Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

das regras - as que são reais e as que se subentendem

 

 

há uns anos valentes o meu pai ofereceu-me um carro, que carinhosamente apelidei de cancro, tendo em conta as maleitas imensas que trazia. gastei muito dinheiro com ele e a dada altura precisei de dinheiro para comprar livros para o semestre da faculdade - e vendi-o. lucrei cerca de 40 contos, 200 euros.

 

ainda foi no tempo dos escudos, isto.

 

no ano passado, ao submeter o IRS, o mano disse que havia uma notificação no portal das finanças, por causa do IUC deste carro. tive que pagar uns 4 ou 5 anos de IUC em atraso: tal como aconteceu com muitos portugueses, de repente era de novo proprietária do seat ibiza. de novo, é como quem diz... o stand recebeu o meu carro, ficou com um documento assinado por mim, eu entreguei o dito cujo e nunca mais soube nada dele.

 

paguei e fui saber como fazer para cancelar a matrícula. ainda fui ver se encontrava vestígios do stand, que entretanto já não existe. pedi a apreensão do veículo e percebi que tinha que esperar 6 meses para poder cancelar a matrícula. ah, e entretanto novo IUC para pagar em Outubro...

 

aos 6 meses do pedido de apreensão começo a tentar perceber o passo seguinte - tudo isto online. após alguns telefonemas, indicam-me que tenho que pedir informações ao IRN, e depois ao IMT. passo a passo, sigo as instruções. aguardo.

 

até que o carteiro me traz a notificação, para pagamento de juros sobre a falta de pagamento do IUC. vou, de novo, perceber o que se passa. mas primeiro pago o que devo.

 

decido ir até ao IMT, porque a senhora com quem falei ao telefone disse que "isso online não fica bem feito". chego e tenho 40 pessoas à frente. espero. chega a minha vez. sento-me e explico à senhora o que se passava.

 

percebemos que houve um erro, uma falha de comunicação entre o IRN e o  IMT: o pedido de apreensão não chegou a ser registado. entretanto, passou um ano.

 

«então é assim, a senhora pode preencher este papel e declarar que o carro foi entregue para abate em 2006. a última inspecção dele é de 2005», enquanto diz isto, a senhora estende-me um papel e marca uma cruzinha no sítio que é para assinar.

 

olho para o papel. mas eu não sei quem tem o carro, não tenho o nome do stand, de nada. não consigo encontrar quaisquer papeis.

 

«sim, mas pode colocar entidade desconhecida. há muita gente que resolve assim, evita burocracia, tá ver?»

 

eu estou a ver, sim. vejo que a declaração diz "sob o compromisso de honra". declarar uma falsidade sob o compromisso de honra não me parece nada bem.

 

repare, digo eu para a senhora, se houve aqui um erro... eu quero reclamar.

 

ela chamou-me a atenção para o facto de não poder declarar que a viatura foi para abate e ainda assim reclamar contra o deficiente cumprimento do pedido de apreensão de veículo que fiz.

 

a senhora voltou a repetir que podia evitar a burocracia. que a reclamaçã vai a instâncias superiores para apreciação. que vai demorar.

 

faço "contas": se pedir agora a apreensão do veículo não consigo evitar o cancelamento da matrícula antes do próximo IUC (Outubro). opto por reclamar, peço os formulários.

 

«a senhora é que sabe, mas podia evitar esta burocracia»

 

moral da história:

 

o serviço online funciona, mas de forma deficiente

alguém errou, mas o melhor é declarar uma mentira sob compromisso de honra

reclamar é burocrático e desaconselhado

 

ah. e não vale a pena receber presentes destes do pai, super envenenados. já percebi, oh deuses, não precisam explicar mais nada.

 

 

oh senhora doutora, as doenças têm idade?

 

a paciente, de 60 anos, foi à médica de família para solicitar os habituais exames do check up anual. sendo mulher, a mamografia, a ecografia pélvica, além da densiometria, fazem parte do "pacote".

 

a médica passou (quase) todos os exames, menos a ecografia pélvica. disse ela, para a paciente " a senhora já não tem idade para fazer esse exame ".

 

não? então as doenças também têm idade, é isso?

e eu fiquei feliz, muito feliz

depois de uma semana em Angra do Heroísmo e Faial, entre festas SanJoaninas, lapas, gin tónico, finos, pequenos almoços com pão de sementes e capuccinos com óptimo aspecto - e MUITA FILOSOFIA pelo meio - fiquei muito feliz por saber que cabia e que por isso podia embarcar para Lisboa.
foram muitas as aventuras que vivemos, muitas risadas, momentos de partilha e sobretudo de encontro. trago o coração cheio e acredito que um kg a mais: é que os gelados da Quinta dos Açores são dos melhores do mundo!

 

gosto de viajar pelo facto de me permitir chegar: a novos destinos, a novas pessoas - e a casa, no regresso.

 

Pág. 3/3

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D