Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

e para a semana que acaba de entrar, o chef recomenda que...

...não percam os debates sobre as europeias: hoje há um, às 22h, na rtp.

 

...visitem a The Minimal Magazine para ler o meu mais recente texto sobre economia de palavras. deixem o vosso feedback, vou gostar de ler.

 

...participem nos seguintes twitter chat: #socialroi (terça, 22h, hora de Lisboa); #twitterchatpt (quinta, 11h, hora de Lisboa) e #twittersmarter (18h, hora de Lisboa).

 

...recomendem estratégias para viver a esta semana sem feriado. e partilhem aqui, sim? 

 

amor_filosofia

 

 

as europeias estão à porta, sabiam?

 

Europeias-27.jpg

(imagem via Shifter) 

 

as eleições europeias estão à porta e para muitos isto de "votar nas europeias" ainda constitui um mistério. felizmente acompanho o trabalho do jorge félix cardoso, no shifter, além de seguir as suas reflexões no twitter, e considero-me minimamente informado sobre o que vai acontecer. ainda assim, sinto que este assunto está envolto em mistério: afinal, o que significa o nosso voto nas europeias? por que é que é importante votar nestas eleições? 

 

 (...) o que vai acontecer em Maio de 2019 é um conjunto de 27 eleições simultâneas, com regras ligeiramente diferentes entre elas, e com resultados que são, por isso, muito difíceis de computar.

 

abusando da boa vontade de partilha do jorge, pedi-lhe que me indicasse um conjunto de artigos sobre as eleições europeias, para partilhar aqui no blog. aqui ficam algumas citações e links, para que possam explorar esta questão e encarar as europeias de forma esclarecida.

 

*

The Future of Europe Project Join us for a conversation with the bright young minds inheriting Europe about the issues that will shape their future. This is a collaboration between FT experts and students of six universities from Krakow to Athens, Berlin, Paris, Dublin and Milan.

 

*

Europe in the New Era of Great Power Competition

*

No dia 26 de maio terão lugar em Portugal as eleições europeias. O que significa isso, exatamente? Vamos percorrer a informação essencial para garantir que, chegado o dia, tudo corre pelo melhor.

 

Votar em quê?

 

Em eurodeputados, que são os deputados que se sentam no Parlamento Europeu. Tal como nós, toda a Europa vai estar a votar entre os dias 23 e 26 de maio para escolher um conjunto de deputados de cada país. Estes 27 conjuntos irão depois reunir-se em Bruxelas e em Estrasburgo, as duas assembleias que reúnem o Parlamento Europeu. O trabalho de um eurodeputado é, na sua natureza, semelhante ao de um deputado nacional. Grande parte do tempo é dedicada a atividade parlamentar: em comissões temáticas e no plenário, momento em que todos se reúnem para aprovar na globalidade as iniciativas da comissão (se queres saber mais sobre as funções do Parlamento podes consultar esta página). Para além disto, os eurodeputados têm também funções de representação externa, em missões diplomáticas ou para fiscalização de eleições em países que não pertencem à União, por exemplo. Uma boa forma de saber mais sobre o dia-a-dia dos eurodeputados é segui-los nas redes, visitar as suas páginas no site do parlamento, ou ouvir os seus testemunhos ao jornal Público

 

 

 

 

#elebemtentou - um podcast do joão santos costa

ele_bem_tentou

 

o joão santos costa tem um podcast que se chama ele bem tentou. conheci o joão no twitter e a primeira vez que estivemos olhos nos olhos foi no dia em que combinámos gravar um episódio deste podcast. fiquei muito contente com o convite, pois tenho ouvido o podcast do joão e gosto do registo. não há filtros e o joão é o moderador e o convidado, ao mesmo tempo -e o convidado também troca de lugar. ambos podem fazer perguntas e, sobretudo, falar sem merdas. 

procurem no twitter e no instagram por #elebemtentou e rapidamente vão encontrar os links para ouvir as conversas do joão.

 

 

 

viver todos os dias cansa

março, querido março, que dias tão intensos, estes. nem sei por onde começar.

 

 

sim, houve muita filosofia: no jardim de infância, com jovens e também com os mais crescidos. o trabalho com as crianças continua a ser desafiante e provocador de novas abordagens, em termos de metodologia de trabalho.

