Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

pause, but don't stop (vi)

 

 

2019-05-09 19.54.28.jpg

> rumei até à aula magna para ouvir os The Gift e o seu verão. chovia e levei um dos meus casacos de inverno, bem como a senhora que me deu à luz. esta banda de alcobaça consegue conjugar o sentimento de "isto é tão familiar" com "hey, mas o que é isto". fazem-nos sentir em casa e tiram-nos o tapete do chão, para nos lembrar que estamos vivos. 

 

> o senhor carteiro trouxe-me coisas bonitas: a revista variações e a jamm, bem como um presente da malta simpática do GRUMOstudio

a variações e a jamm são um acto de coragem e de qualidade, muito na linha daquilo que a gerador fez há alguns anos: apostar em conteúdos que se preparam, devagar, e que se devem ler, devagar. com calma, sem a pressa do like ou do share. e que falta fazem estas revistas no panorama editorial português!

 

> a tese está a levar uma volta que "sim, senhora". a questão é que quando pergunto: "qual o prazo para entregar? em que dia termina o prazo?" - respondem-me com decretos e contagem de dias que não são úteis, mas não fixam o dia. bonito, não é? ai o rigor académico, senhores!

 

> o #twitterchatpt está a ver a sua família a crescer: além da ActiveMedia, do vieira, da equipa de greeters, do Cinema City, juntou-se a nós o João Coxixo, que desenhou a tee oficial do chat. espreitem o trabalho do João e considerem tê-lo junto a vós quando precisarem de alguém com a sua capacidade de criar, de entrega e de captar bem o briefing que lhe é passado. you rock, coxixo!

 

 

e para a semana que acaba de entrar, o chef recomenda que...

...não percam os debates sobre as europeias: hoje há um, às 22h, na rtp.

 

...visitem a The Minimal Magazine para ler o meu mais recente texto sobre economia de palavras. deixem o vosso feedback, vou gostar de ler.

 

...participem nos seguintes twitter chat: #socialroi (terça, 22h, hora de Lisboa); #twitterchatpt (quinta, 11h, hora de Lisboa) e #twittersmarter (18h, hora de Lisboa).

 

...recomendem estratégias para viver a esta semana sem feriado. e partilhem aqui, sim? 

 

amor_filosofia

 

 

eu avisei que ia fazer a tee.

tumblr_pqvoux0RSf1qhzqx6o1_500.jpg

 

e não fui eu que fiz, é certo. foram os senhores da Megaphone que aceitaram o desafio de imprimir esta provocadora frase na tshirt preta mai'linda.

 

certamente já alguém pensou em vestir alguém como se fosse um outdoor. a vantagem de ter a joana rita como outdoor humano passa pela interacção que daí pode advir.

 

enquanto não chegam os patrocínios, para já fica a partilha nas redes sociais: vai ser giro ver a reacção das 'ssoas, ao vivo e a cores, perante a tee.  ah!  sigam #joanaritatee no instagram, é por lá que vou partilhando as tshirts que vou comprando e usando como farda aqui do home office - e da vida. com uma tshirt preta eu não me comprometo, não é assim? 

 

pause, but don't stop (v)

outdoor_humano

 

a maldita #thesisdajoana

 

a tese, a revisão da tese. reformular, além de corrigir. porquê? pela vontade em fazer a melhor das teses possível. 

 

a certificação do life coach

 

a pergunta que se impõe: quem é que certifica um life coach? a universidade da vida?  - e a pergunta revela-se da maior importância quando é a ordem dos psicólogos a posicionar-se, ali mesmo, no twitter.

 

o meu website

 

a proposta que a ActiveMedia apresentou para o meu website está "SÓ" muito fixe. no ponto. está lá. agora é pôr mãos à obra e afinar cenas e coisas até ser possível "colocar no ar". este era um dos TO DO do ano 2019, pois precisava ser coerente com o que defendo perante os meus clientes. sou a primeira a defender que um negócio deve ter um alojamento próprio e que isto de existir apenas no facebook, instagram ou twitter pode ser um erro "muito enorme". 

 

o valor do trabalho

 

pediram-me recomendações de profissionais que (passo a citar) "não me levem à falência". ora, eu não estou assim a par das contas bancárias das 'ssoas, pelo que não sei o que pode levar alguém à falência. é algo muito variável. o critério "que não me custe um rim" também não funciona pois eu não estou por dentro dos valores do mercado de orgãos. assim, quando pedirem um orçamento ou a recomendação a alguém com base no valor que estão dispostos a pagar façam um favor: digam QUANTO é que estão dispostos a pagar. sejam honestos. 

 

59439832_10215622859617042_6153188349768105984_n.j

 

#elebemtentou

 

já ouviram o pó de caste do joão costa? ora então ide AQUI para ouvir a conversa que partilhámos numa tasca em Lisboa.

 

 

pause, but don't stop (iv)

fotografia_uppa_animais

 

- continuo a ver stranger things, antes que chegue a 3ª temporada. aquilo é uma loucura pegada: o nome faz jus ao conteúdo;

 

- vi uma publicação sobre a história do kiko dos morangos com açúcar. a minha reacção foi: "quem?". o indivíduo chama-se joão andré e fez parte dos morangos em 2005. hoje entrega pizzas e anda de autocarro (sim, isto é dito na série como se fosse uma coisa super depreciativa e de terceiro mundo - ou então é o carlos a fazer humor).

pelo que percebi foi numa dessas entregas que o carlos coutinho vilhena (admito que também não conheço bem a carreira desta 'ssoa) reviu o joão andré. o carlos decide convidar o joão para fazer um documentário sobre a sua vida, para lhe devolver as luzes da ribalta;

 

- o processo de documentário é algo que acrescenta muito valor às histórias. hoje em dia é fácil documentar a vida e os processos nos quais estamos envolvidos: basta um telefone com uma câmara e a coisa dá-se. depois partilhamos nas redes sociais e já está;

 

- ando às voltas com um curso de pensamento crítico. dou por mim a pensar duas e três vezes antes de dizer ou escrever algo. e que bom que é;

 

- na fotografia: eu, a Mel e o Morais, em família. 

