Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

II Lisbon Kizomba Festival

 

Organizado pelo Estúdio Sabor & Dança, o II Lisbon Kizomba Festival aconteceu no passado dia 25 de Janeiro, no Alto dos Moinhos. O programa do evento prometia diversidade, com workshops para iniciados e para intermédios/avançados. Havia ainda a promessa de um nível aberto que acabou por não se concretizar, pelo facto da maioria das pessoas se concentrar nos outros dois níveis.

 

A tarde correu muitíssimo bem: os workshops foram bastante concorridos e aqueles nos quais participei cumpriram com as expectativas, a saber:

 

- Marco e Joana

- Zé Barbosa e Marta

- Bruno e Rosário

- Hélio Santos

- Rubens Neves & NessaSu

 

Marco e Joana foram os responsáveis pela abertura do estúdio para iniciados, com um workshop à medida de quem nunca tinha experimentado um afasta junta na vida. Zé Barbosa e Marta contagiaram todos os presentes com uma energia fantástica. Bruno e Rosário foram aqueles que ficaram aquém do esperado, pela forma como interagiram com os presentes - a quem chamavam carinhosament de bebezinhos - e até pelo espectáculo na noite social. Falta-lhes um estilo próprio, IMHO. Hélio Santos e Laura foram os protagonistas do momento mais zen do espiritual, onde se colocaram questões básicas e essenciais para quem quer evoluir na dança. Rubens (aka Mano Kizomba) e NessaSu deram um animado workshop de semba.

 

A noite social deixou um bocadinho a desejar, em termos de condições logísticas: demasiada gente no estúdio e pouco ar condicionado. Uma verdadeira sauna que não melhorou com os avisos constantes de "os espectáculos começam dentro de 5 minutos" - podemos afirmar, sem receios, que aqueles 5 minutos demoraram perto de 1h. Mas valeu a pena esperar, sobretudo pelos momentos proporcionados por Miguel e Nyma, Fred e Miriam e Rubens e NessaSu: todos muito diferentes, muito ao estilo de cada um e por isso originais.

 

E depois? Depois foi dançar até mais não, até acabarmos sentados no chão a meditar e assim (JU-RO que é verdade).

 

If I can't dance, it's not my revolution, baby!

 

 

 

Para quem quer aprender a dançar kizomba, aqui ficam as sugestões Onde Lisboa.

das 'ssoas tóxicas

 

tenho para mim que tão tóxica é aquela 'ssoa que se anda sempre a queixar da vida (aka calimeros) como aquela para quem tudo está bem, tudo vai correr bem e as 'ssoas são todas lindas e que a felicidade é o caminho

 

a uma e a outra falta-lhe humanidade. não são 'ssoas humanas.

 

convém, por isso, manter distância de segurança.

 

 

[das odes ao realismo]

Pág. 1/6