Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

"o último... do ano"

- hoje é o dia de fazer as últimas coisas do ano...

...e amanhã será o dia de fazer as mesmas coisas, pela primeira vez. 

todo um ciclo que se repete. e nós insistimos em comemorar o fim para poder começar de novo. e para o ano cá estaremos a fazer o mesmo, assim esperamos que aconteça.

nos últimos dias do ano decidi começar coisas. sim, podia ter adiado para 2 ou 3 de janeiro, mas confesso que me deu mais jeito tratar disto nos dias 30 e 31 de dezembro de 2019.

estive a organizar o meu plano de conteúdos, nas diversas redes sociais. a definir o que quero dizer, como e quando.

decidi criar uma newsletter com o compromisso de criar conteúdo para a dita cuja uma vez por mês.

do que vou falar por lá?

quero muito que seja um espaço de divulgação dos artigos que publico no blog do meu website, que são redigidos por mim e por um colectivo de autores que amavelmente aceitam o convite. 

 

END2ASIWsAIJ8s-.png

 

pretendo que a newsletter Joana Rita ponto EU seja um ponto de encontro entre os diferentes mundos por onde me movo: a estratégia digital, a formação, a consultoria, os cafés filosóficos e também as conversas que tenho o prazer de moderar. 

se pretendes subscrever a newsletter, basta clicar aqui e deixar o teu e-mail.

prometo não praticar o spam e podes sempre desistir a qualquer momento. 

 

ENHgONgWoAEeFmD.jpg

no último dia do ano a Dora veio trazer-me limões. venha daí essa limonada gostosa.

um super 2020 para todos! 

 

 

#cenasfixespara

ver

merlin_164868852_1bfc68a4-f644-4f19-b724-e8da3af9c

está na netflix e, por mim, podia ter sido o substituto do "sound of music", na tarde de natal. um filme com papas, com humanidade, com platão, com besame mucho, com futebol e paixão, com o dancing queen dos abba... e com estes dois senhores actores que nos deixam rendidos à interpretação e à maneira como dão forma e conteúdo a bento xvi e a francisco.

 

*

 

entretanto, a Renascença partilhou este artigo sobre a ficção e a realidade no filme "dois papas", que contém spoilers para quem ainda não viu.

fonte da imagem: New Yort Times

com um vestido preto, a Carlota Natal não se compromete

desafio dos pássaros #15

Rudolfo é uma rena exigente e que pratica o brio no seu trabalho, do primeiro ao último pormenor. é o coordenador das renas que, ano após ano, se dedicam à tarefa de passear pelo mundo, entregando as prendas e permitindo a crianças e adultos que vivam a magia do Natal. 

perante a reforma do Pai Natal, Rudolfo tomou a iniciativa de colocar um anúncio no jornal e em dois sites de emprego, para conseguir candidatos. os requisitos eram os seguintes:

- ter barba e alguma barriga;

- gostar de se vestir de vermelho;

- ser capaz de dizer HO HO HO várias vezes ao dia;

- saber acenar e dizer adeus às 'ssoas humanas (e às outras também).

Rudolfo recebeu 12 candidaturas e entrevistou apenas uma pessoa. porquê? bom, os outros onze candidatos falharam redondamente na parte do HO HO HO, no momento do contacto telefónico. parece simples, mas Rudolfo tem mesmo um ouvido muito afinado e buscava o HO HO HO perfeito. e nada menos do que isso.

a Carlota, de 44 anos apresentou-se nos escritórios à hora marcada. vestia-se de preto, não aparentava ter barba (terá usado photoshop na fotografia que seguiu em anexo ao CV?), barriga - nem vê-la. Rudolfo olhou desconfiado para Carlota que parecia não corresponder à imagem que Rudolfo tinha criado na sua cabeça ao ouvir o HO HO HO perfeito, ao telefone.  pediu a Carlota que se sentasse, ofereceu-lhe um café. Rudolfo estava incomodado: será que Carlota seria capaz de desempenhar  a tarefa? mas e a barba? e barriga?

- cara Carlota, como sabe, gostei imenso de ouvir o seu HO HO HO. foi dos HO HO HO mais perfeitos que já ouvi. mas sabe...

- sei, Rudolfo. sou mulher, visto-me de preto e barba e barriga não são o meu forte. mas ando há anos a treinar o HO HO HO perfeito pois sempre quis ter este lugar. viajar pelo mundo é um sonho antigo e se for num trenó com renas... uma experiência única - retorquiu Carlota, sem dar muito tempo a Rudolfo para falar. 

- Carlota, sabe que... - disse Rudolfo que foi imediatamente interrompido.

