Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

"queres ir à praia?"

isto, pela Susana Romana: 

 

Chegou a altura do ano na qual mal vejo 70 por cento dos meus amigos porque os planos recorrentes são sempre “ir à praia”. Ora eu não gosto de praia. Corrijo: eu gosto do local praia, detesto o ritual de ir à praia e acho a coisa menos relaxante da vida. Uma ou outra vez no ano ainda é naquela, mas se for recorrentemente acho que prefiro ver tinta a secar. Isto porque para mim um dia em que o programinha é “bora para a praia!” resume-se a isto:

8h50 – acordar (via despertador ou, geralmente, via gatos a jogarem à rabia com a minha cabeça).

8h51 – passar por toda uma tômbola de indecisões que implicam, entre outras coisas, tentar pensar se faz ou não sentido tomar o pequeno almoço (porque comer muito antes de ir para a praia faz mal, apesar de eu não me submergir no mar desde 1995) ou se vale ou não a pena tomar duche (o tempo que passo sentada na cama a pensar nisso dava para tomar 12 banhos com leite de burra, como se fosse a Cleópatra).

9h20 – levantar o cu da cama.

9h21 às 10h30 – andar pela casa tipo barata tonta a tentar perceber o que preciso de levar. Onde estão as toalhas? Levo bolachas? Levo a carteira ou passo só o básico para um porta moedas? Os adultos podem usar braçadeiras? Levo casaco para se ficar frio? O creme protector para o corpo é diferente do da cara? É desta que vou ler aquela edição de capa dura do Círculo de Leitores do Moby Dick?

10h31 – pegar numa mala excessivamente cheia de merdas que não vou precisar. Olhar para as pernas. Perceber que preciso de ir dar um jeitinho com a gilette. Garanto ao Jorge que não vou demorar mais de cinco minutos.

10h32 às 11h11 - descobrir que tenho toda um parque nacional Peneda Gerês em mim. É normal ter-se pêlos na parte de trás dos joelhos?

11h12 – fazer vistoria às pernas e às zonas podengas. Concluir que já não tenho pêlos. Passar água nos cortes de gilette.

11h13 – procurar um biquíni ou fato de banho que não esteja todo escafiado por estar enfiado o ano todo no fundo da gaveta das cuecas. Vestir-me. 

11h17 – sair, chinelando pela calçada porque não sei andar de havaianas.

12h – chegar à praia . Encontrar um pedaço de areia que não fique entre uma família disfuncional e um grupo de Erasmus polacos que nunca viu um termómetro acima dos 17 graus.

12h05 – passar longos minutos a pensar se me vou despir ou não, tal é a vontade de passar protector nas minhas coxas do tamanho de sequóias.

12h25 – tirar a roupa. Tentar com nojinho sentar-me sem me sujar de areia.

12h26 – assemelhar-me a um croquete feito por alguém com tourettes.

12h27 – querer ir à água, não querer deixar os meus pertences sozinhos. Ouvir 15 vezes que nunca ninguém rouba nada na praia. Pensar para mim que só não roubo i iPod touch dos Erasmus polacos porque ia tralhar ao correr na areia.

12h28 – caminhar até à água, olhando para os meus pertences cerca de 32 vezes ao longo do caminho.

12h30 – meter os pés na água. Está um gelo. Olhar para o horizonte bucólica só para não dar a parte de fraca de que só estive no mar 9 segundos.

12h32 – sair da água, que só me molhou os pés e um joelho incauto.

12h33 – perceber que o gelo da água me deixou com vontade de fazer xixi.

12h34 – meter de novo os pés na água. Pensar se vão topar se me meter a mijar pelas pernas abaixo.

12h36 – ir até ao bar da praia fazer xixi. Não pensar no nojo de estar num WC público descalça. 

12h40 – regressar à toalha.

12h41 – perceber, com a ajuda da luz solar, que falhei redondamente na missão gilette. Continuo a ter pêlos, mas fazem desenhos e padrões. Parece que tenho uma suástica na virilha.

12h43 – tentar ler.

12h44 – mudar de posição para ler.

12h46 – mudar de novo de posição para ler.

12h50 – deitar-me pegando nos livros com os braços esticados.

12h51 – edição do Círculo de Leitores cai-me na tromba. Desisto de ler.

12h52 – apesar de estar besuntada de creme e de só estar ao sol há nonossegundos, começo a sentir um forte escaldão nos únicos dois centímetros nos quais não meti creme. 

12h54 – tento comer bolachas. Vejo uma rapariga com barriga de tanquinho a beber um sumo detox. Volto a guardar as bolachas.

12h55 – bolachas deixam-me embuchada. Pego na garrafa de água. Parece que meti à boca o conteúdo de um saco de água quente, sabor a plástico incluído.

12h56 – mexer no telemóvel para ver as horas. Para mim aquela hora de praia já está bom. Para os restantes convivas é ainda a ponta do iceberg das sete horas que planeiam ficar naquele lugar onde NENHUMA actividade é sequer vagamente confortável. Invejo as cervejas do LIDL trazidas pelos Erasmus.

14h12 – levanta-se vento. Finalmente concede-se que não está agradável na praia. Equaciono tatuar nas nalgas o bonequinho que simbolizava o Wind no Captain Planet, por me ter salvo a vida.

Aguento isto, vá, duas vezes ao ano. Mais do que isso entra na convenção de Genebra.

Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D