Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

"estamos lá para os ver ir embora"

12345471_10207441270202235_9029903853620219976_n.j

 

é o que respondo quando alguém me pergunta como é possível fazer voluntariado com animais, num albergue, onde estão para adopção e lidar com a sua ausência.

estamos lá para os ver ir embora. até que isso aconteça, mimamos, alimentamos, medicamos, limpamos muitos cocós, ralhamos, corremos atrás deles, somos passeados por eles (hey, às vezes acontece!). fazemos isso tudo, de sorriso nos lábios, com amor e carinho e na esperança de que na semana seguinte haja uma visita e depois uma adopção, feliz e responsável.

na fotografia está a Ginger* a minha afilhada cor de chocolate que foi adoptada há mais ou menos um ano. as adoptantes eram (são!) super fixes e uns meses depois fui visitá-la. cheirou-me as mãos e lambeu-me a cara. "ela reconheceu-te, joana. ela é super distante com as visitas", disse-me a D. e lá estava ela, uma cadela sempre criada em albergue que se viu a viver em plena lisboa. adaptou-se lindamente. as adoptantes nunca tinham tido um cão e estavam muito felizes com o facto da Ginger fazer parte da sua vida.

"quando quiseres aparece" - o convite para voltar foi feito, mas eu não voltei. acompanho as fotografias no instagram e sei que a Ginger está bem.

estamos lá para os ver ir embora.

e depois olhamos para o albergue e continuamos o trabalho, com os canitos que ainda estão à espera de uma oportunidade e outros que vão chegando. 

é inevitável criar empatia e laços mais fortes com um ou outro canito. é impossível, creio. por isso custa vê-los ir embora. saber que estão bem e felizes é aquilo que nos tranquiliza. proporcionar a melhor vida possível aos canitos que ficam - é essa a tarefa que os voluntários têm e assumem, dentro da sua disponibilidade de tempo. 

 

 

* o Fred, que está lá ao fundo, na fotografia, ainda não foi adoptado. ainda!  o dia dele há-de chegar.

 

 

 

 

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D