Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

Ta-DA!

18 é um número mágico

 

no dia em que aceitei conversar com a joana martins sobre o preconceito instalado perante os gordos, recebi uma super-hiper-mega notícia: perdi, desde o final de março de 2018... atentem só! 18,3 kg.

 

iniciei esta caminhada com 89,9kg e com expectativas baixas: iria apostar numa perda de 5kg e logo se via. acontece que os resultados foram aparecendo e mantive sempre a motivação: e se perdesse mais uns kgs? condição: sentir-me bem, com energia e sem que isso trouxesse problemas de saúde.

 

"e como te sentes, joana?"

 

até agora está tudo bem. tão bem que aceitei o desafio de expor os preconceitos que os gordos sentem por serem gordos e por se apresentarem no mundo como gordos. há tantas ideias erradas acerca dos gordos e é tão fácil apontar o dedo e dizer: és gordo porque queres, a culpa é tua. 

 

"olá, eu sou a joana e sou gorda!"

 

ser gorda é algo que faz parte de mim. mesmo que tenha perdido 18kgs - já há uns anos atingi um peso limite (para mim) e perdi uns 19kg. encontrei-os de novo, é certo. sei que isso é algo que me pode acontecer e precisei reconciliar-me com isso e agir de forma a proteger a minha saúde (e os meus joelhos, pah!). o peso é algo que consigo controlar, sempre com ajuda da sandra eloi, já o meu metro e meio de altura, esse, já não dá para alterar... 

Screenshot 2019-01-25 21.48.50.png

 

#stayProud

 

sobre o programa da joana martins: em breve vou partilhar convosco as novidades deste projecto muy enorme. tendo em conta os temas que o programa vai abordar, confesso que me sinto pequenina. como se o preconceito de que (sou) fui alvo, sobretudo quando era mais nova (hey, era sempre a gorda da turma), fosse uma gota de água perante tantos preconceitos que se traduzem numa forma desrespeitosa de viver com a diferença. preconceitos esses praticados por pessoas perante pessoas.

ah, as pessoas: o melhor e o pior da humanidade. 

 

 

 

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D