Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

já está

mestre_uac.jpg

já está - é o que o senhor grita no estádio da luz quando a equipa do benfica marca golos. e foi o que pensei quando cheguei à sala onde iam acontecer as provas públicas do meu mestrado. "já está". 

também ficava bem um "we made, we here". we - pois este trabalho foi partilhado com uma orientadora e uma co-orientadora. foi um trabalho partilhado, sim, que envolveu muitos momentos em companhia do computador e dos ficheiros word que gritavam por palavras. adiei o momento da entrega e falhei os objectivos iniciais: a vida meteu-se pelo meio e acreditem que isto de trabalhar, como freelancer, e estudar para escrever uma dissertação não é nada fácil. exige muita disciplina e a noção de que o tempo escorre pelas mãos, qual areia fina da praia. 

já sou mestre, em gestão de recursos humanos. portanto, posso dizer que já conhecia o processo. mas o meu contexto era diferente e nem por isso fui mais rápida na escrita. neste segundo mestrado, em filosofia para crianças, junto da única universidade portuguesa que tem este curso no seu currículo (a universidade dos açores), o tema é-me muito querido e familiar. trabalho nesta área há 10 anos. faltava, por isso, dar o pulo da prática para a teoria, de uma forma académica e reconhecida pelos pares. e lá pulei eu, até Ponta Delgada para poder dizer "já está".

e agora? agora é seguir caminho. há uma revisão para fazer, no texto, com base no que ouvi das arguentes. haverá sempre algo a melhorar, a mudar, a corrigir, a acrescentar ou a retirar, mas tenho de fechar o capítulo e seguir em frente. 

não, não estou a falar de doutoramento. é mesmo seguir com a minha vida, com aquilo que suspendi por causa do mestrado (sim, escolhas e consequências) e saborear o facto de ter chegado ao fim, com distinção. 

 

 

 

 

6 pontos sobre coisas que vocês podem ler e pensar "ah, i don't care"

shhhh, it's all so quiet

não é que algum de vós estivesse inquieto e "ai ai ai o que é feito da cachopa". vai na volta, até já teriam questionado o motivo do meu silêncio. é o que faço quando as pessoas dos blogs que sigo estão algum tempo sem fazer publicações. 

há vários motivos para o silêncio, entre a falta de tempo e alguma falta de vontade para escrever. além disso, ando a guardar as palavras todas para a tese, que está mesmo, mesmo, mesmo na recta final. até o Kioko dá uma ajuda na revisão do texto: 

 

44167184_356453245126374_7104671180908396544_n.jpg

organizar o tempo

desde há uns meses que tenho vindo a pensar no tempo que invisto em cada uma das minhas tarefas diárias. como sabem, trabalho com e em social media e acabo por passar muitas horas online. por esse motivo tenho evitado passar o contacto telefónico a clientes e/ou parceiros para evitar dispersar nas tarefas. o e-mail e/ou o slack são os meus canais de comunicação privilegiados. estou também a eliminar os grupos de trabalho no whatsapp e só tenho "uma pedra no sapato" que não vou conseguir descalçar.

as notificações estão todas desligadas: no pc, no telemóvel, no ipad.o fb e o messenger desapareceram do telemóvel (confesso que não sei explicar o motivo pelo qual deixei o reddit ou o tinder. adiante). 

 

tumblr_pgllvrCIfC1qhzqx6o1_500.jpg

 

economia da distração ou JOMO

BTW, oiçam este vídeo sobre a economia da distração. e celebrem a JOMO: the joy of missing out. não "derivado de" ai ai ai que as redes sociais, os sites, as apps são demoníacas. não são. temos várias possibilidades de tomar conta da nossa vida. disse-o aqui, em entrevista ao João Pico (Comprimido). 

 

e agora, joana?

continuo a visitar o twitter com regularidade, pois é lá que sei o que se passa no mundo e tenho muitos dos meus contactos de trabalho. é lá que me divirto, também. aprecio o instagram, sobretudo as stories, pelo que vou continuar a partilhar coisas por lá. vou deixar de seguir pessoas e marcas, pois estou sem paciência para seguir conteúdo vazio - foi esse o motivo pelo qual decidi assumir o low profile no fb.

