Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

tenho uma Mª Francisca na 'nha vida


lembro-me tão bem destas cestas. a avó Dália tinha uma, onde levava o almoço ao meu avô, onde colocava o leite que íamos entregar, porta a porta.
eu também tinha uma, pequenina.
gosto do cheiro desta cesta. é nova, ainda não tem aquele tom escurecido do sol, como tinha a da avó.


obrigada, Dora.
há Marias Franciscas que marcam a nossa vida! e Doras também!

porque há uma B-ervilhinha a caminho...

...deixo aqui algumas coisas importantes e curiosas.

Sabem o que é o pano? Conhecem o Clube do Pano?

Quem percebe muNto disto é a amiga Zélia. Ora aprendam AQUI!

Eu já experimentei com o mê filhe S. E resultou assim:




xaraaaam! sem mãos!



[estás tão crescido, puto!]

3 [permaneSer]


«Gosto muito da forma como nunca me abandonas. Mesmo quando trocamos o «até amanhã» e eu viro costas e sigo direcção à minha vida. E tu viras costas e segues em direcção à tua vida. Eu deixo-te. Tu deixas-me. Mas permaneces em mim. Trago comigo uma marca profunda como se trouxesse um pedaço de ti no bolso, para cheirar, sentir, tocar.
Um dia explicas-me como conseguiste encantar-me desta maneira. Fazemos disto um estudo de caso, com pergunta de partida, objectivo de investigação, argumentos e análise de dados. E conclusões! Orientações para o futuro. Desta forma, conseguirás apresentar ao mundo os passos a seguir para encantar alguém. Podes fazer disso um livro, daqueles que, nas prateleiras das livrarias, fazem vizinhança com os «Sei lá» e os «10 passos para se sentir feliz». Daqueles que vendem. Daqueles que são lançados em grandes livrarias, com pompa e circunstância. E eu estarei presente: o teu case study, ao vivo e a cores.
Posso até dizer algumas palavras. Se estas conseguirem dizer a forma como consegues permaneSer em mim, a tua proximidade que supera a distância. A forma como isso me alegra a alma, o coração e o corpo.
E dado o sucesso do teu livro, vou ver-me obrigada a criar um grupo no Facebook, denominado «pessoas que gostam de ser encantadas à distância». E terias a oportunidade de dizer GOSTO! em cada frase que lá escrevesse. E eu responderia: gosto muito de ti, de permaneSer em ti.
Em alternativa, esquecemos o estudo, a pergunta, o livro, a pompa, a circunstância, o Facebook e vamos apenas estar juntos, para que depois possas deixar-me e, ainda assim, não me abandonar.»

o texto (um trabalho Olhar a Palavra) foi inspirado nesta fotografia. neste momento ao qual tive o privilégio de assistir. fui dama de honor (com as pernas rabiscadas e tudo!), dormi com a noiva nas vésperas do casamento e passei por um momento de muNtos nervUs ao ajudar a noiva a vestir-se. deuses. a minha menina ia casar. e o melhor de tudo: com o meu menino.

e hoje somos compadres. e isso é algo que vai ecoar pela eternidade. ADORO-VOS :)


e depois há esta dura realidade

que me faz pensar como somos pequeninos. como somos impotentes perante tamanha tragédia. faz-me olhar para quem me diz «nunca faço aquilo que quero», referindo-se a uma viagem ou à compra de um iPad e dizer: não sabes a sorte que tens.
a sorte de ter água potável aqui mesmo à mão. comida. um tecto e coisas que ESTAS PESSOAS desconhecem: automóvel próprio, um computador, um telemóvel.
a realidade é dura. mas não a tua nem a minha. comparadas com isto.

t$="true" width="320px" />
fotografia retirada DAQUI

is there a doctor in the house? well...


...havia três bilhetes [lady B + compadres + B-ervilha]


...havia totós [na cabeça, 'tá?]


...havia uma mochila [virem vocês a cabeça, sim?] com sandocha, bolachas e tampões para os ouvidos [hey foi o 1º concerto pós #vertigo. há que acautelar a coisa!]
o espectáculo foi BRILHANTE (para mim um bocadinho de mais, por causa da fotossensibilidade, mas prontoS), a companhia foi do melhor. os transportes públicos funcionaram lindamente (saímos do recinto durante a Always e foi o melhor que fizemos!), dormi muito mal por causa do #acufeno (veio de lá irritadiço), mas nada como recuperar nestes dias...

YEAH. prova superada #vertigo

Pág. 5/5

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2018
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2017
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2016
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2015
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2014
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2013
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2012
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2011
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2010
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2009
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2008
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D