Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

vamos ajudar a preencher a vida da Antonieta?

Há pessoas que, sem nunca ter subido a um ringue para um combate, se revelam lutadoras de fibra. A Antonieta é uma dessas pessoas. Não a conheço pessoalmente, mas sou amiga da irmã, a Ana.
Conheci a Ana há uns anos, através de um blog. Conversa para aqui, conversa para ali ela conta que tem bilhetes «a mais» para vir a Lisboa, ao concerto de Nick Cave. Como assim bilhetes a mais?
Havia três bilhetes: um para a Ana, outro para a Antonieta e outro para a amiga que as iria acompanhar e trazer num carro onde se pudesse transportar a cadeira de rodas eléctrica da Antonieta. A amiga teve um problema familiar e não iria poder vir ao concerto.
Conheci a Ana à porta do Coliseu dos Recreios, nunca nos tínhamos encontrado cara a cara. Comprei-lhe um bilhete, vimos o concerto juntas e ainda consegui vender o terceiro bilhete. E a Ana ficou em minha casa nessa noite (a Ana vive em Tomar).
Acabei por não conhecer a Antonieta, mas sei da sua história de vida pelas palavras da irmã.
E hoje venho pedir-vos que divulguem a acção da Associação Salvador, para que possamos ajudar a Antonieta a ter uma vida com qualidade, através da aquisição da cadeira de rodas adaptada às suas necessidades. Contribuam, se puderem, e façam chegar a mensagem a quem possa contribuir.
Muito obrigada!


«A Associação Salvador está a ajudar na campanha para que Antonieta Monteiro, portadora de esclerose múltipla, consiga comprar uma cadeira de rodas elétrica adequada às suas atuais necessidades.
Antonieta tem 38 anos e é utente do lar de S. Mateus na Junceira, concelho de Tomar.
"A obtenção de uma cadeira elétrica adequada à minha condição física é fundamental para a manutenção das atividades que procuro manter por mim própria, tais como comer pela minha mão, lavar os dentes, fazer alguma ginástica terapêutica e manter-me em contacto com o mundo via net", apela Antonieta.
Devido ao agravamento da sua doença precisa de uma nova cadeira de rodas adequada às suas necessidades. A Associação Salvador está a ajudar nesta tarefa de conseguir angariar fundos para a adquirir.
Até ao momento já foram feitas 16 doações, mas faltam 4.323 euros de um total de 5.389 euros.»


(notícia retirada da versão on line do Jornal Templário, 24.09.2012)



Como posso ajudar? Basta entrar aqui: http://wwww.preenchaestavida.com/HOME/DONATE/

pescaria

A vida é uma grande sala de espera e... - ai espera. Assim não dá para falar sobre as cavalas e as enguias. Vamos escolher outra metáfora.
Cof cof
Então é assim.

Somos todos pescadores desta vida. Sentamo-nos no barco. Orientamos a cana de pesca, escolhemos o isco (coisas vivas e nojentas, vá).. Ajeitamos o anzol (esta palavra faz-me SEMPRE lembrar a música dos Rádio Macau). E lançamos-se-li-o ao mar. E esperamos.
Às vezes a cana dá sinal, outras vezes não. Esperamos. (podemos dizer que o barco é uma sala de espera, é isso?).

E se há pessoas que são como as cavalas e se agarram a tudo (inclusivé a um azul sem isco), outras são como as enguias e nunca se deixam verdadeiramente apanhar. Escapam-nos. Estão nas nossas mãos o tempo suficiente para que percebamos que as queremos, que vamos ter saudades. Que nos vão fazer falta. Mas escapam sempre. Escorregam.
Fica uma cena viscosa nas mãos, que é tipo a saudade materializada.

(Joana Rita, então a saudade é uma cena viscosa?)

Fiquem só com a ideia da espera, das cavalas e das enguias, sim?

este blog também é um banco de manuais escolares

MATEMATICA
==========


MANUAL
Y - Matemática A 10
Paulo Pinto Pereira, Pedro Pimenta, Cristina Viegas, Carlos Andrade
Texto Editores

CADERNO DE ATIVIDADES
Y - Matemática 10 - Caderno de Actividades
Paulo Pinto Pereira, Pedro Pimenta, Cristina Viegas, Carlos Andrade
Texto Editores

GEOGRAFIA
=========

MANUAL
Espaço Português 10 - Manual
Antonio Matos, Francisco Lopes, Fernando Santos
Edições Asa

AUXILIAR
Espaço Português 10 - Auxiliar Prático
Antonio Matos, Francisco Lopes, Fernando Santos
Edições Asa
-----------------------

(10º ano)
Alguém tem isto lá por casa a ocupar as prateleiras ?
Um amigo meu precisa destes livros para a sobrinha.
Agradecia e MUITO a partilha deste pedido.
obrigada!

pirâmides de valores

Admiro as 'ssoas que lutam pelos seus ideais, que perseguem objectivos e ideias com a fome e a sede de quem sabe o que quer.

