Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

:: das vidas que são verdadeiros festivais ::

 

 

5_coisas_festivais.jpg

depois de duas semanas muito intensas, entre madrid, aveiro e o porto, em modo "festival filosófico", chega a hora de retomar a rotina de verão e abraçar a primeira reportagem, em festival para o #musicfestpt 

 

tumblr_osha2wfor01qhzqx6o1_500.jpg

 

esta banda não faz parte do cartaz do SBSR: é lamentável, eu sei. mas há por lá outras coisas boas para ouvir. vou partilhando algumas sugestões por AQUI

tumblr_osi1ivTcoG1qhzqx6o1_500.jpg

 

nas últimas semanas passei algum tempo em "salas de espera": aeroportos, estações de comboio e de metro. considero estes espaços como não lugares: na verdade, não é lá que queremos ficar. são só sítios que nos permitem chegar a outro lado. são espaços de despedida, de reencontro. de olá e de adeus. depois da terceira conferência, no porto, já estava farta de esperar. não conseguia, sequer, aproveitar só para me sentar num canto e observar as pessoas. tinha saudades das minhas pessoas, da minha almofada e dos meus cheiros.

e de quem adoça os meus dias.

 

tumblr_osh1o6MSrX1qhzqx6o1_500.jpg.png

 

 

 

coisas que janeiro me ensinou

 

 

- é sempre bom estacionar o carro num "lugar a sério" - às vezes a bateria pifa e assim podes deixá-lo por lá, descansada;

- estamos em 2017 e é necessário ir à segurança social, entenda-se a um serviço de atendimento físico, para mostrar os prints dos e-mails aos quais não te respondem - para depois te dizerem que hão-de responder por e-mail;

- para algumas pessoas, falta de ética é não atender o telefone quando se está a trabalhar;

- ainda há pessoas capazes de cumprir promessas. exemplo: Trump;

- há adultos que são exímios na arte de fazer birra - não é tão divertido lidar com as birras dos crescidos como é com as dos mais pequenos;

- valter hugo mãe está no plano nacional de leitura - e eu que só consegui ler  a sua obra infantil "o paraíso são o outros";

- há dossiers pedagógicos que são só amontoados de folhas;

- as crianças reagem mais rápido a uma ameaça do que a um pedido;

- tenho cada vez mais haters: o que significa que só posso estar a fazer alguma coisa bem;

- já o ryan gosling, esse rapazolas, continua lindo. uh LA LA (land). 

 

 

ryan-gosling-on-the-set-of-la-la-land-01.jpg

 

 

a filosofia mora aqui, ali e acoli!

 

15046767_1806497896258595_3863031888264298496_n-1.

 

o meu projecto filocriatiVIDAde teve sempre uma componente itinerante, qual linda de suza com a mala de cartão atrás, por esse país fora.

e há outra coisa que se repete: o facto de serem as mães que me contactam para eu ir ao seu encontro e levar a filosofia aos seus filhos 

assim aconteceu, neste último fim de semana. e que fixe que foi!

 

para saberem mais sobre as "próximas paragens" da mochila da pucca e da sua filosofia, visitem-me AQUI. 

 

e no domingo fomos casar a Sara e o Filipe

14591625_10209761190998805_6483649670887656071_n.j

houve vestido de noiva, houve atraso da noiva, houve um drone a recolher imagens, houve gin, houve comida - houve festa e as pessoas estavam felizes #win

foi uma festa bonita e foi super fixe ter partilhado este dia com os noivos, com o mano e amigos que fiz no Taekwondo (sem nunca ter praticado... e esta hein?)

o pior foi a segunda-feira... casamentos ao domingo dão cabo da 'ssoa humana! 

 

 

 

algumas palavras sobre o avante

tumblr_ocxgrt6QKO1qhzqx6o1_500.jpg

correu tudo bem. ou quase, vá.

no 1º dia da festa, em apenas 2h de presença no recinto, fui alarvamente picada por melgas ou mosquitos (hey, os bicharocos não deixaram identificação.

