Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

Pedro

perguntam-me, várias vezes, pelo motivo para passar tanto tempo no twitter. há vários motivos e aquele que tem mais peso é este: 'SSOAS.

 

através do twitter conheci 'ssoas que "sim, senhor". o apoio que tenho tido nos vários momentos da minha vida pessoal e profissional vem daquela rede, ou melhor, das 'ssoas que marcam presença naquela rede. uma dessas pessoas é o Pedro. não sei dizer exactamente em que momento conheci o Pedro, mas foi das primeiras 'ssoas com quem fui criando ligação, no twitter. 

 

o Pedro abriu-me as portas da sua casa quando precisei de alojamento durante um congresso de filosofia. nem hesitou. foi buscar-me à estação e foi um verdadeiro guia na cidade. deu-me a chave da sua casa, confiou em mim como se nos conhecessemos desde a infância. só falhou no dia da despedida: o Pedro adormeceu e não se levantou na hora de me ir levar à estação. e eu, que não sou de cerimónias, saí silenciosamente de casa e deixei um bilhete a agradecer a hospitalidade. no café, apanhei um táxi e fui até à estação. o Pedro ficou aborrecido comigo porque eu não fui bater à porta do quarto para o acordar. 

 

o Pedro é uma das razões para eu dizer que o twitter é aquela rede onde não encontramos os nossos amigos de infância ou da secundária, mas onde é possível fazer amigos. amigos que nos acolhem em casa, como se fossemos da casa. 

 

partilhei com o Pedro a redacção virtual do musicfest.pt e fica na memória uma francesinha (ou melhor, três) que devorámos ao almoço: eu, o Pedro e o Marco, a caminho do festival de Paredes de Coura, um festival onde o Pedro gostava muito de ir, para escrever ou para fotografar. 

 

o Pedro deixou-nos hoje, à conta de uma malvada doença que se chama cancro. 

temos sempre esperança que os tratamentos resultem, que se descubra algo a tempo. temos sempre esperança sobretudo quando há tanto por viver. temos sempre esperança que os pais não vejam o seu filho partir,  tão cedo. com tanto para viver. 

 

há uns anos, eu e o Marco Almeida tivemos uma ideia, a de criar um Festival do Além.

o motivo? o falecimento de artistas que tanto admirávamos. foi uma forma de prestar homenagem, com humor e com amor.

hoje o (Festival do) Além ganhou um repórter. 
Pedro, curte aí a música das esferas celestes e guarda-nos lugar na sala da press.

 

é assim que te recordamos: 

21150433_10209464490081569_363287847742662555_n.jp

(a foto é do Miguel Pereira e foi tirada no Vilar de Mouros)

 

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D