 

 

 

 

 

pause, but don't stop (iii)

bitmoji_kill_bill

 

- estive com o joão santos costa para gravar um episódio do podcast #elebemtentou. como todos os bons podcasts, este prima pelas características únicas do host do podcast. é feito à imagem dele, sem filtros, com uma leitura provocadora e opinativa sobre o mundo. o episódio com o registo da nossa conversa estará disponível em breve, na última segunda-feira do mês de abril. 

 

- tropecei num tweet que me trouxe este café filosófico com o mario sergio cortella e que tem muito conteúdo sobre curadoria, informação, conhecimento e sabedoria. vale a pena ouvir e parar para pensar. 

 

- no twitter continuam as boas conversas à volta do #twitterchatpt: para acompanhar a última conversa, passem no meu perfil do twitter e espreitem o separador moments

 

- o facebook trouxe-me esta memória, do Farrusco e do Kioko. 

 

farrusco_kioko

 

 

 

pause, but don't stop (ii)

tumblr_pq1za6C5Zv1qhzqx6o1_500.jpg

- eu sei que a chuva faz falta. que os dias de chuva são belos. sei isso tudo. e também sei que os dias de sol me animam e dão energia, sobretudo na hora de almoço, num dia em que o desafio é dar 7 horas de formação, numa sala onde há muitos comandos e onde também o sol entra pela janela. 

 

tumblr_pq3tu1HDf71qhzqx6o1_500.jpg

 

- a filosofia para crianças e jovens é um privilégio. sim, também se traduz numa carga de trabalhos: na preparação, na procura de desafios cativantes para a criançada. repito: é um privilégio. 

 

D4SJ1f3W0AEf4wZ.jpg

 

- ir ver um espectáculo e encontrar alguém que me conhece do twitter. visitar um centro de formação pela primeira vez e ser cumprimentada como se conhecessem há anos (afinal, é do instagram). ter uma equipa maravilha a tratar do meu site. 

 

- e a tese. a tese. 

 

pause, but don't stop (i)

tumblr_pof1diXNzU1qhzqx6o1_500.jpg

- abril prometeu águas mil e trouxe frio com ele. por aqui, continua a haver sinais de constipação e uma vontade enorme de beber chá quente - quando deveria estar a sonhar com gelatinas. já diz o povo: o tempo está todo trocado.

 

- dois dias intensos de formação a partilhar o que de melhor se pode fazer nas redes sociais, a nível pessoal e profissional. o mais gratificante? as 'ssoas que se conhecem e que partilham comigo que é notória a paixão que dedico aos projectos onde me envolvo. maningue nice! 

 

- no twitter, a comunidade #twitterchatpt continua a mexer e a crescer. mais do que os números  de alcance e de impressões, importa anotar que a qualidade da conversa é de nível "sim, senhor". resultado da edição #10? consta que houve blogs a renascer das cinzas. 

 

- terminou a aventura #cicloFPC, um ciclo que não é um ciclo, da responsabilidade da fundação portuguesa das comunicações. houve conversas muito interessantes, em torno da humanidade e da tecnologia. a plateia foi constituída por jovens estudantes e isso para mim foi o ponto mais positivo de tudo (além de ter ficado muito contente com o convite para moderar as conversas).

 

- não me falem da tese, ok?

 

(estou a tentar criar uma espécie de rubrica aqui no blog, em forma de diário e de partilha curta. não sei se vou conseguir levar isto a bom porto, mas vou tentar.)

 

 

viver todos os dias cansa

março, querido março, que dias tão intensos, estes. nem sei por onde começar.

 

 

sim, houve muita filosofia: no jardim de infância, com jovens e também com os mais crescidos. o trabalho com as crianças continua a ser desafiante e provocador de novas abordagens, em termos de metodologia de trabalho.

 

os Cafés Filosóficos em Setúbal estão a respirar bem e juntam-se a nós pessoas com vontade de praticar o "parar para pensar".

 

a #filadafrente chegou a trending topic, no twitter, levando com ele o evento #digitalkspt. o projecto #twitterchatpt continua de vento em popa, com um calendário bem catita nos próximos meses. e com uma equipa 5 estrelas, diga-se de passagem. 

 

marquei presença no #pixelscamp, a convite do Luís e do Amaral - e que dia tão bem passado, quem diria? 

 

a franja voltou a ser roxa, depois daquele desmaio básico para o azul e o verde. 

 

dei formação, esqueci-me da pen no computador da sala de formação e alguém levou a dita cuja. ninguém sabe dela, foi um ar que se lhe deu. dá-se recompensa a quem a devolver. 

 

passou um ano sobre o início da aventura #joanamenoscinco e os resultados continuam a ser positivos. vale a pena deixar o carro longe do metro e fazer 3, 4, 5 ou até 10 km por dia, só a caminhar. a massa muscular surge e a massa gorda diminui. Ta-DA! 

 

entretanto dei início a um projecto que é a minha cara e que se chama as 'ssoas da casa. 

 

e venha abril, com águas mil, pois é março e quando consulto os fogos.pt acho que estamos em pleno verão. 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D