Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

o meu festival preferido de sempre...

...aconteceu em abrantes e levou-me até àquela cidade maravilhosa, onde tive a oportunidade de filosofar com crianças do 1º ciclo. revi o alves jana, um amigo de longa data, e a renata sequeira, a minha colega da licenciatura em filosofia que (re)encontrei "à conta" da filosofia para crianças. 

 

foi uma semana intensa, com uma paisagem bonita a emoldurar os dias. houve humor, amor, filosofia e muitas perguntas e porquês. o regresso aconteceu embrulhado em cansaço e numa constiapação que me ia tirando a voz. 

 

tumblr_ozgp1fFeDF1qhzqx6o1_500.jpg

 passei pela rádio antena livre onde o alves jana me entrevistou para o programa disto & daquilo. vão poder ouvir no dia 28 de novembro, entre as 22h e as 24h  em www.antenalivre.pt

tumblr_ozf8moJqb01qhzqx6o1_500-1.jpg

 

o félix e o diagrama de venn: pensamentos que acontecem nas cabeças das crianças do 1º e 2º ano, do 1º ciclo 

tumblr_ozkmnzEi3L1qhzqx6o1_500.jpg

 

e o mais bonito, ali mesmo em frente ao castelo de almourol. e fardas, fardas all around us!

 

23658873_10213305077113743_6933313166003829812_n.j

 

e a semana de trabalho terminou na flag, com uma turma de twitter marketing. venha o descanso! 

 

 

 

:: dias que passam rápido demais ::

tumblr_oz67no2Jzd1qhzqx6o1_500.jpg

dias de web summit, com ideias, provocações e (re)encontros felizes. 

tumblr_oz9xhgulEt1qhzqx6o1_500.jpg

sushi e o evangelho segundo são mateus (rosé), na companhia de um afilhado adepto do gaming e de uma afilhada que me segue no twitter 

 

tumblr_oz9q92frvE1qhzqx6o1_500.jpg

 

sol, azul, vento, comida indiana e imperial, na companhia dele  

tão simples e tão bom

tumblr_oza22vpf6a1qhzqx6o1_500.jpg

dias que passam rápido demais. que haja calor. 

 

:: when the going gets tough the tough get going ::

para quem acompanha o blog, o meu twitter, instagram ou facebook, é fácil perceber onde passo alguns dos sábados da minha vida: na uppa. 

há já alguns anos que sou voluntária nesta associação. aos sábados rumo até sintra, ali para os lados da terrugem, para estar com alguns cães que ainda não tiveram a felicidade de encontrar uma família. 

vocês já conhecem a mel, o fred, a brave. e certamente se lembram da ginger, da riva e do gabriel. são CÃOpanheiros que marcam a minha relação com a uppa, pela empatia e pelos laços que se vão criando. 

 

o copo meio vazio 

 

os dias de voluntariado não são sempre bonitos: começa logo pelo facto de termos que apanhar muita merda, bem cedo pela manhã. faço parte da equipa de tratadores e essa é uma das tarefas que nos compete, além da lavagem, da medicação e da preparação da comida. depois há os imprevistos normais num albergue com quase 90 cães: uns arrufos entre patudos, uma mangueira que se estraga, uma coleira que se desaperta. há ainda as situações mais difíceis, como termos que nos despedir de um patudo, para sempre. 

 

e depois há outro tipo de imprevistos: já fui mordida, já caí e já fui picada por vespas (ou abelhas, nem sei). nem vou falar das nódoas negras que descubro ao domingo e à segunda. 

 

o copo meio cheio

 

parece muito mau, não é? fazer voluntariado e sujeitar-me a isto tudo? sim. sempre que posso, lá estou. aliás, já é mais um compromisso do que outra coisa. e há uma lista enorme de aspectos positivos que pesam sempre mais do que os negativos. quais? bom, há o exercício físico, de que fala a jonas. há o sorriso da mel quando vê o meu carro a chegar. há a alegria do fred quando vou passar uns minutos à box, para namorar com ele. há ainda o privilégio de ver cães que chegam ao albergue assustados e sem qualquer fé na humanidade, a ganhar confiança, semana após semana. há o espírito de equipa entre os voluntários. há ainda a oportunidade de partilhar uma coisa com o meu irmão, de termos algo que podemos fazer juntos. há a amizade que se cria com alguns voluntários. 

isso pesa mais do que as mordidas, as picadas ou as quedas. mesmo que estas ponham em risco a integridade das minhas tatuagens. 

 

se quiserem saber mais sobre o voluntariado na #uppa_animais informem-se através do e-mail uppa.voluntariado@gmail.com 

 

 

tumblr_oywu9bjkIH1qhzqx6o1_500.jpg

 

 

 

 

hit me, baby, one more time

22196481_10212997987076684_3566609313976527271_n.j

 

procurar trabalho é uma tarefa diária. os projectos chegam e desaparecem, sem compromissos, sem contratos. ser 100% recibo verde é lidar com essa certeza: nada dura para sempre. bolas, assim de repente, parece uma coisa chamada vida. mas adiante.

há uns meses escrevi este artigo sobre recrutamento enquanto ritual de namoro. e a saga continua: a meados de agosto participei num recrutamento, para uma posição de social media. fui recomendada - nem sequer foi uma candidatura enviada por mim. em 48h tive três entrevistas. tive que mostrar o que sabia de estratégia, de inglês, explicar o meu percurso profissional a-normal a três pessoas diferentes. "o mais tardar na segunda semana de setembro vamos dizer alguma coisa".

até hoje.