 

os Cafés Filosóficos em Setúbal estão a respirar bem e juntam-se a nós pessoas com vontade de praticar o "parar para pensar".

 

a #filadafrente chegou a trending topic, no twitter, levando com ele o evento #digitalkspt. o projecto #twitterchatpt continua de vento em popa, com um calendário bem catita nos próximos meses. e com uma equipa 5 estrelas, diga-se de passagem. 

 

marquei presença no #pixelscamp, a convite do Luís e do Amaral - e que dia tão bem passado, quem diria? 

 

a franja voltou a ser roxa, depois daquele desmaio básico para o azul e o verde. 

 

dei formação, esqueci-me da pen no computador da sala de formação e alguém levou a dita cuja. ninguém sabe dela, foi um ar que se lhe deu. dá-se recompensa a quem a devolver. 

 

passou um ano sobre o início da aventura #joanamenoscinco e os resultados continuam a ser positivos. vale a pena deixar o carro longe do metro e fazer 3, 4, 5 ou até 10 km por dia, só a caminhar. a massa muscular surge e a massa gorda diminui. Ta-DA! 

 

entretanto dei início a um projecto que é a minha cara e que se chama as 'ssoas da casa. 

 

e venha abril, com águas mil, pois é março e quando consulto os fogos.pt acho que estamos em pleno verão. 

 

 

 

 

 

 

situações pontuais ou "onde dormir em covilhã"

onde dormir em covilhã

em setembro de 2018 passei uns dias na bela cidade da Covilhã. uns meses antes andei a investigar por hóteis e dei por mim a tuítar "onde dormir na covilhã" ou "onde dormir em covilhã". como sabem, o word of mouth e as recomendações valem tudo e acabei mesmo por seguir uma recomendação: puralã - wool valy hotel & spa. pareceu-me muito catita e o ideal para descansar durante a minha estadia no congresso de filosofia. 

 

descansar. eu precisava de descansar.

reservei três noites no hotel. correu tudo bem: os senhores foram impecáveis e encontraram alternativas viáveis ao meu plano alimentar, na hora do pequeno-almoço. o quarto era super simpático e confortável.

no sábado à tarde, depois de uma loooonga caminhada pela cidade da covilhã, rumei até ao hotel para descansar. reparei que havia música na zona: pela janela podia ver uma tenda, daquelas dos casamentos (isto nas traseiras do hotel). já tinha percebido que o parque estava cheio, pois tinha tido dificuldade para estacionar. 

e a música continuou. noite fora. sei que liguei para a recepção pela 1h da manhã a perguntar se era possível acabar com a festa. assim, TAU. os senhores estavam felizes com o casamento, mas eu tinha pago uma estadia num hotel de 4 estrelas para DESCANSAR. 

o barulho continuou e a noite foi péssima, sem conseguir dormir. na manhã seguinte pedi o livro de reclamações junto da recepção. pedi para falar com o responsável - não estava presente. "foi uma situação pontual. havia um casamento." - nesse caso deveriam ter prevenido os clientes, pois ninguém aluga uma tenda de um dia para o outro. não preenchi a reclamação, mas deixei um documento a solicitar esclarecimentos. disseram-me que as relações públicas do hotel iriam entrar em contacto comigo. até hoje, nada. quer dizer, alguma coisa, ali, no facebook.

 

onde ficar em covilhã? bom, primeiro peça o calendário de casamentos da tenda

 

Screenshot 2019-02-27 19.52.17.png

acabei por encontrar esta review, no facebook do hotel pura lã - wool valey & spa, com data de fevereiro de 2018. aproveitei a boleia e deixei o meu comentário (em setembro de 2018):

Untitled design (2).png

 

até hoje, não recebi resposta: nem via e-mail, nem ao comentário no facebook. até que voltou a haver um comentário nesta review: 

 

Untitled design (1).png

portanto, foi uma situação pontual em setembro. e em fevereiro - não esquecer a review na qual estes comentários foram deixados.

e como foi uma situação pontual, não falamos mais sobre o assunto. a compensação que me deram foi um desconto que não e devolveu o sono perdido. a questão é que ficaram de me dar uma resposta formal ao meu pedido / reclamação entregue ao senhor da recepção.

hoje lamento não ter pedido o livro de reclamações, pois aí teria direito de resposta formal. 

assim, ficamos só pelos comentários no facebook do puralã e pelo "foi uma situação pontual e podem fazer reservas através deste e-mail".  

podemos sim. podemos reservar estadia na cidade mai linda conhecida comoCovilhã, mas se optarmos por este hotel é melhor perguntar se há casamento na tenda. 

