Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

caros senhores da planta portugal:

DG8J0kMW0AEZGHX.jpg

 

DG8KBsbW0AAc0Y3.jpg

 

DG8KKC0XoAIvHIf.jpg

 

DG8KYZcXkAAbkQD.jpg

 

chega de troncos nus. de sorrisos bonitos. de corpos sem gordura. de olhares profundos. de toalhas de piquenique. chega. queremos elevar a planta à sua dignidade enquanto produto consumido por pessoas (homens e mulheres) que conseguem olhar para lá das aparências. queremos conteúdo, de qualidade, como aquele que há dentro das vossas embalagens.

 

ficam aqui algumas sugestões.

:: 19 ::

1014474_1446742525566482_5526200961405266112_n.jpg

 

18488201_Lys6a.jpeg

 

em 1998, a cadela dos pais de um amigo teve uma ninhada. pouco tempo antes, o meu avô tinha tido um avc, ficando com a fala afectada. como passava muito tempo na horta, sozinho, precisava de uma companhia com quem falar. o Farrusco entrou, assim, na nossa vida.

entretanto, a minha avó faleceu. uns tempos depois, o meu avô adoeceu e o Farrusco veio morar cá para casa. viveu com os cães que fizeram parte da minha durante estes 19 anos. foi sempre muito sociável, com pessoas e cães. 

enjoava quando andava de carro. ir ao veterinário era uma tortura. gostava de todos os tipos de fruta. tinha mau hálito. aturou o Friqui Dog e o seu mau feitio. o Félix e a sua energia imparável. 

nos últimos meses, o Farrusco deixou de andar, de ver, de ouvir. mas comia bem: às 19h começava a ladrar para jantar. estava consciente, mas muito debilitado. o Félix e o Friqui foram sempre uns amores: aqueciam-no, dormiam com ele. à sua maneira, cuidavam dele. 

 

uma despedida nunca é fácil. e nestes momentos pensamos sempre que ter animais de estimação é doloroso. quando morrem é doloroso. ficam os 19 anos, as boas memórias e algumas fotografias.

 

já tenho saudades. 

 

dupla f e f 002.JPG

 

:: onde está deus mesmo que não exista? ::

o que dirias a deus (bondoso, omnipresente, pleno de amor, ao qual temos que agradecer diariamente) se o encontrasses?

 

stephen fry responde: como ousas? cancro? sofrimento? temos mesmo que agradecer a um ser maníaco que permite a miséria constante? e tanta dor, em pessoas que têm só a vida inteira pela frente? 

 

onde está esse deus bondoso, omnipresente, pleno de amor, ao qual temos que agradecer diariamente - mesmo que não exista? 

 

 

 

 

 

:: doggy style ::

tumblr_otun559oKB1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_otuybgwWZ61qhzqx6o1_500.jpg.png

 

tumblr_otwkhmdcjt1qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_oturp5mHo91qhzqx6o1_500.jpg

 

tumblr_otv7nyOTbY1qhzqx6o1_500.jpg

 

espero que o título do post vos tenha feito clicar no link e possam, agora, ver estas fotografias que resumem o meu fim de semana, em modo doggy style.

incluiu baldes de merda, pêlos de cão espalhados pela roupa, passeios, lambidelas - e a melhor companhia do mundo, o mano e o morais.

e não venham cá com coisas: o título não é enganoso. se é coisa que não falta aos DOGgy da uppa é o style!