- ...sei, sim. sei que o mundo já precisa de um Pai Natal que seja uma mãe e que abandone a cor herdada daquela marca de refrigerantes cujo nome não podemos pronunciar por não patrocinar este momento. o mundo precisa de uma Mãe Natal que se vista de negro, pois é uma cor que fica bem com tudo e não compromete ninguém. HO HO HO. - disse Carlota, enquanto se dirigia para os mapas de entregas e de pedidos que estavam na parede do escritório.

- quando começo? - perguntou Carlota. 

Rudolfo nem teve tempo de respirar. "já", disse a rena mais famosa do mundo. HO HO HO. 

 

 

 

TEMA: O Pai Natal decidiu reformar-se e as entrevistas começam esta semana. Descreve uma dessas entrevistas na perspectiva do recrutador de recursos humanos: A Rena Rudolfo.

viagem ao passado

drbayard

na semana passada fui visitar a fábrica Dr. Bayard, que fica ali mesmo na Amadora. é um espaço cheio de história e onde o espaço está perfeitamente afinado com o processo de produção.

depois, há a ligação emocional a uma marca que faz parte da minha infância e que me leva ao pote de rebuçados que havia na casa da minha avó. muito eu tossia quando lá chegava.

tive a oportunidade de registar alguns momentos da minha visita, no Twitter, que encontram no meu perfil (separador media) ou pesquisando pela áxetague #drbayard.

 

drbayardjoana.jpg

 

 

the irishman

the_irishmanjpg

 

é um Scorsese e está na Netflix - isto, só por si, basta para que se escreva muito sobre o assunto, mesmo sem ver o filme. 

é um Scorsese e tem mais de 3h e as 'ssoas vão fazer pausa e ver aos bocadinhos - sacrilégio! e isto, só por si, basta para que se escreva muito sobre o assunto, mesmo sem ver o filme. 

é um belíssimo filme, com grandes actores - isto, só por si, basta para que se subscreva a Netflix (podem fazê-lo gratuitamente durante 30 dias) e que se façam as pausas necessárias durante o mesmo. não foi só o espectador que mudou, também o cinema mudou: agora há intervalos, pausas que o espectador não escolhe, mesmo depois de pagar o bilhete. 

 

 

curriculum vitae

Screenshot 2019-12-10 13.39.15.png

há uns anos tive de fazer o meu cv em modelo europeu, por causa do mestrado. foi uma dor, confesso, pois o modelo europeu é tudo menos amigável no formato.

confesso que uso o meu linkedin como cv, mas tudo depende da área à qual me estou a candidatar. se estivermos a falar de filosofia, prefiro enviar um documento em pdf que já tenho alinhavado e que ajusto consoante a posição à qual me vou candidatar.

no que diz respeito ao marketing (e sobretudo ao marketing digital) julgo que a minha presença nas redes sociais fala muito pelo meu trabalho. ainda assim, no verão passado partilhei com o mundo o meu website onde tenho a informação toda organizada, com recomendações de pessoas com quem já trabalhei. 

nos dias que correm e nas áreas onde me movo, o melhor cv é mesmo aquilo que o google devolve quando pesquisam o meu nome: joana rita sousa. aposto que encontram o twitter, o #twitterchatpt, artigos do Shifter, a minha participação em podcasts, a filosofia para crianças. ou a TEDx talk que fiz. e aquele vídeo no alive? esse talvez esteja escondido na segunda ou terceira página.

está tudo à vista. a minha pegada digital fala por mim.

há quem diga que isto é pretensioso - há quem diga isto usando a palavra em inglês, cocky. afinal, quem é cocky, quem é? 

 

la la land

desafio dos pássaros #13

ao sair do bar, Mia volta atrás. quer olhar Sebastian pela última vez, trocar mais um sorriso. Sebastian devolve-lhe um olhar intenso de quem quer mais. Mia baixa o olhar. Sebastian dá indicação aos músicos para continuarem sem ele. levanta-se, desce do palco e caminha até Mia.

- conseguiste o teu bar, disse Mia.

- e tu és uma actriz bem sucedida. conseguiste, disse Sebastian.

- conseguimos tudo menos "nós".

Mia abraçou Sebastian. as saudades eram imensas. a vida a dois foi intensa demais para que este momento pudesse existir sem um abraço. 

- estás bem?, perguntou Sebastian.

- agora estou, respondeu Mia.

Mia e Sebastian partilharam sonhos que não podiam viver a dois. partilharam uma vida que não podia ser sonhada a dois. e aceitaram essa dor que advém do facto de não ser possível, por vezes, amar uma pessoa e gostar da vida a seu lado.

Mia e Sebastian viveram felizes até morrer, ainda que o seu amor não tenha conhecido fim. 

 

 

 

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2019
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2018
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2017
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2016
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2015
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2014
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2013
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2012
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2011
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2010
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2009
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2008
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D