplo. já o faço com o facebook e com o linkedin, com o whatsapp. continuo a gostar muito de estar no twitter e de me divertir no instagram. como sigo menos gente no twitter estou a conseguir tirar melhor partido da rede. vale mesmo a pena investir tempo no unfollow (e eu já segui umas 2000 e tal contas e fiquei nas 645 - e quero reduzir. lamento que algumas pessoas tenham ficado "ofendidas" mas é só um unfollow, numa rede social. e podem sempre falar comigo via DM ou via e-mail).

 

menos é mais

e é mesmo. o indicador qualidade supera o indicador quantidade, em tantos aspectos da nossa vida. há muitas recaídas, pois o hábito de ter muitas coisas pode ter-se apoderado da nossa forma de estar, de modo até algo inconsciente.

o exercício da marie kondo é fabuloso e tão simples: pegar na roupa toda e colocar em cima da cama para termos noção da quantidade. e depois escolhemos com base na qualidade.

apliquem esta metáfora às pessoas que estão à vossa volta (ui, parece cruel, não é? deixar de lado algumas pessoas, por não serem relevantes para a nossa vida. é cruel, mas só custa a primeira vez. e todos seguem o seu caminho.)

experimentem destralhar a vossa vida, no vosso tempo, uma etapa de cada vez. festina lente - apressa-te devagar. e esta é a parte não egoísta da publicação: hey, experimentem. e depois contem-me como foi. 

salas de espera

as salas de espera das clínicas e dos hospitais são locais muito ambíguos. aquilo que te leva a estar num desses locais pode ser um simples exame de rotina, uma consulta, um tratamento longo e penoso ou a necessidade de apoiar alguém que está num desses processos. podes estar ali para levantar os exames de um familiar. não é claro o que estás ali a fazer e podes entrar confiante e sair derrotado com uma notícia menos boa.

ontem fui fazer um exame de rotina, coisas próprias dos 40 anos.  ao sair encontrei uma senhora na sala de espera, sozinha, sentada a chorar. enquanto arrumava o documento para ir levantar os meus exames olhei em volta, para perceber se ela estava mesmo sozinha ou se tinha alguém por perto.

avancei até à senhora senhora, baixei-me um pouco e perguntei "desculpe, estou a vê-la tão aflita, precisa de alguma coisa?"

a resposta: "o meu cão morreu. mas não preciso de nada."

disse-lhe: "então precisa de um abraço".

 

 

"joana, onde trabalhas?" / "joana, o que fazes?"

já falei algumas vezes da dificuldade que tenho em dizer o que faço. a verdade é que faço muitas coisas e todas elas têm algo em comum: as perguntas. depois, todas essas coisas acontecem em espaços muito diferentes e até posso trabalhar a partir de um qualquer jardim.

 

encontrei o Nuno Conceição num desses jardins a partir do qual posso trabalhar. aliás, quando o conheci pedi-lhe 5 minutos para ligar o router, o pc e fazer uma publicação cuja aprovação tinha chegado naquele momento. foi depois disso que começámos a conversar sobre quem sou, o que faço e também sobre o site que a ActiveMedia está a preparar (e que está lindo!).

 

depois, o Nuno apontou-me sua máquina fotográfica e o resultado foi este: 

 

 

contacta o Nuno e marca a tua sessão fotográfica: a minha aconteceu no jardim, mas o Nuno, tal como eu, trabalha em sítios diferentes 

o #SÓqNÃOrtp traz uma mensagem que é para todos

tumblr_psy445srF11qhzqx6o1_500.jpg

 

falar abertamente de preconceito

 

tal como já partilhei convosco, aqui neste cantinho, aceitei o desafio da Joana Martins para falar dos preconceitos para com os gordos. sempre fui gorda e ando há anos a lutar para ter um peso e uma relação saudável com o meu corpo. e nesse sempre fui gorda cabem os insultos e os comentários negativos dos outros, sobretudo na infância e na adolescência. depois aprendi a viver com o meu corpo e a ignorar os outros. a ver se a gente se entende: eu sei que sou gorda, não preciso que os outros me apontem isso. e depois eu sou muito mais do que o meu peso ou volume. 