 

no dia seguinte, ou seja, no sábado, as babas eram gigantes, incharam, causavam prurido, dor, comichão. fui picada nas pernas (usei sempre calças de ganga), nos braços, na cara, no peito, nas costas.  

 

na noite de sábado entrevistei o Jorge Cruz e pedi-lhe um autógrafo na minha moldura. antes disso tinha curtido maningue bué o concerto de Diabo na Cruz. que festança! 

tumblr_oczbfjER981qhzqx6o1_500.jpg

 

no domingo acordei mal disposta. nem sei bem descrever. enjoada, sem fome, com dores de cabeça. acabei por não ir à festa nesse dia e ter que realizar uma reportagem remota, com base na investigação que tinha feito sobre as bandas e as descrições dos meus colegas e amigos fotógrafos, que ficaram em trabalho 

 

tumblr_oczw0ebFQp1qhzqx6o1_500.jpg

 

tenho dúvidas que queira voltar ao avante, sem levar um daqueles fatos que usam as pessoas que trabalham com as abelhas. 

a verdade é que já era a quarta (?) vez que ia ao avante e nada disto tinha acontecido. 

foi bonita, a festa.

só tenho pena de não ter curtido o domingo.

para o ano há mais! 

 

(e o diálogo que tive com o senhor farmacêutico?)

 

senhor da farmácia - olá, diga se faz favor.

ladyB - olá. olhe, estou aqui com um problema. fui ao avante e fui picada por melgas fascistas.

senhora da farmácia - (silêncio, ar atónito)

ladyB - bom, estou a fazer uma reacção alérgica a umas picadas de insectos... bla´blá blá 

 

 

diz que não se enquadra.' tá bem.

estive envolvida num processo de recrutamento para um emprego. sim, gosto muito desta vida de freelancer, mas quero um novo desafio, numa das áreas onde sei que posso ser uma mais valia: social media.

 

entrevista, recepção de briefing, apresentação de proposta. 

adoram-me. tenho o perfil adequado à instituição. óptimos insights. sou uma fast learner. grande capacidade de trabalho.

mas, imaginem: como só trabalho em modo freelancer, falta-me a experiência em agência para poder trabalhar numa agência. 

ora bolas. estive dois dias a trabalhar numa proposta durante o processo de recrutamento. dei o meu melhor. fui sempre honesta no que respeita à minha experiência profissional: inventar dá mau resultado.

 

tenho um currículo muito diversificado e isso torna-me difícil de enquadrar. sou demasiado fora da caixa, será isso? 

 

dado que entrei nisto sem expectativas elevadas, arrumo a viola no saco e continuo a fazer pela vida, uma vida que, pelos vistos, não se enquadra. é "inquadrável". ou coisa que o valha. 

 

Cqphc8uXYAAVgbe.jpg

 

 

 

"ah e tal, é o normal"

pediram-me um trabalho de copywriting e tradução. nesse mesmo e-mail solicitaram orçamento.

respondi com o orçamento e as condições de pagamento: até ao final do mês em curso.

recebi um OK.

até ao final daquele mês não recebi nada. contactei as pessoas por e-mail e adivinhem: agosto, férias. fiquei até agora à espera de resposta.

guess again? "pagamos a 50/60 dias e como é o normal achámos que concordavas".

tive que reencaminhar o e-mail em que fiz a proposta e explicar que, por trabalhar com empresas diferentes, faço sempre uma proposta no que respeita ao prazo de pagamento. não assumo que 50/60 dias é o normal. 

e vocês pensam: receber a 50 ou 60 dias é uma sorte. não, não é. o trabalho foi entregue em 3 dias úteis. além disso, se tivesse consciência do prazo de pagamento, teria aumentado o orçamento. ah poizé.