Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

Mordido

para além de todas as coisas BOAS que há para comer e para beber na Pastelaria Mordido, há ainda a decorrer uma acção que merece o nosso apoio: os cafés e pequenos almoços suspensos.
se quiser, pode deixar um café ou pequeno almoço pago para quem não tem possibilidades de tomar uma refeição ou café quente. há uma tabela específica para estes "suspensos", basta perguntar ao Pedro Mordido como funciona
e IMPORTANTE: divulguem estas acções junto do público que delas necessita. o Pedro não tem interesse em acumular suspensos sem que haja quem usufrua deles. malta de Odivelas e arredores: TOCA A PARTILHAR!
+ info AQUI

sair à noite para dançar

 

 

a noite sempre teve os seus rituais - e eu sempre saí para dançar. sozinha, muitas vezes, sabendo que os amigos param por ali.

quando se começa a aprender uma dança a par fica difícil a cena de estar ali num canto, na discoteca, a dançar sozinha. mas eu continuo a sair sozinha: nos espaços onde se dança kizomba, as caras repetem-se e encontram-se sempre gente conhecida. e depois? depois, estica-se a mão e pergunta-se "queres dançar?"

simples!

 

há também alguns tipos de homens que se repetem. a saber:

 

- o efeito axe

há miúdos giros que pouco sabem de dança. notem, na kizomba quem conduz é o homem, convém que ele domine a cena. mas nós perdoamos o facto dele só saber o passe básico ou a base, desde que cheire bem.

 

- não me toca

a kizomba é uma dança em que o par dança junto: isso não significa que no final da dança o teste de gravidez dê positivo; mas é necessário estar perto e sobretudo agarrar bem a mulher. o indíviduo não me toca é aquele que dança aos pulinhos, como se estivesse no baile da aldeia e evita o contacto com a parceira. a evitar.

 

- o autocarro

este indivíduo dança e leva tudo à frente com ele: leva demasiado a sério a palavra "conduzir a dança" e não pára em sinais vermelhos ou na passadeira. pode estar a aprender, por isso, temos que lhe dar uma oportunidade. ou várias.

 

- o arroz com atum

a condução é atabalhoada, as passadas são fonhonhó. mas quando não há mais nada no armário, o arroz com atum marcha, certo?

 

- one move only

seja qual for o ritmo da música, ele só conhece um passo, um movimento: a tarraxinha. é óptimo quando temos que organizar o dia seguinte ou a lista de compras: podemos estar ali, a exercitar a zona lombar e pélvica e pensar noutra coisa qualquer.

 

- fazes isso mais uma vez e ligo para uns amigos que são cinto negro

são os moços abusados, que ficam contentes por nos ver - e não, aquilo ali no bolso não é o telemóvel. a evitar - a não ser que estejamos a falar do Adam Levine, do Pedro Martins (baterista dos Comité Caviar) ou do Pedro Abrunhosa (que cheira muitíssimo bem!).

 

- pára, fizeste mal

se de repente o homem  pára para te dizer que fizeste mal a passada... isso não é impulse. é mania. "eu é que sei e tu estás a fazer mal". e nós dizemos que sim, sim, esperamos que a música acabe e partimos para outra. ou para outro.

 

- enquanto há vida, há esperança

é o homem querido e paciente que dança com a mulher que é altamente requisitada na pista (que se escangalha toda a dançar, vá) bem como pela mulher que está a dar os primeiros passos. explica, experimenta e aponta coisas a melhorar. uns queridos, estes moços: a não perder de vista.

 

- o homem dos seis joelhos

tem um nome: Avelino Chantre. é vê-lo na pista, dançar com ele. garanto que vão perceber.

 

 

see you on the dance floor!

 

Pág. 4/4

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D