Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

ainda sobre o cocó

Screenshot 2018-04-30 11.36.04.png

 

Screenshot 2018-04-30 11.36.18.png

 

Screenshot 2018-04-30 11.36.41.png

 

ando a pedir explicações em tudo o que é espaço da marca e que permite perguntar, fazer críticas. 

no sábado recebi um e-mail da marca a dizer que "A equipa técnica ainda está a analisar a situação. Iremos verificar se os powerbanks que temos disponíveis se encontram com o mesmo problema para podermos efetuar a troca."

portanto, a minha troca está dependente do facto dos powerbanks que estão na posse da marca funcionarem - ou não.

e já colocaram a hipótese de terem efectuado mal a troca e me terem enviado o artigo inicial? enganos acontecem e isso é compreensível.

ter comprado um artigo no final de fevereiro e não poder usufruir dele, praticamente em maio - isso eu já não considero assim tão compreensível.

 

entretanto passei pela DECO e deixei uma reclamação. neste momento pretendo ter o meu dinheiro de volta. cocó por cocó, prefiro aquele que apanho, às pazadas, no albergue da uppa.

 

(a história do cocó pode ser lida AQUI)

olá, eu sou a joana...

...e perdi 8kgs em 33 dias. 

sem fome, sem sofrimento.

com chá, opções alimentares escolhidas a dedo e muito prazer a comer. 

sem pão, sem massa, sem arroz.

com queijo fresco e requeijão, cogumelos, bolachas de arroz, cereais de milho, iogurtes de soja.

sem ficar a olhar para o pão em cima da mesa.

com uma ou outra refeição em que fugi à regra (sempre ao almoço). 

com o meu bolo preferido, ao sábado (o bom bocado) 

com a certeza de que este não é o plano alimentar ideal para todas as pessoas, mas sim o meu.

e pronto: sobra-me roupa e a sensação é boa. 

a sandra ficou muito contente quando viu o número na balança. e eu? eu também.

o #joanamenoscinco é igual a joana menos oito.

 

tumblr_p7oul0XGnT1qhzqx6o1_500.jpg

 

 

 

neste blog há de tudo um pouco

há elogios. e reclamações. e cocó, também. este post tem um bocadinho de tudo.

 

Screenshot 2018-04-27 20.14.55.png

a ana partilhou comigo uma imagem de uma powerbank em forma de poop. e disse: tem a tua cara! pois tem. e eu  fui procurar onde encontrava uma coisa destas. via google dei de caras com o site insania e com a powerbank. a insania é uma loja online que apregoa "gadgets e presentes originais", bem como "entregas em 24h" e outras coisas simpáticas.

deixei-me encantar pela powerbank e por uma pen em forma de (TA-DA!) unicórnio. fiz a encomendal, paguei e recebi um e-mail a dizer que só tinham um artigo disponível, o outro seria reposto. ok, enviem o que está disponível: e era o cocó.

 

um verdadeiro cocó

aliás, era uma bateria que era um cocó, no verdadeiro sentido da palavra. liguei o cocó à tomada e esperei que a luz vermelha passasse a azul (sinal de que estaria carregada). passaram umas 12h e nada. bom, pode ter a luz "avariada", pensei. vou ligar ao tofone para ver se carrega. e carregou uns 30%. nem mais, nem menos.

fiz uma nova experiência e aconteceu o mesmo. resolvi contactar o chat disponível no site, para perguntar qual era a política de troca ou algo do género. responderam-me que o equipamento deveria ser enviado para o departamento técnico averiguar. quanto tempo demoram a responder? o prazo indicado foi 15 dias.

 

e agora? devolver o artigo 

lá fui aos ctt enviar o cocó, após ter iniciado um processo de reclamação, via e-mail. aguardei os 15 dias e contactei a marca, através do chat online. "nós damos o prazo de 15 dias, mas temos até 30 dias para dar resposta". pronto, tudo bem, eu espero.

e esperei até ao último dia desse prazo para receber um e-mail a dizer: vamos enviar um equipamento novo. 

ah! entretanto a pen não aparecia e tive que contactar a marca, via chat, para saber o estado da encomenda. não tinham data de reposição de stock e perguntaram se preferia receber o dinheiro - e eu disse que sim. pergunto-me o que teria acontecido se não tivesse perguntado nada aos senhores da insania: estaria à espera, até agora.

