Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

eu bebo cerveja pelo gargalo #1

disclaimer: apesar da minha qualidade de género ser feminina, eu bebo cerveja pelo gargalo. razões? permanece mais fresca e saborosa. além disso, é mais prático. e sim, detesto beber cerveja em copos de plástico - tal como acontece em festivais de música e afins.

não percebo nada de cerveja: aspectos técnicos não é, de todo, comigo. gosto da cerveja por ser um elemento que nos liga aos amigos, aos momentos, às histórias que ficam. por isso, aprecio a cerveja que se partilha - sim, podes beber da minha, eu não me importo. 

 

uma das cervejas que me traz memórias é a Laurentina, uma cerveja moçambicana. bebi pela primeira vez na Cristal, uma cervejaria e restaurante em Maputo. isto aconteceu em 2011, quando visitei Moçambique. a cerveja é realmente muito boa: escorrega bem, acompanha com a refeição (a premium tem 5% de alcóol) e é encorpada o suficiente para que não nos esqueçamos dela. a Laurentina preta é muito saborosa e merece ser bebida com a calma típica de quem vive ou passa uns dias por terras moçambicanas. é maningue nice!

não tem sido fácil encontrar por cá: talvez no martim moniz me safe, pensam vocês. acontece que há dias encontrei a Laurentina, a sorrir para mim, numa daquelas lojas que têm comida e bebida de todo o mundo. e não resistir a comprar.  e a beber, bem fresca, "como o amor deve ser".

para fazer o pleno, há que encontrar a Laurentina preta. dão-se alvíssaras a quem encontrar. ok, alvíssaras, não, mas companhia para partilhar uma cerveja e meia dúzia de histórias.

 

 

18513737_1847739802158758_7660700666410565632_n.jp

 

e vocês? têm uma cerceja preferida?