e hoje fui a uma outra entrevista. candidatei-me a um lugar, na área da educação, a 80km da minha casa. e, sim, estava disposta a mudar-me para lá se as condições assegurassem a minha vida. para além de não responderem à pergunta que fiz no seguimento da convocatória para uma entrevista, onde alertei que iria deslocar-me de longe e precisava perceber até que ponto o projecto era viável - para além disso, a entrevista demorou uns 10, 15 minutos. teria bastado uma chamada via skype, para dizer quais eram as motivações para a candidatura. quando me apresentaram o valor mensal para a prestação de serviços perguntei: e esse valor inclui iva? "ah pois, a joana é que tem que pagar as despesas da segurança social". não está a perceber, isso eu sei. a questão é que os meus recibos estão sujeitos a iva e eu preciso saber se a esse valor posso acrescentar o iva ou se é o valor final que querem pagar.

a senhora não sabia.

era a primeira vez que tal pergunta surgia - e ela já estava no final de um longo dia de entrevistas. agora que me lembro, a senhora nem se apresentou, nem disse o seu nome. e eu esqueci-me de perguntar.

e não sabe também qual será o horário de trabalho, as horas diárias, isto e aquilo. repito: 80km para lá, 80 km para cá. 

como devem imaginar tive que parar no continente para me atestar de gomas e chocolate negro. há coisas que não se aguentam de outra forma - e eu não posso passar os dias a beber gin.

aproveitei para comprar isto. diz que uma 'ssoa fica feliz. olha, mal não há-de fazer.

 

daqui a "uma semana, 15 dias" digo-vos o resultado da entrevista de hoje. "dizemos qualquer coisa, seja positivo ou negativo".

 

"han han"

 

 

 

 

 

 

  

 

 

:: olha que isso não se faz ::

tumblr_ows5itQUUo1qhzqx6o1_500.jpg

 

há muito que digo e defendo que a minha vida tem uma banda sonora eclética, infindável, com uma música a tocar na minha cabeça, em cada momento. e depois essa música fica marcada com cheiros, imagens e memórias. 

 

rompi eu as minhas calças
esfolei mãos e joelhos
e tu reduziste o acordo
a um montão de cacos velhos

 

a minha vida é um intervalo entre um mayweather e um mcgregor

tumblr_ov8q0eACwZ1qhzqx6o1_500.jpg

dia do cão: em forma líquida e sólida - para todos os gostos

para celebrar o dia do cão, antecipei um passeio com o félix the dog. a hora escolhida foi só a pior de sempre e o passeio foi curto, devido ao calor.

à noite, a comemoração também inclui um cão de raça líquida. sim, o jovem é daqueles que coloca salada no gin. e eu respeito isso, desde que me ele me encha o copo e haja tónica de qualidade no frigorífico.

 

tumblr_ov9b6z06jo1qhzqx6o1_500.jpg

passear contigo, amar e ser feliz 

o sábado estava reservado à uppa e incluiu um passeio com os miúdos mais giros do pedaço: o fred e a brave. estão ambos para adopção - e não precisam de ser adoptados em conjunto. o passeio a dois, ou melhor, a três, acontece pelo facto de eu ter dois amores e não ter a certeza de qual eu gosto mais. 

tumblr_ovajcaIW0O1qhzqx6o1_500.jpg

 sem problema: cheguei a casa com os dois rins. mas duvidei.

depois de 8h em modo voluntariado, o corpo estava mesmo a pedir uma noite na discoteca. bom, não estava, mas a verdade é que quem manda aqui sou eu. e, de vez em quando, gosto de fazer de conta que sou uma jovem de 20 e poucos anos. conhecem o metropolisclub? pois eu também não conhecia. o espaço fica no centro comercial imaviz, mesmo em frente ao edifício da pt. 

entramos num edifício cheio de vazio, isto é, com lojas e lojas fechadas. temos que descer as escadas: ouve-se música muito lá ao fundo. tememos pela vida: se eu tivesse que imaginar um sítio onde fosse provável entrar > beber qualquer coisa > adormecer > acordar na rua, sem um rim - esse espaço existe e é o centro comercial imaviz, perto da meia-noite. a descrição não é exagerada. a confiança na humanidade (em particular, no a.), fez com que eu caminhasse de peito aberto, pronta para as balas que dali pudessem vir. 

enfim, nada disso aconteceu. pelo contrário: foi uma noite entre êxitos dos anos 80 e dos anos 90, com muita dança pelo meio. confesso que 2h depois já estava muito um bocadinho estafada. lembrei-me que quem tem 20 e poucos anos é ele e não eu. dei o meu melhor, acreditem. de tal forma que cheguei a casa, tomei um duche, vesti o pijama e dormi um sono muito merecido. antes disso, espreitámos o resultado do combate entre os senhores maywheater e mcgregor, uma metáfora bonita para o dia que estava a acabar: o a. cheio de energia, como é próprio de quem tinha dormido até às 14h30 ainda não tem 30 anos e eu a desejar que o último round acabasse para ir para casa.

 

voldemort e companhia (i)limitada 

na manhã tarde seguinte houve ronha e preguiça. e estivemos a ver o harry potter (pois, há um gap geracional entre nós). à noite, mais uma celebração líquida do dia do cão. 

a segunda-feira trouxe consigo uma coisa chamada realidade e cera quente (foi dia de depilação, entenda-se).

tumblr_ovelrdcDLT1qhzqx6o1_500.jpg

 

i like to move it - mas estava mais em modo arrastaiting my ass

a dever algumas horas de sono à minha cama, com a energia de um maywheater que aniquiliou um macgregor (ou seja, a arrastar-me com calma e muito estilo), lá subi para cima da elíptica, perante uma audiência louca de entusiasmo. ou então não.

ainda não são 21h e já estou cheia de sono. escolhas  e consequências, joana rita.