Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

é para balançar, né?

80078769_10218918902495869_6289064381820960768_o.j

 

esta foto tem um ano e picos. foi tirada na fábrica da super bock, a propósito de um trabalho que fiz para a flag.

as minhas fotos de 2020 são muito à base do printscreen. o trabalho que fiz fora de casa, em janeiro, fevereiro e março deste ano parece que já aconteceu há 10 anos. 

se é para balançar o ano, balancemos. balancemos todos os dias, procurando o equilíbrio.

a nossa saúde mental foi afectada de uma maneira profunda, pois aquilo que temos de tão humano, a vida social, a proximidade com os outros, foi-nos retirado - a bem da nossa saúde.

procurámos resistir e re-existir, existindo de outras maneiras. jantámos com amigos no zoom, demos e assistimos a aulas online, agendámos 1001 videoconferências. habituámo-nos a colocar o nariz e a boca dentro da máscara e a ter o sabão como o nosso melhor amigo. 

se é para balançar, balancemos. balancemos todos os dias, procurando o equilíbrio - digo eu, que sofro de meniére há 9 anos.

saúde - é o meu "mais maior grande" desejo. 

 

 

ausência

querido/a leitor/a:

 

recebi ontem (ou hoje?) o relatório de estatísticas aqui do blog. confesso que nem me lembrava que este blog existia. tendo em conta a minha ausência declarada, irei surpreender-me se alguém estiver aí desse lado do écran, a ler.

e compreendo: eu também desistiria de me visitar. bom, eu até que esqueci que existia, aqui neste canto. 

 

a pergunta que se impõe: está aí alguém? 

 

 

 

 

demorou, mas chegou cá

seis meses depois, sinto-me perdida, sem vontade de fazer grande coisa.

gostava muito que este pesadelo acabasse para voltar a pensar nos projectos que adiei ou suspendi ou raio que o parta. sei que não estou sozinha neste desejo.

ainda vai piorar e depois é que melhora, né? eu sei, já repeti isso muitas vezes.

bem sei que tenho de me preocupar com o que está ao meu alcance e somente com isso; mas a preocupação, o stress e a ansiedade começam a dar sinais. 

um dia de cada vez.

dá para hibernar num ou noutro e esquecer isto tudo que se passa? 

 

 

querido diógenes

 

há vários diógenes na história da filosofia. o cínico vivia literalmente como um cão, dentro de um barril, na rua. 

consta que um dia foi apanhado na rua, em pleno dia, de lanterna acesa, à procura da humanidade.

nos últimos dias dei por mim em modo diógenes, à procura da humanidade. 

perante uma pessoa que pertence a um grupo de risco #covid19pt e por isso propõe que a tarefa X aconteça em teletrabalho, os senhores dizerm que ai não pode ser. 

a pandemia vai tornar-nos pessoas melhores só que não. 

trela, açaime e máscara

estou a caminhar na aldeia, perto da estrada principal e sigo para a passadeira para fazer o que a galinha fez (passar para o outro lado).

sou interpelada por um indivíduo que me diz que o portão da quinta dele está aberto. dentro da quinta há dois cães soltos.

levo o félix pela trela. sugiro: "então se calhar é melhor fechar o portão".

ele foi, contrariado. "ah mas estou a dizer-lhe, porque o portão está aberto".

e eu: "então é melhor fechar, eu preciso passar ali".

ele: "mas se eu sair para despejar o lixo não posso deixar o portão aberto?"

"o senhor pode fazer o que quiser. eu vou com o meu cão pela trela, estou protegida."

ele: "ah pois, mas ele não traz a açaime"

eu: "claro que não, não se trata de um PP. basta a trela."

ele: "ah e a senhora também não"

eu: "também não trago açaime?"

ele: "não traz máscara"

eu: "claro que não, estou num espaço aberto."

ele: "mas é obrigatório"

 

e não, o indivíduo não tinha máscara. e estava na via pública a conversar com outra pessoa também ela sem máscara.

mas eu é que incomodei, pois com o meu passeio e o cão pela trela, sugeri que ele fechasse o portão para que os cães deles não saíssem.

 

o que poderia acontecer? nada. poderia acontecer todo um nada. mas também poderia acontecer que os cães dele corressem para o meu, que os cães dele fugissem, que alguém mordesse alguém. e depois teríamos que chamar as autoridades, conferir chips, vacinas e por aí fora. ah pois. 

 

em suma: o indivíduo pode exigir um açaime e uma máscara a quem passeia na rua, enquanto se passeia na rua sem máscara e deixa os cães dele de portão aberto. 

"faças o que eu digo, não faças o que eu faço"? 

 

tumblr_769a598cdbd642ef9afc682c6988e973_6fe946e9_5

 

 

no dia do cão

- fica um lembrete

 

há muitos cães em canis e em albergues à espera que uma família os possa adoptar. em 2018 estes eram os cães que estavam na #uppa_animais há mais de 3 anos. essa lista é agora diferente: alguns foram adoptados (YEAH), outros já faleceram e a grande maioria ainda está no albergue.

se te for possível adoptar, pensa na possibilidade de adoptar um cão adulto. neste artigo apresento DEZ RAZÕES para adoptar um cão adulto

 

21085765_Wgglq.jpg

21085904_R0lqv.jpg

21085928_692zb.jpg

21085964_VDAch.jpg

21085965_yyPtP.jpg

21142139_wAjiS.jpg

21142145_i0w0Q.jpg

21277065_k35If.jpg

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2020
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2019
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2018
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2017
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2016
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2015
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2014
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2013
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2012
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2011
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D
  144. 2010
  145. J
  146. F
  147. M
  148. A
  149. M
  150. J
  151. J
  152. A
  153. S
  154. O
  155. N
  156. D
  157. 2009
  158. J
  159. F
  160. M
  161. A
  162. M
  163. J
  164. J
  165. A
  166. S
  167. O
  168. N
  169. D
  170. 2008
  171. J
  172. F
  173. M
  174. A
  175. M
  176. J
  177. J
  178. A
  179. S
  180. O
  181. N
  182. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub