Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

Joana, Joana, tu ensinas filosofia para crianças?


foi com esta pergunta que a minha Camila me recebeu. nem um beijinho, nem um abraço. com perguntas. e ela já sabe como eu gosto disso. até porque agora a escolinha dela oferece uma hora semanal de filosofia para crianças, com a professora Vera. e isso deixa-me de coração cheio. MESMO! é nisto que eu acredito. na filosofia, desde pequenino...!
ontem falámos (enquanto o Bernardo nos deixava, claro) sobre a filosofia e «ser amigo da sabedoria». e tempo houve ainda para falarmos do Eduardo (que gosta da Camila) e se o gostar do Eduardo pela Camila é igual ao gostar da Joana (eu) pela Camila.

«não, isso é amor!»

mas há mais meninos que gostam da Camila. mas são uns chatos, diz ela. portanto, não temos com que nos preocupar (por enquanto!)

depois dos espinafres e dos cogumelos salteados (e picantes)  preparados pelos pais dos pimpolhos houve uma sessão de desenhos. e eu fui a modelo escolhida. reparem nos pormenores (o desenho de cima é da Camila - 7 anos, quase 8 -  o de baixo é do Bernardo - 5 anos, quase 6).




aquela bola ali na perna é um estojo que tinha, com a pen. e o anel no dedo? os totós? :)  e os pins que eu levava na camisola?
já a Camila caprichou nos pormenores das calças de ganga. e a trança que sai do totó? ah pois é.


e o Bernardo já aprendeu o i. só lhe falta mesmo uma resma de folhas A3 em casa para treinar, ouviram papás?

[às tantas o Bernardo pergunta-me:
- Joana, tu hoje vais para a escola?
- Não, porque perguntas?
- Porque vens de mochila...]

acho que ainda estou lá!

Estou há uma semana e picos em casa, mas ainda estou em Maputo. Não sei se me entendem, mas também não me apetece explicar.
Falta-me o calor, o sol, as pessoas que dizem boa tarde e bom dia sem te conhecer. Mas sobretudo não sentia falta das complicações, dos renhonhós e dos sapatos que fazem nheco nheco. Entendem agora?
Não quero voltar para a ilha (sim, na Madeira não me devem deixar entrar outra vez, já que da última vez que lá fui expliquei aos pais e crianças que pensar autonomamente era uma coisa fixe e isso é algo que não deve agradar ao Alberto João). Mas não me importava nada de voltar a Maputo.
Acho que estou um bocadinho cansada de gente que não dá valor ao que faço, de gente que se queixa que a vida tá difícil (mas não larga as promoções e os descontos para comprar tudo e mais alguma coisa), de gente hipocondríaca, de gente que tem trinta avós espalhadas pelo mundo. É isso, estou um bocadinho cansada dessa gente.
Mas como a minha vida é muito cheia e isto é só um desabafo… vou ali e já venho, sim? 

O Lado Oculto da Marciana | Isa Silva


páginas que se descobrem. uma por uma. ora quem é a Isa Silva?  (aka @isv5)


pés que tocam lugares e momentos. e nós vamos ao fim do mundo para te apoiar! e até tiramos fotos para o teu blog!



ora, venha de lá esse autógrafo, oh sachavore. 

fotografia em giroscópio, by @calvas

resta saber se mamãe Sabel autoriza a permanência deste livro nas estantes cá de casa. sim, pelo que ouvimos no lançamento, é um livro cheio de emoções fortes e promiscuidades (eh eh eh).

PARABÉNS, Isa. és GRANDE. MUITO ENORME, mesmo. 


Pág. 1/5