Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

all about little lady bug

ir, fazer acontecer, filosofar, sonhar, amar, amarfanhar, imaginar, criar, dançar, aprender e escrever - não necessariamente por esta ordem

Diógenes, anda cá que eu não te aleijo

11059449_10205505213202020_8508558857873556789_n.j

 

«Diógenes de Sínope (...) diz-se que teria vivido num grande barril, no lugar de uma casa, e perambulava pelas ruas carregando uma lamparina, durante o dia, alegando estar procurando por um homem honesto.»

perante este candeeiro aceso, em pleno dia, pergunto-me se em sintra também andarão em busca de homens honestos. 

quanto a mim, basta um que seja giro e me faça rir. não peço mais.

coisas de março - [em actualização]

 

C5BJ_oyWEAAXFjD.jpg-large.jpeg

 

a minha vida é um intervalo entre um cliente que não paga a horas e outro que não paga atempadamente. a solução tem sido suspender as tarefas até que haja regularização da dívida.

a segurança social de Lisboa sabe coisas que a segurança social da Amadora não sabe. o resultado é que ninguém me escreve, ninguém me responde - pois os e-mails que enviei para a segurança social Geral (acho eu) deixaram de funcionar (??) ou estão por abrir. resultado: acho que ainda não devo dinheiro. acho. tudo depende da segurança social que visitar.

março é o mês da primavera e traz com ele conteúdos para escrever cujo tópico é viagens. e destinos incríveis. e eu, aqui, a ver tudo em fotografias de cortar a respiração. não é justo, pois.

"como vai a tese?" - a esta pergunta eu respondo com "estás a falar daquele monte de papeis e livros que está ali em cima da mesa? pois." 

no mundo acontecem coisas incríveis: gustavo santos dá entrevista e assume que foi o cão que o ensinou a ser pai. há um responsável do coro de uma igreja que é afastado do lugar por ser homossexual - o padre diz que ele tem uma doença ou coisa que o valha.

fui ver o concerto do djodje. e já só penso no ricky martin, em maio.

contei-vos que há 3 semanas fiquei fechada numa escola onde fui dar formação? pois no passado sábado não conseguíamos entrar.

fui ver o filme são jorge e aconselho a todos que o façam: pelos actores, pelo realizador e sobretudo pelas pessoas "comuns" que dele fazem parte.

os maroon 5 têm um single novo.

e é isto.

o mês só vai a meio, certo? 

 

 

 

 

shake. it. off.

17192588_1332266410163109_9154128508295448295_o.jp

 

Cause the players gonna play, play, play
And the haters gonna hate, hate, hate
Baby I'm just gonna shake, shake, shake
Shake it off
Heartbreakers gonna break, break, break, break, break
And the fakers gonna fake, fake, fake, fake, baby
Baby I'm just gonna shake, shake, shake
Shake it off, Shake it off

 

(taylor swift) 

 

é sempre mais bonito do lado de fora

 

emociona mais, faz-nos dizer mais coisas, arranjar justificações. imaginamos como seria estar no lugar do outro. e depois é tudo muito bonito, mesmo com finais realistas ao jeito do la la land. mesmo que as personagens principais não fiquem felizes para sempre - juntas, ambas as duas. é sempre mais bonito, mesmo quando na história há uma vilã que rouba o coração a alguém que já não o tinha, por o ter entregue a outra pessoa. mesmo assim "ai eu não era capaz", "ai que falta de isto e daquilo". mas também é bonito, por que estamos do lado de fora e sentimos alguma inveja da adrenalina inerente à prática do assalto do coração alheio.

 

é sempre mais bonito do lado de fora.

a questão é que agora há que viver no lado de dentro.

que seja doce. e bonito.

 

010160150130-fita-mobius-escher.jpg

 

 

 

coisas que fevereiro me ensinou

Screenshot 2017-02-16 12.12.30.png

 

- descobri que há diferentes formas, diferentes mapas, para ver o mundo. é tudo uma questão de perpectiva;

- a tese, senhores, a tese. há que encontrar vontade para escrever na linha mais recôndita da crítica da razão pura;

- há uma coisa chamada 3d secure. já activei, pronto! escusam de ralhar comigo;

- pode acontecer o seguinte: os projectos nos quais acreditamos são aqueles que nos desiludem. e temos que os abandonar;

- a vida reserva-nos surpresas boas. e isto não é uma gustavice santos. é isto mesmo. surpresas boas;

- às vezes ficamos fechados num sítio porque alguém fecha o portão quando sai (go figure!);

- começar é fixe. recomeçar, também;

- a minha vizinha tem um sentido de humor, como dizer, TOP: tem o marido preso e mascarou o filho de polícia;

- errar é humano: acontece na nossa vida e nas cerimónias dos óscares. banho de humanidade, hein?