 

 

D8zQP2uWkAAc53K.jpg

 

falar abertamente de preconceito na televisão, a nossa tarde

 

há dias o programa a nossa tarde entrou em contacto comigo para saber se eu tinha disponibilidade para ir falar do meu caso e para assim permitir a divulgação do programa #SÓqNÃOrtp. eu disse que sim, não pelo gozo de aparecer na televisão (a minha comadre ralhou comigo pois nem sequer fui dar uma demão à franja ou arranjar as unhas), mas sim por acreditar que projectos como o da Joana Martins são um contributo positivo para falarmos abertamente de (por exemplo) poliamor, 'ssoas trans, cegueira, espiritualidade, entre outros, e dão chão à #internetdobem. 

 

por isso, sejas tu um espectador d'a nossa tarde, um utilizador ávido do twitter, um fã do reddit, um magro que não consegue engordar, um imigrante, uma nutricionista com excesso de peso, uma 'ssoa deprimida, um obcecado pela leitura, um viciado em desporto... seja qual for o teu rótulo, o teu nicho, a tua minoria, a tua tribo: passa na rtp play ou no youtube e procura os amarelos. depois leva isso para a tua escola, para o teu grupo de amigos e dá o pontapé de saída para o diálogo. 

 

(fotografias de joana martins e do IG d'a nossa tarde)

o significado do aniversário

D8FCHj-U8AAFZE-.jpg

cá em casa nunca houve o hábito de fazer festas de aniversário. eram coisas dispendiosas e manteve-se a tradição de apagar as velas e comer uma fatia de bolo, em família. há muitas fotografias desses tempos: eu a soprar as velas, ao lado do mano - e ele a soprar as velas do bolo dele, comigo a seu lado. o mano faz anos a 30 de maio e eu a 2 de junho. três anos de diferença e tantas diferenças. e uma sintonia estranha.

 

e eis que fiz 40 anos. é mesmo só um número, pois não sinto assim nada de diferente. para celebrar fui fazer 4 tatuagens, uma por cada década de vida (mentira, fui fazer 4 rabiscos pois fica-me mais em conta e o rapaz dá uso à agulha como deve ser). marquei a sessão com alguma antecedência pois precisava perceber se o que tinha no mealheiro chegava para o que queria fazer. não comentei com ninguém, mas percebendo que o mano estava de férias, mandei sms: "queres vir comigo? vou fazer umas tattoos?" ao que o mano respondeu que estava ocupado e não ia dar. 

 

mais tarde ele mandou uma foto com a razão da sua "ocupação": pois é, também ele tinha ido tatuar-se, sem dizer nada a ninguém. "somos mesmo irmãos". e somos. com tudo o que temos de diferente, há coisas que são muito nossas. 

 

os manos Sousa são assim: comemoram o aniversário em silêncio, com tatuagens ou com o que lhes apetecer. deixámos de soprar velas há uns anos, mas isso não significa que não haja outros momentos doces, em família. 

 

bebinca_bulabula.jpg

 

 

 

pause, but don't stop (viii)

D7gwIJKW0AANyZ3.jpg

 

- dormir é uma prioridade. descansar. não me venham com a ideia de que o trabalho salva. o trabalho (pelo menos o meu) é um misto de prazer e de necessidade; não pode ser o único foco. e o organismo volta a dar sinais de que é preciso parar.

 

- agora a sério, e séries? bom, depois de ver dark e the oa, dediquei-me a uma série mais leve, mais divertida: virgem jane. é, literalmente, uma novela mexicana, com direito a narrador e tudo. os episódios são curtos, de meia hora (maijómenos) e consome-se bem antes de ir dormir. hey, nem só de kant ou de nietzsche vive uma 'ssoa! 

 

- e depois há as coisas que se repetem. não quero falar delas, pelo menos para já. 

pause, but don't stop (vii)

60489002_10217302726932490_4068945462386753536_n.j

 

- está tudo bem, ainda que não esteja a conseguir dar conta do recado. estou a dever horas de descanso ao corpitxo e ao sistema nervoso central. está tudo bem - e vou dormir mais e melhor (estou a fazer por isso);

 

- talvez tenha feito uma luxação no dedo indicador direito ou até uma micro-fractura. nunca vamos saber. 