 

tumblr_pgn31jRG0i1qhzqx6o1_500.jpg

 

ah, sim. a tese.

está quase, quase, quase.

 

tumblr_pgcfj3Wv501qhzqx6o1_500.jpg

 

e outras coisas. não vou mentir.

estou muito entusiasmada por fazer parte deste projecto da fundação portuguesa das comunicações, pois terei a possibilidade de conversar com pessoas sabedoras, interessantes e interessadas sobre o tema da tecnologia e da humanidade. o primeiro debate já aconteceu e em novembro há mais.

continuo a luta da #joanamenoscinco, pois o desafio é diário. perder peso é fixe, manter é algo no qual tenho de focar.

sobre a rubrica #terceiraoportunidade: voltarei a escrever sobre isto em novembro ou dezembro, conforme haja tempo. exige dedicação e tempo e agora não vou conseguir dar conta do recado.

participei no #clicksummitpt e escrevi umas coisas sobre isso, para o shifter. também aqui escrevi uma espécie de manual para não sermos uns totós nas redes sociais (malta: TOMEM CONTA DA VOSSA VIDA!!!).

 

tumblr_pghbv8XQwN1qhzqx6o1_500.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

a formadora que gosta de ser formanda

tumblr_p63esiq78W1qhzqx6o1_500.jpg

 

afirmei AQUI e volto a repetir: 

Vivemos um momento em que tudo muda, de forma muito rápida. A verdade é que Heraclito de Éfeso já tinha anunciado a mudança como a única constante da vida, há uns milhares de anos. Agora essa mudança é cada vez mais visível e atinge-nos de forma mais directa, nas pequenas (e grandes) coisas do quotidiano. ​A área do marketing digital, em particular, exige uma atenção diária a novos estudos, aos avanços tecnológicos – e também ao contexto, ao momento. Nesse sentido, a formação é essencial, para abrir horizontes e treinarmos a nossa atenção ao que se passa à nossa volta. Também é fundamental para que saibamos marcar a diferença no nosso trabalho, para criarmos uma linha que nos identifique e com a qual nos identificamos. 

O marketing digital é um mundo: nesta área podemos desenvolver-nos de formas muito diferentes e também contactar com pessoas que têm percursos diferentes. É bom fazer formação para afinarmos a nossa própria postura, aprender com os outros olhares e perspectivas sobre o mesmo.

 

tumblr_p67k4rhs7P1qhzqx6o1_500.jpg

 

e foi essa a razão que me levou a ser formanda, durante um fim-de-semana intenso. foi duro - e compensou todos os minutos.

sou uma formadora que gosta de ser formanda. enquanto freelancer é FUNDAMENTAL actualizar conhecimentos e aprender com os outros. parto do princípio que os outros têm algo para me ensinar, algo que pode acrescentar valor ao meu trabalho e também à minha postura enquanto 'ssoa humana. 

:: i just kant ::

 

(atentem, vem aí um super cliché)

a vida é feita de decisões difíceis. (viram, viram?)

desde há umas semanas para cá que dormia mal, que não conseguia produzir como devia, que andava agastada. a tese. sim, muitas leituras feitas, sim, muitos rascunhos. mas e a tese? e o prazo a aproximar-se? e os dias sempre curtos para tudo?

a tese.

a decisão.

pensei, pensei. passei horas a tentar dormir, sempre a pensar nisto. 

e decidi assumir que não tenho as condições necessárias para concluir a tese. falta energia, motivação, tempo. falta a estabilidade que a vida de freenlancer não me dá. 

era bom que fosse possível suspender a vida durante um mês para me dedicar 100% a isto. era bom, mas como não vai dar, é melhor reconciliar-me com a realidade.

 

2269990_1.jpg

 

até já, kant. prometo que não te vou fechar numa gaveta para sempre. voltarei a ti. noutra altura.

a tua,

 

joana rita 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D