Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

parece fácil. e é.

 

 

23559792_1362771193849412_3125968786150665122_n.pn

 

é tão fácil como respirar. e sim, não temos consciência de cada inspiração ou expiração. respiramos e pronto.  de há uns tempos para cá penso, sinto que o amor é uma magia. bem sei que sou filósofa e que deveria ter 1001 teorias sobre isto, mas não tenho. é magia. não tem grandes porquês (um ou outro, talvez). 

amamos aqueles com quem nos cruzamos diferentemente, pois as pessoas são diferentes. procurar o/a tal ou aquilo que a pessoa X tinha e nos deixava feliz, na pessoa Y, é errado e atropela a pessoa que está à tua frente e quer somente amar-te. 

encontrar a simplicidade de ser, de estar e de amar é raro.

aqui e agora, és tu. 

 

 

"e achei que eras tu"

tumblr_nruasdCugd1qhzqx6o1_500-1.jpg

 

conheci o Pedro através do twitter. ele era jornalista, num jornal desportivo da nossa praça e estava a cobrir a volta a portugal em bicicleta. lembro-me que a volta terminava algures em Aveiro. pedi-lhe para me trazer ovos moles. ele trouxe, de Aveiro para Lisboa, e partilhamos esses doces com outros amigos, num café aqui perto da aldeia.

comprava o jornal só para o ler. combinei almoços com ele, acenei-lhe freneticamente nos jogos do Benfica, para a bancada dos jornalistas. organizámos encontros para inscrição no CEDACE, para aumentarmos o nº de potenciais dadores de medula óssea.

o Pedro emigrou. e agora trocamos correspondência à moda antiga. 

hoje o carteiro apitou para me entregar um pacote. nele, um pato de borracha. e uma carta:

"encontrei este pato e achei que eras tu".

e os meus olhos brilharam, muito.

o Pedro emigrou e um dia destes faço-lhe uma visita. 

 

«nós vamos mudar as regras todas desta merda»

sem nunca a ter despido, ela era completamente transparente para ele. sem nunca lhe ter visto o corpo nu, ele conhecia-lhe os sinais, as tatuagens, as cicatrizes, os cantos e os recantos. o que queres dizer realmente? lá estás tu a querer racionalizar tudo. eu não tenho nenhum significado oculto para o que estou a dizer. estou a dizer o que sinto. mas já fiz asneira, deveria dizer-te isto olhos nos olhos e não ao telefone. já disseste. várias vezes. nos meus olhos e sem usares uma palavra. eu acho que as palavras são importantes para ti. mas tu falas de muitas maneiras. só tenho medo de te perder.

só tenho medo de me apaixonar a sério por ti. e de não resultar. e de te perder. eu não quero ficar sem ti. podemos não pensar nisso? nunca senti isto que sinto contigo com ninguém. é tão fácil estar ao pé de ti. sou das melhores coisas da tua vida. nós vamos mudar as regras desta merda toda. e é verdade. ninguém fala das regras, mas elas existam e controlam a forma como te relacionas. mas eles estão decididos a mudar isso, a criar as suas próprias regras. "não nos podemos apaixonar a sério"

 

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2017
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2016
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2015
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2014
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2013
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2012
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2011
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2010
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2009
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D
  131. 2008
  132. J
  133. F
  134. M
  135. A
  136. M
  137. J
  138. J
  139. A
  140. S
  141. O
  142. N
  143. D