Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

no facebook, como na vida

o António, pah. o que é feito dele? há que tempos que não o vejo no facebook. será que está tudo bem.

 

(e eis que nós encontramos o António, por acaso e lhe perguntamos)

 

António, o que é feito de ti? Não tens escrito nada no facebook?

 

(agora já não se pergunta como vai a vida, diz-se: vejo o que tens feito, no facebook, ou não apareces no facebook, pah)

 

e o António diz: não pah, ainda ontem partilhei o meu jantar, fiz um esparguete à bolonhesa fabuloso. com três filtros do instagram até parece um prato do masterchef. e a minha namorada, a Rute, partilhou um daqueles sumos detox que toda a gente bebe agora

 

. é isso mesmo. tal como na vida, no facebook nós só nos encontramos com quem mantemos uma relação no interior da rede. reparem lá no nº de amigos que têm e naqueles que habitualmente encontram no feed. pois é. o facebook reforça as ligações que encontra (porque comentamos isto ou aquilo e fazemos likes aqui ou ali) e as outras pessoas desaparecem. para as encontrar, temos que ir à procura deles. temos que fazer um esforço: pesquisar o seu nome no fb, enviar-lhe mensagem ou sms. na loucura, combinar um café.

 

«um dia destes combinamos.» um dia -  pode ser hoje?

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.