Admiro, ainda mais, quem nesse processo tem que rever valores e contrariar aquilo que é a sua tendência natural. Não é fácil mudar a nossa maneira de ver o mundo, é algo que nos está entranhado na pele. E quando o fazemos é libertador. Há muito que falávamos sobre este assunto, sobre «as coisas que temos que resolver». E os sinais que a vida nos dá nesse sentido. Até que ela enfrentou o problema de frente e resolveu abdicar de algo que tinha «no topo dos valores» porque algo (alguém!) se tornou mais importante. E o mundo ruiu quando não teve apoio de quem mais esperava. Foi um balde de água fria. Talvez porque o outro não se tenha apercebido da luta interior para chegar a esta tomada de decisão. Não sei, não ouvi a outra versão da história.

Mas fiquei orgulhosa dela. Muito. Porque sei que não foi nada fácil assumir aquela decisão. Talvez ela tenha que a rever, mas já valeu muito esta atitude. Foi um pequeno grande passo.
E é tão libertador, não é?

pelo menos uma vez na vida, convém fazer isto. tudo.

Na sua hora de almoço, sente-se no seu carro estacionado, ponha os óculos escuros e aponte um secador de cabelos para os carros que passam. Veja se eles diminuem a velocidade.

Sempre que alguém lhe pedir para fazer alguma coisa, pergunte se quer batatas fritas a acompanhar

Encoraje os seus colegas de gabinete a fazerem uma dança de cadeiras sincronizada consigo.

Se um polícia o mandar parar, saia do carro, olhe-o nos olhos e abrace-o (hey, resulta nas manifs!)

Coloque o seu recipiente do lixo sobre a mesa de trabalho e escreva nele, "Entrada de Documentos"

Num concerto de Gospel, desafie os cantores a convidá-lo a cantar uma música, no lugar de solista. Salte para o palco, caso o tentem ignorar.

Desenvolva um estranho medo aos agrafadores.

Ponha café descafeinado na máquina de café, durante três semanas. Quando todos tiverem perdido o vício da cafeína, mude para café expresso.

No verso de todos os seus cheques, escreva, "referente a suborno"

Quando o seu colega aparecer ao trabalho com uma camisa panisgas pergunte-lhe: «ah, Luís tão gira! Sabes se nessa loja também vendem roupa para homem?»

Sempre que alguém lhe disser alguma coisa, responda "isso é o que tu pensas"

Termine todas as suas frases com "de acordo com a profecia"

Nas peças de teatro, persiga o actor que faz de beija flor, beijocando-o ostensivamente à frente da filha do seu colega de trabalho

Ajuste o brilho do seu monitor para o ní­vel máximo, de forma a iluminar toda a área de trabalho. Insista com os outros de que gosta assim.

Numa discussão, defenda sempre as suas ideias utilizando a expressão «há um estudo que prova isto que acabei de dizer.»

Não use pontuação nos seus textos.

Ameace com uma petição pública, no caso dos instrutores do seu ginásio insistirem em dar aulas de calças e não de calções (curtos)

Caso o orçamento para férias seja limitado, tire fotografias ao mar e à areia da praia de Carcavelos e actualize a página do facebook. No 1º dia de trabalho, besunte-se com pérolas douradas e exclame durante o dia (para todos ouvirem) «Cuba?, Cuba foi óptimo».

Sempre que possível, salte em vez de andar.

Pergunte às pessoas de que sexos são. Ria, histericamente, depois dela responderem.

Compre ténis com brilhantes e use-os em casamentos e noutras situações profundamente formais e chiques.

Comece todas as frases com "eu sou uma pessoa que..."

Vá a um recital de poesia e pergunte por que é que os poemas não rimam.

Quando lhe disserem: «olá, está tudo bem?» diga que não. Pergunte se quer ver enunciados os motivos por ordem alfabética.

Descubra onde o seu chefe faz compras e compre exactamente as mesmas roupas. Use-as um dia depois do seu chefe as usar. Tem, ainda, mais impacto, se o seu chefe for do sexo oposto.

Mande e-mails para o resto da empresa, dizendo o que está a fazer, em cada momento. Por exemplo: "Se precisarem de mim, estou na casa de banho".

Coloque um mosquiteiro à volta da sua secretária e ponha um CD com sons da floresta, durante o dia inteiro.

Quando sair dinheiro da caixa Multibanco, grite.