 

tenho um cocó novo! (só que não)

 

e lá fui eu carregar o cocó. e a história repetiu-se: a luz vermelha nunca chegou a ficar azul e não consegui uma carga completa do telefone. contactei a marca, através do chat. expliquei que já era uma troca e que o equipamento tinha o mesmo problema. entretanto deixei um comentário no instagram da marca, no twitter (que está lá abandonado, parece-me) e num post, no facebook. lá tive resposta a dizer que tinham encaminhado a situação para o departamento técnico - mas não me pediram a devolução do equipamento. aguardo há 10 dias pela resposta a esta reclamação que se resume a um "hey, comprei um equipamento que não funciona, devolvi e agora tem o mesmo problema. e isto é um grande cocó!" a compra aconteceu no final de fevereiro e, mais uns dias, estamos em maio. 

 

queixas insanas. ou insanias. isso

 

"Insania é ter gadgets, presentes originais e prendas fixes para qualquer ocasião." - é sim, ou pelo menos a intenção será essa. todavia, o apoio ao cliente falha, não na falta de resposta, mas na demora da mesma. 

entretanto o google mostrou-me ISTO. parece que há mais pessoas a queixar-se de ineficiência no atendimento ou apoio ao cliente. não estou sozinha nesta luta por um cocó que funcione.

 

caros senhores da insania (ou intelidus, como diz a morada): enviem-me um cocó novo ou, em alternativa, o valor que paguei por ele. 

 

(e sim, da próxima vez ali express comigo!)

 

 

 

 

 

 

 

 

 

quando dizer é fazer


em tempos trabalhei num banco. numa determinada altura desta "carreira" profissional desempenhava funções de front office e estava com mais dois colegas; um deles era o chefe lá da xafarica. não tinha telemóvel profissional e por isso não gostava de atender aquilo que pudesse ser um telefonema de trabalho, fora do horário de expediente. era esta a regra. claro, houve excepções. uma, para ser mais exacta. 
recordo-me que fiquei doente e havia um assunto que estava a meu cargo e que não consegui encaminhar para nenhum deles. o chefe ligou-me para resolver a questão: eu estava de baixa, atendi e resolvi a situação.
quando voltei ao trabalho reportei o sucedido, a quem de direito. por razões que não são para aqui chamadas, o chefe não apreciou que eu tivesse reportado a questão do telefonema. esclarecemos a situação e eu disse: "nota que a partir de hoje não te atendo mais o telefone, fora do horário e/ou quando estiver ausente por doença ou por férias." ele sorriu. pensou que eu estava a brincar ou a dizer algo que não iria cumprir.
e aconteceu: voltei a ficar doente, em casa. ele ligou. e eu não atendi.
 
"liguei-te, mas não atendeste"
 
(eu avisei, né?)
 
 
 
 

21 dias

tumblr_p79tecfEoz1qhzqx6o1_500.jpg

disclaimer: sou a pior pessoa para vos "ensinar" a "comer bem". tenho para mim que este "comer bem" é algo com muitas interpretações e sujeito a várias teorias. não tenho nome para este plano alimentar que estou a seguir, há praticamente um mês e do qual vos falei aqui. foi desenhado para mim, pela sandra eloi, a minha nutricionista.

inclui espelta (um cereal que desconhecia), requeijão ou queijo de ovelha, ovos, canela, cogumelos, fruta (nem todas). carnes brancas, peixe, tofu, seitan.

pão? nem vê-lo.

ao princípio pensei que seria difícil. na verdade, não sou muito apreciadora de comida; há coisas de que gosto muito, mas não sou daquelas pessoas que tira um prazer imenso em sentar à mesa para comer. mas adoro pão. pão é vida. pão é amor. o desafio consistiu mesmo em fazer uma espécie de "desintoxicação" de pão. 

 

tumblr_p76wv4TOyi1qhzqx6o1_500.jpg

nos primeiros dias foi difícil: a torrada. ai a torrada do pequeno almoço que me faz tanta falta. bom, afinal não faz. há outras coisas boas para comer e que me deixam saciada: bolacha de arroz com fiambre ou queijo fresco ou requeijão. e chá, sempre o chá a acompanhar.