 

goslingoscarsreact2702a.jpg

 

"joana, quando é que fazes cursos de filosofia para crianças e jovens?"

em março e abril vou andar "por aí", com oficinas de filosofia para crianças e jovens e também com cursos de curta duração para adultos (pais, professores, educadores...)

 

cá vão as datas: 

 

O que são oficinas de filosofia?

"Aqui nós aprendemos o que as coisas são, o que são as palavras. andamos a ver o que existe, o que é real, explicamos as palavras e as perguntas!" - dizia o Marco, ao avaliar uma das oficinas de filosofia. Estas pretendem ser um espaço e um tempo para parar para pensar, "treinar" o olhar crítico, explorar possibilidades e investigar - em conjunto. 

 

 

De onde vêm as coisas?

5 de Março, domingo

Oficinas de filosofia

Positive Minds, em Odivelas

10h – crianças dos 4/6 anos

11h – crianças dos 7/10 anos

12h – jovens dos 11 aos 14 anos

Informações:  bookings@positiveminds.pt

 

12 de Março, domingo

Oficinas de filosofia

GROW UP, em Benfica

10h – jovens dos 11 aos 14 anos

11h – crianças dos 7/10 anos

12h – crianças dos 4/6 anos

Informações:  info@joanarita.eu

 

 

Cabecinhas Pensadoras

25 de Março, sábado

Oficinas de filosofia

15h - crianças dos 4/6 anos

16h - crianças dos 7/10 anos

17h - jovens dos 11 aos 14 anos

Crescer com Sentido, em Lisboa (Av. de Berna)

Informações:  crescercomsentido@gmail.com

 

 

O que é um café filosófico?

Trata-se de uma actividade que pretende levar a filosofia para junto das pessoas. Nem sempre acontece num café propriamente dito, é um facto. Acontece perto das pessoas que, independentemente dos seus conhecimentos no âmbito da filosofia, aceitam o desafio para praticar o "parar para pensar".

 

 

Café Filosófico: Para que serve a filosofia?

9 de Março, 18h30

Positive Minds, em Odivelas

Informações: bookings@positiveminds.pt

2 euros da inscrição revertem a favor da UPPA – União Para a Protecção dos Animais

 

Workshops e formação para adultos 

 

Os porquês da palavra porquê

18 de Março, sábado

Workshop de introdução à filosofia para crianças e jovens

Para pais, educadores, professores e outros agentes educativos

Espaço Pegadas, Pontinha

Informações: espacopegadas@gmail.com

 

 

Thinking Minds 

Ciclo de oficinas à volta do pensamento critico

21, 23 e 28 de Março

19h/22h

Positive Minds, em Odivelas

Informações: bookings@positiveminds.pt

 

 

A chapelar é que a gente se entende!

Ciclo de oficinas à volta da criatividade

30 de Março, 4, 6 e 11 de Abril

19h/22h

Positive Minds, em Odivelas

Informações: bookings@positiveminds.pt

 

quando o comentário de uma criança de 8 anos te deixa a pensar no que fizeste na noite passada

minutos depois de entrarmos na sala, a C. vem ter comigo. 

de olho bem aberto, diz-me:

 

"professora, tu cheiras ao meu pai"

 

 

antes que caiam em cima de mim com morais e éticas e blá blá e pais e alunos e fan ran fan fans - fiquem sabendo que eu uso perfumes tipicamente associados a homem. isso explica tudo, sim?

 

"joana, agora deixaste o cheiro do meu pai pela sala. ainda por cima do meu pai verdadeiro."

 

(a C. tem um pai ao qual chama de verdadeiro - o biológico - e o falso - o padrasto)

 

 

e parece que nada muda

"tanta ideia, tanta ted talk" - e parece que nada muda.

consomem-se formações "top", devoramos coisas alternativas à colherada - e parece que nada muda.

faz-me lembrar o gel anti-celulítico que comprei, no inverno passado. é maravilhoso, deixa a pele num mimo. 
mas a celulite permanece - e parece que nada muda.

começo a desconfiar que só resulta mesmo se o aplicar - ou seja, se ele deixar de ficar ali, em cima da mesinha, a olhar para mim.

por isso, se encontrarem uma boa ideia, apliquem-na. aposto que vão chegar ao verão com umas pernas lindas. já eu...