Perante a pergunta «então, o que tens feito?» descreva com pormenor todos os seus passos desde as férias (de 2010, vá).

Se o seu chefe cair (aparatosamente) da cadeira, não o ajude. Levante-se e grite: «Eu bem sabia que eras um ditador, oh meu grande Salazar».

Ao sair do jardim zoológico, corra na direcção do parque de estacionamento, gritando, "Salve-se quem puder! Eles estão soltos!"

À hora do jantar, anuncie aos seus filhos: "devido à nossa situação económica, teremos de mandar embora um de vós".

Não demore mais do que 36 segundos a fazer like no álbum de fotografias dos seus amigos (há amizades a acabar por menos do que isso!)

Todas as vezes que vir uma vassoura, grite, "Amor, a tua mãe chegou!"

Participe numa Festa de Natal só para inaugurar o corte de cabelo novo.

Leve os dossiers e livros para o exame do mestrado dentro do saco do Pingo Doce.




[NOTA: já tinha publicado isto algures por aqui. Recebi num daqueles e-mails que se partilhem com meio mundo e mais um par de botas. Adaptei. Há aqui coisas minhas. A quem acertar em TODAS as coisas que EU já fiz, prometo um presente (a enviar via CTT. Deixem os palpites na caixa de comentários]

tenho o carro na oficina

E o que mais me custa é pensar que as minhas pulseiras estão lá, penduradas na cena das mudanças e espalhadas pelo carro fora. E o lixo que se acumula aqui e ali. Eu bem disse ao mecânico: sabe que quando trago aqui o carro à revisão tenho o cuidado de o limpar e tal. Mas desta avaria não estava à espera.

Tecnicamente chama-se um imprevisto.
E vai sair um bocadinho caro. Sim, a reparação é possível. E vale a pena, num carro com 10 anos e 135 000 km? Oiça, como é que dizia o poeta: tudo vale a pena, quando a alma não é pequena e assim.

Quando comprei este carro, o critério foi: tenho X euros e vamos ver o que é que se pode comprar com isto. Nem escolhi a cor. Queria o carro que estivesse disponível mais rapidamente, porque necessitava mesmo de ter um veículo próprio. Nem escolhi extras. Nunca lhe comprei um rádio, sequer. Os senhores do stander ofereceram-me um e eu fiquei toda contente. Ainda é daqueles sem entradas usb e com um leitor de cassetes (avariado). Tive uns tapetes de borracha que me duraram 10 anos e que me custaram, na altura, 4,99eur (os quatro). Nunca investi muito no carro, no que a acessórios diz respeito. Mas sempre olhei pelo seu interior, atenta aos barulhos e ao que pudesse estar a correr menos bem. Cumpri com as revisões.

O meu carro espelha muito a minha visão do mundo e o modo como lido com as aparências: não quero saber. O carro anda, normalmente, 1 a 2 anos sem ser lavado e é aspirado de longe a longe. Confunde-se facilmente com os ecopontos, com a quantidade de lixo (tudo matéria imperecível, sem cheiro) que por lá habita. Ainda tem, na antena, todas as fitas dos casamentos a que já fomos.

E as pulseiras, pah?

Pág. 1/4

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  14. 2016
  15. J
  16. F
  17. M
  18. A
  19. M
  20. J
  21. J
  22. A
  23. S
  24. O
  25. N
  26. D
  27. 2015
  28. J
  29. F
  30. M
  31. A
  32. M
  33. J
  34. J
  35. A
  36. S
  37. O
  38. N
  39. D
  40. 2014
  41. J
  42. F
  43. M
  44. A
  45. M
  46. J
  47. J
  48. A
  49. S
  50. O
  51. N
  52. D
  53. 2013
  54. J
  55. F
  56. M
  57. A
  58. M
  59. J
  60. J
  61. A
  62. S
  63. O
  64. N
  65. D
  66. 2012
  67. J
  68. F
  69. M
  70. A
  71. M
  72. J
  73. J
  74. A
  75. S
  76. O
  77. N
  78. D
  79. 2011
  80. J
  81. F
  82. M
  83. A
  84. M
  85. J
  86. J
  87. A
  88. S
  89. O
  90. N
  91. D
  92. 2010
  93. J
  94. F
  95. M
  96. A
  97. M
  98. J
  99. J
  100. A
  101. S
  102. O
  103. N
  104. D
  105. 2009
  106. J
  107. F
  108. M
  109. A
  110. M
  111. J
  112. J
  113. A
  114. S
  115. O
  116. N
  117. D
  118. 2008
  119. J
  120. F
  121. M
  122. A
  123. M
  124. J
  125. J
  126. A
  127. S
  128. O
  129. N
  130. D