Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

eu e as tshirts <3

DdKZJeAX4AAdqbC.jpg

 

vocês sabem que eu não resisto a tshirts "que dizem coisas". e que não resisto à série La Casa de Papel. agora imaginem o dois em um!

passei ali pela Megaphone e rendi-me a este modelo nairobiano que fica "a matar" com as minhas calças camufladas (e com o macacão vermelho, hum?). ok, e também não consegui resistir a uma com unicórnios. vidas, né?

 

o serviço é 5 estrelas: pela rapidez, pela qualidade do algodão e da impressão. além disso, conseguimos acompanhar o estado da encomenda e da entrega, ao momento. 

 

(e havia gomas na encomenda. G-O-M-A-S)

voltar ao lugar onde e com quem somos felizes

tumblr_ooig5zEyoC1qhzqx6o1_500.jpg

encontrar aquele amigo de sempre, partilhar estórias e novidades. tristezas e alegrias. 

tumblr_ooig7p648G1qhzqx6o1_500.jpg

levar os totós a alcobaça e aproveitar para ouvir a minha banda portuguesa preferida de todo o sempre, "em casa". the gift, sim. foi muito, muito bom. emociono-me sempre com o "fácil de entender", danço, choro, sorrio. é tão bom ver que a banda se entrega à música, ao público. 

as músicas dos The Gift acompanharam tanto e muito alguns dos momentos mais importantes da minha vida. e depois, em palco, são sempre surpreendentes. esta tour, ALTAR, prima pela simplicidade na forma de estar em palco, mas com pormenores que são maiores, ainda que muito discretos.

e foi muito, muito bom ir ver um concerto just for the fun, sem ter que escrever reportagem.

toda uma liberdade só para sentir. sem ter que tomar notas ou prestar atenção ao alinhamento. 

tumblr_ooisrcqzOF1qhzqx6o1_500.jpg

dias de puro egoísmo: livros, e o M da Mónica Mendes. 

tumblr_ooglaceNOo1qhzqx6o1_500.jpg

 

e aquela miúda mais gira, claro. a mais bonita. a mais doce, não fosse Mel, o seu nome

tumblr_oogq1z0gq91qhzqx6o1_500.jpg

 yoga na companhia do kendrick. a internet estava completamente louca com este DAMN.

tumblr_ooi53bwaOQ1qhzqx6o1_500.jpg

 

e a autenticidade. ser autêntico é um compromisso para connosco. não tem nada a ver com os outros. 

 

"eu quero disso que vocês estão a fumar"

o local? o martim moniz, a praça central. havia noite de kizomba e eu arrastei o Marco comigo. fomos buscar uma cerveja, escolhemos um sítio para nos sentarmos e toca de pôr a conversa em dia. muita risada, boa disposição. ok, parvoíce à mistura.

uma senhora aproxima-se de nós. pede desculpas por estar a incomodar, foi muito educada: "desculpem e não me levem a mal, mas preciso muito de vos fazer uma pergunta. não me levem a mal, sim?"

e eis que surge a pergunta: "vocês têm ganza? é que estão tão bem dispostos que eu achei que podiam ter ganza..."

e nós rimos, ainda mais. "não, não temos."

a senhora voltou a pedir desculpas pelo incómodo e seguiu caminho.

"Marco, ouviste o mesmo que eu, certo?" perguntei.

 

a verdade é que não é preciso ganza para rir. a sério, não é. e não é uma imperial que provoca boa disposição. a verdade é que também não tardou muito para se sentir todo um cheiro a erva, naquela praça. sim, ao ar livre.

a minha vontade foi chamar a senhora e dizer-lhe: "não temos ganza, mas olhe que por aqui parece que basta respirar!"

 

 

 

REUtiliZar

tumblr_od6s50doCG1qhzqx6o1_500.jpg

 

já vos falei, várias vezes, da minha amiga Zélia e das coisas bonitas que faz.

até já vos falei do livro que a Zélia escreveu, a terapia do tricot - recordam-se? 

hoje partilho convosco este BiGBaG, que tem uma história especial: é feito a partir de uns calções de ganga que já tinham sido as minhas calças de ganga preferidas de sempre. penso que todos temos aquela roupa especial, que nos deixa seguros, confortáveis e que usamos em situações especiais. bom, eu tenho. este saco é feito dessa roupa especial, dessas calças que eram à boca de sino, que ficaram russas das lavagens e do uso, que levaram remendos para durar mais um tempo, que foram apertadas devido à perda de peso, que se transformaram em calções e que estavam ali num canto, à espera que eu decidisse se seria ou não capaz de as deitar fora. 

eis que a Zélia aparece com este projecto novo, de dar nova vida a peças de roupa, sobretudo de ganga. e vi ali  a possibilidade de continuar a dar vida às tais calças.

as joaninhas fazem parte de um tecido que comprei para fazer duas peças de roupa, costuradas pela mamãe Sabel. 

peguei em tudo, enviei via ctt para a Zélia e esperei que o senhor carteiro me trouxesse as calças - que eram calções - em forma de saco XXL para levar tudo e mais alguma coisa.

e aqui está ele. é uma peça com história, a partir da qual posso contar estórias, e que está pronta para fazer parte da minha vida, de forma diferente.

 

podem conhecer melhor o trabalho da Zélia, aqui ou aqui. podem dizer que vão da minha parte.  

 

 

entretanto, no (meu) mundo

parece que o psicólogo quintino aires voltou a fazer das suas, na tvi. e que o goucha foi uma espécie de herói. li a transcrição do diálogo. sim, o quintino diz montes de coisas com as quais muita gente concorda. coisas de gente que se esquece que a realidade é uma coisa altamente dinânica para que o rótulo de "cigano" ou "preto" signifique uma única coisa.

adiante.

li também que havia filas de 20km na zona da marateca. ah, o querido mês de agosto. 

no twitter, encontrei isto e ri-me. muito. 

continuo a ler o "para onde vão os guarda-chuvas", do afonso cruz. e a adorar.

como tirei o gel das unhas (li num daqueles artigos com listas que é de bom tom falar de coisas fúteis nos posts dos blogs) estou a re-aprender a viver com unhas curtas, tão curtas, tão curtas que nem as sinto. e está a ser uma experiência transformadora (entenda-se, voltei a usar a lima e o corta-unhas, nas unhas das mãos).

notícias sobre incêndios invadem o meu facebook. seguem-se os comentários: "estamos na altura deles". não, não estamos. nunca deveríamos estar, aliás.

houve um sismo na zona oeste. 

o papa francisco visitou os campos de extermínio nazi. as imagens são impressionantes - até mesmo para mim, que não sou particularmente católica e tenho uma relação com o divino de índole religiosa, e não tão centrada na  religião propriamente dita (em baixo, fotografia retirada DAQUI). sei que a minha amiga Ana esteve na Polónia, nas Jornadas Mundiais. e isso deixa-me com o coração a transbordar. 

 

 

1065126.jpeg

 

continua a febre pokémon - e eu que só apanhei três. uma vergonha, bem sei.

tumblr_ob53d0DXEl1qhzqx6o1_500.jpg

voltei à UPPA e matei saudades dos meus miúdos. foram TODOS passear (consegui fazer um passeio grande com a Mel, para compensar os sábados de ausência). e houve tempo para uma fotografia de família: o Morais, a Brave, eu e o Fred.

 

tumblr_ob538qr78X1qhzqx6o1_500.jpg

 

e amanhã é segunda-feira. YEAH.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D