Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

(o meu) kit essencial para os festivais de verão

 

o verão não chegou, mas os festivais já se fazem ouvir, fim-de-semana sim, fim-de-semana sim. não tenho experiência em festivais que exigem acampamento, pelo que este não será o artigo ideal para ler, caso seja essa a vossa premissa.

 

tumblr_pbx5bvdt3B1qhzqx6o1_500.jpg

 

 

planear a ida e a volta

é importante planear bem a hora de ida, bem como a de volta. os transportes públicos podem ser uma boa opção, mas é melhor investir algum tempo a investir nos horários. 

caso a escolha seja a do transporte próprio, verifiquem possibilidades de estacionamento nas imediações. se o estacionamento for pago, levem moedas e/ou instalem a aplicação da emel (em lisboa).

roupa e calçado confortável

num festival passamos algumas horas em pé e nem sempre temos uma cadeira limpa para nos sentarmos: o chão pode ser o local ideal para descansarmos. nada como levar uma roupa confortável, bem como um par de ténis com alguma rodagem e que garantidamente não nos vão moer os pés. quanto ao look mais ou menos fashion, fica uma dica: evitem as tshirts dos ramones ou dos guns. os senhores não estar em nenhum dos festivais deste verão, em portugal. aconselha-se um agasalho, pois a noite traz uma brisa que pode arrefecer o decote mais generoso. 

smartphone, power bank e o respectivo cabinho

para estarmos em contacto, para irmos ao instagram quando o concerto está chato, para largar uns disparates no twitter: o telefone e uma bateria extra são elementos FUNDAMENTAIS no kit do festivaleiro!

poop bags (eu explico!!) e toalhitas 

a experiência de ir a uma casa de banho durante o festival é digna de vários capítulos de uma história que cheira mal. desculpem, mas é assim mesmo. há uns anos passei horrores nos WV portáteis do bons sons. no alive são filas e filas e depois a porta não se segura e não há papel higiénico. mais dramático, quando se é mulher o estamos em pleno ciclo menstrual: os WC não têm caixotes do lixo. e depois é aquilo que se sabe e que me escuso a descrever aqui. por esse motivo, coloco sempre na mochila um rolo de sacos para os cocós do cão que me servem de caixote do lixo. e claro, as toalhitas (ou dodots) são parte integrante da mochila e/ou mala à tiracolo. 

tampões para os ouvidos, óculos de sol e o protector solar. e preservativos.

para nos proteger do som - mesmo que seja a nossa banda preferida, hey, isto é coisa para nos arreliar o tímpano! - e para nos proteger do sol: tampões nos ouvidos, óculos de sol e não sair de casa sem o protector solar. um chapéu giro e fashion também fará maravillhas.

e sim, perservativos because é melhor prevenir do que DST ou pílula do dia seguinte, certo? 

trocos (sim, dinheiro a sério, notas e moedas!)

ainda que haja atm nos festivais, a verdade é que ter trocos connosco poderá poupar-nos tempo nas filas.  

mala à tiracolo & carteira 

vacilo entre a escolha da mochila e da mala à tiracolo. esta última tem como vantagem ter tudo "à mão". 

na vossa carteira levem apenas o essencial: o documento de identificação, a carta de condução e o cartão de dador de sangue (sim, caso tenham um acidente, dá jeito saber o tipo de sangue. desculpem lá o tom demasiado realista da coisa!). caso escolham os transportes públicos, levem o passe ou o bilhete já carregado. não vão precisar dos cartões de desconto nem do cartão de sócio do vosso clube de futebol.

 

*

caso se estejam a preparar para ir ao sbsr, tal como eu, verifiquem a lista de objectos proibidos. lembrem-se que há revista à entrada do festival e não vale a pena levar aquilo que será barrado. para consultar os horários deste (e de outros festivais) aconselho-vos a visitar o site musicfest.pt - estarei presente no sbsr como repórter, pelo terceiro ano consecutivo. é um daqueles voluntariados que se fazem por amizade e por gosto à escrita. e mal posso esperar pelo dia 19 de julho e pelo tributo ao zé pedro (e sim, vou comprar uma das tshirts mai'lindas!), pelo slow j e pelo sr clementine. 

 

5 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D