 

- fui até ao Porto para levar a #filadafrente à #ConfTSE, na companhia do Vieira. foi uma road trip que "sim, senhor". já a conferência surpreendeu pela positiva: dá tanto gosto ver uma estrutura bem organizada, tudo a horas e todos os pormenores pensados. de valor!

 

- o novo website caminha, passo a passo. tenho estado a pedir testemunhos a algumas das pessoas com quem tenho vindo a trabalhar e confesso que até já fiquei de olhos humedecidos. eita tanta gente boa que tem aparecido no meu caminho!

 

- a revisão da tese está em work in progress: esta semana não consegui fazer nada e preciso voltar a entrar nos eixos.

 

e por aí, tudo bem convosco? 

 

pause, but don't stop (vi)

 

 

2019-05-09 19.54.28.jpg

> rumei até à aula magna para ouvir os The Gift e o seu verão. chovia e levei um dos meus casacos de inverno, bem como a senhora que me deu à luz. esta banda de alcobaça consegue conjugar o sentimento de "isto é tão familiar" com "hey, mas o que é isto". fazem-nos sentir em casa e tiram-nos o tapete do chão, para nos lembrar que estamos vivos. 

 

> o senhor carteiro trouxe-me coisas bonitas: a revista variações e a jamm, bem como um presente da malta simpática do GRUMOstudio

a variações e a jamm são um acto de coragem e de qualidade, muito na linha daquilo que a gerador fez há alguns anos: apostar em conteúdos que se preparam, devagar, e que se devem ler, devagar. com calma, sem a pressa do like ou do share. e que falta fazem estas revistas no panorama editorial português!

 

> a tese está a levar uma volta que "sim, senhora". a questão é que quando pergunto: "qual o prazo para entregar? em que dia termina o prazo?" - respondem-me com decretos e contagem de dias que não são úteis, mas não fixam o dia. bonito, não é? ai o rigor académico, senhores!

 

> o #twitterchatpt está a ver a sua família a crescer: além da ActiveMedia, do vieira, da equipa de greeters, do Cinema City, juntou-se a nós o João Coxixo, que desenhou a tee oficial do chat. espreitem o trabalho do João e considerem tê-lo junto a vós quando precisarem de alguém com a sua capacidade de criar, de entrega e de captar bem o briefing que lhe é passado. you rock, coxixo!

 

 

e para a semana que acaba de entrar, o chef recomenda que...

...não percam os debates sobre as europeias: hoje há um, às 22h, na rtp.

 

...visitem a The Minimal Magazine para ler o meu mais recente texto sobre economia de palavras. deixem o vosso feedback, vou gostar de ler.

 

...participem nos seguintes twitter chat: #socialroi (terça, 22h, hora de Lisboa); #twitterchatpt (quinta, 11h, hora de Lisboa) e #twittersmarter (18h, hora de Lisboa).

 

...recomendem estratégias para viver a esta semana sem feriado. e partilhem aqui, sim? 

 

amor_filosofia

 

 

eu avisei que ia fazer a tee.

tumblr_pqvoux0RSf1qhzqx6o1_500.jpg

 

e não fui eu que fiz, é certo. foram os senhores da Megaphone que aceitaram o desafio de imprimir esta provocadora frase na tshirt preta mai'linda.

 

certamente já alguém pensou em vestir alguém como se fosse um outdoor. a vantagem de ter a joana rita como outdoor humano passa pela interacção que daí pode advir.

 

enquanto não chegam os patrocínios, para já fica a partilha nas redes sociais: vai ser giro ver a reacção das 'ssoas, ao vivo e a cores, perante a tee.  ah!  sigam #joanaritatee no instagram, é por lá que vou partilhando as tshirts que vou comprando e usando como farda aqui do home office - e da vida. com uma tshirt preta eu não me comprometo, não é assim? 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D