Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

praticamente um ano depois



concluo que a decisão foi pelo melhor. um ano depois, voltei ao otorrino para a avaliação de rotina dojóvidos e está tudo calmo, estabilizado. ao contrário dos 2 primeiros anos, em que as crises persistiam, insistiam e os acufenos não me permitiam fazer a minha vida de todos os dias. é certo que me vi forçada a deixar um "emprego digno" e a "optar" por uma profissão indignada. é certo que isso trouxe mudanças, reajustes, uma vida nova com um rendimento mensal inferior. mas a tranquilidade que isso me trouxe - e a estabilização da doença, do méniere... há coisas que não têm preço!


é triste que os doentes crónicos passem por momentos de incompreensão e de renitência por parte das entidades empregadoras, que não fazem um esforço para se ajustar às pequenas incapacidades dos seus colaboradores - que tantas vezes são pessoas competentes e com provas dadas.


é triste. é a realidade. e quem, como eu, não está a 100% para certas e determinadas tarefas (no meu caso, envolviam a exposição diária e contínua a equipamentos com forte índice de ruído), mas também ainda não está propriamente incapaz - apenas queremos salvaguardar a qualidade de vida... eu e as outras pessoas nestas condições deveriam poder escolher com serenidade, optar pela sua saúde, sem ter que ceder a discursos com "cheiro" a gestão pelo terror.


viver em liberdade, poder escolher. ter, criar alternativas. acho que foi para e por isto que se fez Abril, não?


praticamente um ano depois estou (sou!) mais livre.

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D