Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

[luz]

eu lá vou acendendo as velinhas, imbuída da mais pura e fina esperança
cansada em relação às #coisasmenosboas, mas sempre com o olhar posto nas outras, onde o menos não tem lugar
e depois são as perguntas e as solicitações, o «mas afinal» e o «então mas como é»; os silêncios, as faltas (in)justificadas e todo um mundo de coisas que me parece transcendente
é o tudo e é o nada
ou o nada que é tudo, já dizia o Poeta

mecenas, precisa-se!



The Cult Coliseu de Lisboa, 25 de Setembro. Bilhetes a 25 euros.

Xutos & Pontapés Estádio do Restelo, Lisboa, 26 de Setembro. Tara Perdida e Os Pontos Negros na primeira parte.

Green Day Pavilhão Atlântico, Lisboa, a 28 de Setembro. Bilhetes entre 32 e 42 euros.


Peter Murphy Theatro Circo de Braga, 29 de Outubro Teatro Sá da Bandeira, Porto, 30 de Outubro Teatro Académico de Gil Vicente, Coimbra, 31 de Outubro Centro Cultural de Belém, Lisboa, 1 de Novembro

Diana Krall Campo Pequeno, Lisboa, 10 de Outubro Pavilhão Rosa Mota, Porto, 11 de Outubro Bilhetes entre 20 euros e 70 euros (Lisboa) e entre 25 euros e 60 euros (Porto).

José Mário Branco, Sérgio Godinho e Fausto Espectáculo Três Cantos Campo Pequeno, Lisboa, 22 de Outubro Coliseu do Porto, 31 de Outubro

Rodrigo Leão Coliseu dos Recreios, Lisboa, 30 de Outubro

Kings of Convenience Theatro Circo de Braga, 2 de Novembro Coliseu de Lisboa, 4 de Novembro

Skunk Anansie Coliseu de Lisboa, 3 de Novembro Coliseu do Porto, 4 de Novembro

Rammstein Pavilhão Atlântico, Lisboa, 8 de Novembro Bilhetes entre 33 euros e 42 euros

Depeche Mode Pavilhão Atlântico, Lisboa, 14 de Novembro Bilhetes entre 30 euros e 40 euros

Massive Attack Campo Pequeno, Lisboa, 21 e 22 de Novembro Bilhetes entre 24 euros e 35 euros

Rodrigo Leão Coliseu do Porto, 28 de Novembro
Franz Ferdinand Campo Pequeno, Lisboa, 2 de Dezembro

Editors Campo Pequeno, Lisboa, 10 de Dezembro

triBUH rulez




A triBUH reuniu-se pelas 21h39m nas imediações do IRISH, na Expo. A medo, lá foram chegando os convivas de mais uma noite que envolveu pregadeiras, raspadinhas e boatos. Muitos boatos.

Atingimos números nunca dantes experienciado: 17 ‘ssoas que tuitam numa mesa em L (coisa mai linda) onde só havia lugar para a boa disposição e para o SINHOR, claro está.

E a Sandra [riqueza mai linda] lá foi sujeita a um baptismo nas andanças tuiterianas que dizem respeito ao «cumbíbio» olhos nos olhos. Sim que isto de falar com avatares é giruhhh mas assim frente a frente, sentindo o calor humano [aiiiiiiiii e o calor que estava] é outra coisa.

Não faltou o apalpão na negra da Lia, nem sequer o chamamento do SINHOR. E os beijinhos bons, aiiiiii tanto beijo que mais parecia uma festa da gripe A. [ca noi jo, tudo ali a beijocar-se sem máscara].

O que ia agora era uma piriquita no travesseiro – talvez esta tenha sido mesmo a frase da noite, estimulada [oi?] pela não presença do Artur Anjos que estava à porta da Piriquita, pacientemente aguardando pela abertura para tomar o pequeno almoço.