 

tumblr_p7c4kokv6T1qhzqx6o1_500.jpg

 

arrisco-me a dizer que estou "viciada" no requeijão e no queijo fresco de ovelha. tem outro sabor e com oregãos e um bocadinho de sal de ervas fica (como dizem as 'ssoas modernas) TOP.

tumblr_p7jsw3xPrf1qhzqx6o1_500.jpg

 

o atum natural, os cogumelos, a fruta (maçã ou pêra), as lulas, os ovos (escalfados, mexidos ou cozidos) têm permitido conjugações diferentes. tenho consumido poucos hidratos de carbono e não tenho fome. sinto-me bem, com energia e a lidar muito bem com as tentações (ir às compras e acenar à prateleira das gomas...).

tumblr_p7l5fldEgm1qhzqx6o1_500.jpg

 

dizem que precisamos de 21 dias para criar novos hábitos. estou nessa fase: já passaram 21 dias e estou quase, quase nos 30. comi pão umas 3 vezes, mas assim uma quantidade mínima. aproveitei os almoços de domingo para fazer alguns disparates (inclui comer o meu bolo preferido, o bom bocado, beber cerveja e/ou gin). 

estou curiosa para perceber o que a balança me vai dizer, no dia da consulta com a sandra. as expectativas são baixas e estou tranquila pois noto diferença de volume na roupa, sobretudo nas calças de ganga e afins. é um bom sinal, mas não aposto sequer num número, para a balança. 

o objectivo é #joanaMenosCinco - e isto é todo um work in progress. 

e sim, o senhor morre mesmo durante o filme

DbLikjoXcAAfbOl.jpg

(gostam da fotografia? e do casaquinho plojombros?)

 

ontem fui ao cinema para assistir ao hilariante filme "A Morte de Estaline". sim, o senhor falece mesmo durante o filme - o spoiler está no título e não há nada a fazer. 

o São Jorge acolhe o Festival Política que, por sua vez, acolhe filmes como este, na sua programação. e acontecem coisas bem catitas por lá, como o meu amigo antónio brito guterres a falar das cidades invísiveis.

e como não posso ir a lado nenhum, tropecei em meia dúzia de 'ssoas conhecidas (da vida real e do twitter, aquela rede que não é relevante em portugal).

mas voltemos ao filme, sim? 

a história passa-se em 1953, em pleno regime estalinista. acontece que, apesar de se assassinarem pessoas gritando "LONGA VIDA A ESTALINE", o senhor é mortal, como todos nós e falece. os momentos que se seguem são de caos e de disputa pelo poder.

o filme realizado por Armando Iannucci é todo ele uma comédia negra em torno do momento "Estaline morreu, e agora?"

 

estreia nas salas de cinema, no dia 25 de Abril. 

 

thumbs.web.sapo.io.jpeg

 

ah! e melhor que "a morte de estaline" só mesmo "o busto" 

 

marcas humanas, demasiado humanas?

10846439_819772071412532_7527738188839828532_n.jpg

 

a associação de marketing digital convidou-me para conversar um pouco sobre a minha experiência no mundo do marketing digital | social media

sugeri um tema que muito me agrada e que norteia o meu trabalho enquanto formadora e consultora na cultura digital: a humanização das marcas (e das pessoas?) 

 

conto convosco? 8 de maio, pelas 19h, no lux lisboa park 

 

podem saber mais AQUI

oh, the little things

 

esperar tem tanto de maravilhoso como de aflitivo. 

é maravilhoso esperar que chegues, no dia e na hora que marcámos. ou esperar pelo nascimento de uma sobrinha: as mãozinhas pequenas, o nariz, os cabelos, os pés. o cheiro a bebé.

é aflitiva a espera num hospital quando se dá entrada nas urgências. a espera para nos chamarem, a espera pelas análises e pelos exames. a espera pelo diagnóstico. esperar pelo autocarro que não sabemos bem a que horas passa e ter compromissos dali a nada. 

é maravilhoso esperar pela chegada daquela encomenda especial. é maravilhoso esperar pelo verão (excepto quando chove muito, vá). 

é aflitivo esperar pela resposta ao e-mail que enviámos com um orçamento. esperar pela transferência agendada e que tarda. esperar na fila do hipermercado - calha-me sempre a fila onde acaba o papel dos talões ou onde o cliente à frente apresenta 1001 talões de desconto. 

é maravilhoso esperar pela hora de início daquele concerto. é maravilhoso esperar pelo próximo capítulo - da série, do livro. 

é aflitivo esperar pelo momento em que vou esperar maravilhosamente por ti. 

 

ás .png

 

Pág. 1/2

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D