Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

o Pedro e a Ana precisam da nossa ajuda




O meu filho Pedro tem quase 25 anos e eu 50. Metade da minha vida dedicada a um filho?, ahhh sim, e quando penso, acho que faria tudo igual, erros e acertos, pois que os senti a cada momento como a porta certa, o caminho a seguir. No final, sei que fiz um grande trabalho com este filho, que lhe ensinei e lhe dei muito mais alma que é expectável, mas isso, qualquer mãe de autista poderá dizer o mes...mo: somos feitas da mesma massa e não desistimos à primeira pancada da vida, nem à segunda e à terceira, já criamos um calo bem eficaz que por vezes faz vislumbrar uma quasi-capa de super-mulher. Mas o Pai Natal não existe e a super-mulher também não.


Hoje é o meu dia de atirar a toalha ao chão. Sinto-me triste por escrever estas palavras e ter de recorrer às redes sociais, não para colocar uma foto bonitinha do meu filho lindo, mas para fazer um pedido difícil:


Há muito tempo que luto para conseguir sobreviver sem dinheiro. Não estou a conseguir (ou não estou a conseguir suportar a situação por mais tempo). Estou em falta com a associação de autistas onde o meu filho está durante a semana, a APPDA-Lisboa, tenho muitas mensalidades em atraso e é urgente regularizar esta situação. Preciso de ajuda para pagar esta conta, sob a pena do meu filho perder toda a qualidade de vida que tem neste momento.


O Pedro frequenta a APPDA-Lisboa desde os seus 18 anos e após o período inicial (que foi difícil, até talvez mais para mim que para ele), a adaptação foi muito importante para o seu bem-estar e até para a sua saúde mental. Tem fases muito complicadas, de grande violência que tenho tremenda dificuldade em contornar (quando consigo contornar ou até controlar), mas nesta fase está tão tranquilo e feliz que me dá uma imensa pena saber que ele se apercebe do que se passa - apesar de eu tentar disfarçar, anda ansioso mas sinto que não 'estica mais a corda' porque vê que eu não aguento... e o não ter capacidade financeira para poder fazer mais... Sei que estas palavras são fruto de um grande desespero, como canta Djavan: "Sabe lá o que é não ter e ter que ter pra dar", vou deixar aqui o meu apelo e quem me puder ajudar a ajudar o meu filho, é só isso que peço.


Muito grata, Ana Martins

Banco BPI NIB:            


0010 0000 5031 7230 0013 6

IBAN: PT 50 0010 0000 5031 7230 0013 6


+ informação AQUI - e sim, eu conheço a Ana e o Pedro

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D