Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

chá & scones em Lisboa



 na Rua de São Bento, 700 encontram uma das melhores casas de chá de todos os tempos. foi recentemente remodelada e o espaço está mais «leve», em termo de cores e muito apelativo.

foi o meu ponto de abrigo entre uma conversa agradabilíssima sobre arquitectura, no Museu da Electricidade, e uma conversa com a amiga Patrícia, que me levou a beijocar o Santiago II. 

aquele scone quentinho... nham nham!

 

Mouraria, passeio, escadas e escadinhas, e uma ginjinha no fim


a rua é chique e nós também. até nos confundiram com estrangeiros. sim, um grupo de moços portugueses perguntaram-nos, em inglês, onde ficava o Saint George's Castle. sim, eu sei que tenho ar de nova iorquina e a Suzy Fields não engana ninguém com aquela t shirt a dizer LONDON. cenas maningue fixes. 
não entramos no Castelo do Jorge, pois 7 euros de bilhete parece-nos caro. preferimos investir numa ginjinha algures por Alfama, onde as guerreiras (amigas) tiveram o seu merecido descanso.

Lisboa é a cidade que eu amo. mas tem muito edifício a precisar de recuperação, muitos andaimes esquecidos.


é a cidade onde gosto de me recolher. é a cidade que me viu nascer. é a cidade onde as castanhas assadas me sabem tão bem! e não é a cidade perfeita, mas eu posso viver com isso.

contágio. na categoria de filme meio morto


Contágio é um filme para os nossos dias. Um vírus altamente mortal espalha-se pelo mundo, dizimando dezenas, centenas, milhares, milhões de pessoas. O medo apodera-se das pessoas. A esperança numa vacina toma conta das emoções e da vida de todos. A par disso, o Laurêncio Fishburne está em grande, bem como o Jude Law. O filme tem muitíssima qualidade Mas, para mim, perde um bocadinho de andamento. Talvez porque morre mesmo muita gente. A realização é impecável (Grande Steve!). Grande filme sobre o medo, o vírus mais contagioso de todos.

Casa dos Sonhos. E um Daniel Craig de sonho, também!


um filme surpreendente. o final está longe de ser previsível. e o Daniel Craig acusa uma maturidade como altura que é tão brilhante como o seu olho azul. não será este o papel da sua vida, mas está muitíssimo bem conseguido e só o faz somar pontos.

( NOTA: o Loures Shopping oferece um voucher, com bilhete grátis, sempre que se compram dois bilhetes. assim, podemos ir ao cinema mais vezes, boa?) 

(OUTRA NOTA: a companhia para este filme foi do melhor que podia haver: a irmandade da havaiana preta partilhou pipocas doces e salgadas e a B-Ervilhinha até deu um ar da sua graça, pontapeando maningue a barriga da sua mãe)

Pág. 1/5