Em Assembleia (aproveitamos estas ocasiões para tomar decisões para o futuro, no caso deste acontecer) deliberámos que a bebida oficial da triBUH passaria a ser a Cerveja Preta Sem Alcool, que a raspadinha tinha como prémio um... er... bom... uma pregadeira, que o Artur Anjos não seria de todo convidado para estes ajuntamentos, que os telemóveis terão que ficar apreendidos para impedir os tweets during coffee. No que respeita a esta última deliberação, o João (aka Adamastor) votou contra. Não percebemos porquê. Mas isso também não interessa nada!

E quando tudo parecia estar para terminar, eis que o turno da madrugada resolve invadir uma discoteca ali nas imediações, tendo conquistado o espaço em exclusivo. Ou foi isso ou então não estava mesmo lá ninguém dentro.

Só tenho a dizer que havia assim muito mais para contar. Mas a coisa ao vivo tem muito mais piada.

Digo eu, que não existo!

Inglorious Basterds


tenho para mim que um filme onde Tarantino coloque a mão é uma garantia de qualidade. é como o L e o V da Louis Vitton [mas as verdadeiras, não as da Feira de Carcavelos].


sim, podemos discutir o que é a qualidade de que falo.

é a criatividade em torno da história, é a construção dos enleios entre os personagens, são os planos que só aquele homem consegue imaginar. enfim. é um todo que é maior do que a soma das partes.


uma das partes [que também comporta um selo de qualidade] é o giraço do Brad Pitt. sim, o charmoso do Ocean's Eleven e o geek do Destruir depois de ler. esse senhor com S muy grande que apesar da idade é giro que dói.


Tarantino é 'ssoas que filma e que se sabe rodear de Luíses Bitões no que respeita à equipa técnica e aos actores.


por isso, Inglorious Basterds é... GENIAL!

e se os seus óculos de sol viajassem sem si?

isso seria sinal de TOTOZICE... deixar os óculos a 90 e tal km de distância e só reparar quando alguém manda uma sms...
uh uh! e os seus óculos de sol, menina?
AI OH PAH que a minha vida é um banho de ácido!
vieram de Expresso. pagaram bilhete. estavam frescos, porque vinham ao pé do AC do senhor motorista! aiiiiiiiiii e a falta que me fizeram logo de manhã!

FAÇO BIRRA, LOGO EXISTO!

Finalmente, a t shirt oficial do projecto!

A Filosofia para Crianças (FpC) surge pelas mãos de Lipman. Para o norte americano, o programa de Filosofia para Crianças tem como objectivo cultivar o desenvolvimento das capacidades cognitivas, a propósito de discussões de temas filosóficos, iniciando assim os jovens e as crianças na Filosofia. O paradigma educacional que surge desta proposta de Lipman visa desenvolver os pensamentos crítico, criativo e cuidativo.O método lipmaniano apresenta um conjunto de histórias, estruturadas em diálogo, apresentando um contexto cultural mínimo, de forma a poderem ser utilizadas em diferentes culturas. Numa linguagem adaptada às crianças, procura-se levar a criança a considerar os diferentes pontos de vista, não a aceitar de imediato as ideias que as várias personagens encarnam.

Para Bono, o pensamento é uma competência operativa com a qual a inteligência age sobre a experiência. O pensamento crítico é valioso apenas se tivermos um pensamento que seja construtivo e criativo. Para o autor de Ensine os seus filhosa pensar, não basta ensinar o pensamento crítico. O pensamento crítico aliado ao pensamento criativo dão lugar às novas ideias. "A criatividade não é uma dádiva mística. Podemos treiná-la.", afirma Bono.

O projecto http://www.filosofiacomcriancas.com/ tem como objectivo dar a conhecer estas metodologias, através de workshops e cursos de formação para adultos, bem como oficinas e ateliers para as crianças.

Para mais informações e encomendas: joanarssousa@gmail.com
(*) e um muito obrigada ao nosso designer gráfico residente, João Paca!

Pág. 1/6