Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

e depois há aquelas coisas que NÃO deviam mudar de nome!

como o Bepanthene UNGUENTO que agora se chama Bepanthene POMADA - ERITEMA DA FRALDA.

(e para que é que eu quero o Bepanthene se não tenho crianças que usem fralda? ora 'xa cá ver... ah já sei!)





[fotografia de João Paca | tatuador Tamer Munir | estúdio JumJuma INK]

homosseXuais no Estado Novo

O estudo é da jornalista São José Almeida e defende que a nossa sociedade ainda é homofóbica.

Pode ler-se no site da TSF:

«O livro “ Homossexuais no Estado Novo” que analisa o período que vai de 1912 a 1982 surge depois de vários meses de pesquisa e conta com dezenas de depoimentos.

Décadas passadas e com a chegada do Regime democrático muito mudou. A jornalista São José Almeida considera positiva a lei que legaliza o casamento entre pessoas do mesmo sexo, mas diz que a sociedade portuguesa ainda é homofóbica.
O livro “A homossexuais no Estado Novo” é publicado pela Sextante editora»

Para comprar, ler, reflectir e colocar na prateleira (salvo seja), lado a lado com o diciOrdinário.


Webzine Muro #6

é entrar e ler o mais recente número da Webzine mais aguardada de todo o sempre [isto é discutível, mas fica bem dizer... e apetece-me. o blog é meu, 'tá?]

neste #6 encontram os mais diversos temas:
- filosofia para crianças
- #twittmedula
- entrevista a João Henrique («fazer atenção» que ele é inimigo público)
- textos da Marciana que nos revela o lado oculto...

e muito mais!

encostem-se na cadeira e entrem... AQUI! o Muro é vosso!

sobre o nome que as coisas DEVIAM ter e não têm


há dias tive que fazer um exame chamado Holter... piadinha nenhuma, andar que nem mulher bomba, ligada a uns fios e o renhonhó!

mas tenho para mim que este exame se devia chamar Walker
não quero homenagear o Ranger do Texas, mas o que é certo é que o dito cujo serve para andar (walk) agarradinho a «nozes» durante 24h

às vezes as coisas têm nomes estranhos. e podia ser evitado. só porque sim!

Pág. 1/3