 

 

" Como é que uma escrita vulgar é igualmente excêntrica? Quando nos surpreende."

"A estranheza perante Conan Osiris leva-nos a procurar referências que se lhe ajustem. A mais imediata será António Variações, mas não, Conan não é uma variação do Variações. Desde logo porque não tem Pedro Ayres Magalhães algum a domesticar o indomesticável (e isso sucedeu com Variações, embora António fosse um aluno que sempre acrescentou mais e mais, desobediente e grandioso ao ponto de fazer esquecer as regras de um jogo pequenino. Ultrapassou tudo e todos). Conan tem consigo a mesma bagagem do inesperado, em escala ainda mais acelerada e isso corre sempre a seu favor. Sobretudo porque há quem o não perceba. Conan não é para perceber, não é mainstream e faz mais por todas as expressões artísticas que todos os consagrados que passam a vida, que remédio, a auto-consagrarem-se. Espécie de movimento perpétuo do nada. Conan vai na direcção oposta. Em tudo o que toca e canta há um sabor popular que se encontra nas velhas cantadeiras portuguesa, russas, búlgaras. Que sei eu... As letras são poemas excêntricos e vulgares. Como é que uma escrita vulgar é igualmente excêntrica? Quando nos surpreende.

 

Eu parti o telemóvel
A tentar ligar para o céu
Pa' saber se eu mato a saudade
Ou quem morre sou eu

E quem mata quem
Quem mata quem mata?
Quem mata quem?
Nem eu sei
Quando eu souber, eu não ligo a mais ninguém

E se a vida ligar
Se a vida mandar mensagem
Se ela não parar
E tu não tiveres coragem de atender
Tu já sabes o que é que vai acontecer

Eu vou descer a minha escada
Vou estragar o telemóvel
O telele
Eu vou partir o telemóvel
O teu e o meu
E eu vou estragar o telemóvel
Eu quero viver e escangalhar o telemóvel

E se eu partir o telemóvel?
Eu só parto aquilo que é meu
'Tou para ver se a saudade morre
Vai na volta, quem morre sou eu

Quem mata quem mata?
Eu nem sei
A chibaria nunca viu nascer ninguém

Eu partia telemóveis
Mas eu nunca mais parto o meu
Eu sei que a saudade 'tá morta
Quem mandou a flecha fui eu
Quem mandou a flecha fui eu
Fui eu

 

Quem se dedicar à vaca da hermenêutica deste poema está condenado a estragar tudo. 
Para mim, ouvir Conan é um gozo que se espalha pelo meu corpo, mesmo que incapaz de dançar como o belo rapaz que acompanha o belo Conan.

 

Espero que ganhe a Eurovisão e que se represente como é: um meteorito caído no centro da cabeça de cada um, em especial de todos. Avé Conan, o multidisciplinar despreocupado com explicações que não são para aqui chamadas. De resto, poucos são os artistas que não metem água ao explicar o que fazem. Poucos são os que apontam para a obra e, calados, se afastam sem dar uma pista que seja."

 

texto de Fátima Rolo Duarte (no facebook)

"são só pessoas"

2019-01-25 19.50.45.jpg

hoje li este texto da joana martins,

escapar do que esperam de nós,

sobre o programa no qual participei para falar da forma como vivem os gordos num mundo onde é suposto todos vestirmos o 36 ou 38 e o S ou o M.

fiquem com isto:

 

É que vê-se que estas pessoas são esclarecidas. Elas não estão a pedir desculpa, nem sequer estão a pedir que aceitemos. Estão só a explicar-se. E explicam-se bem e acabam por desdramatizar uma série de coisas. São só pessoas.

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D